🔴 SAVE THE DATE: 22/07 – FERRAMENTA PARA GERAR RENDA COM 1 CLIQUE SERÁ LIBERADA – CONHEÇA

Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
OPERAÇÃO GREENWASHING

Como uma operação da polícia federal deve afetar os dividendos de dois fiagros com mais de 40 mil cotistas

Os proventos do AZ Quest Sole (AAZQ11) e do AZ Quest negociado na Cetip, devem ser afetados pelos desdobramentos de uma operação deflagrada na semana passada

Larissa Vitória
Larissa Vitória
12 de junho de 2024
13:26 - atualizado às 13:28
Polícia Rodoviária Federal (PRF) começa a desfazer interdições e bloqueios bolsonaristas
A ação da PF, batizada de "Operação Greenwashing", ocorreu em 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente, e teve como objetivo "desarticular uma suposta organização criminosa suspeita de vender cerca de R$ 180 milhões em crédito de carbono ilegal". - Imagem: Divulgação

Quem é cotista dos dois fundos de investimento nas cadeias produtivas agroindustriais (fiagros) da AZ Quest pode notar uma distribuição de dividendos um pouco menor nos próximos dois meses.

Isso porque os proventos do AZ Quest Sole (AAZQ11), que é listado na B3, e o AZ Quest Luna (AZQA11), negociado na Cetip, devem ser afetados pelos desdobramentos de uma operação da Polícia Federal deflagrada na semana passada.

A notícia, que foi confirmada pelos fundos via comunicado, provoca uma queda na cotação do AAZQ11 no pregão desta quarta-feira (12). Por volta das 13h10, as cotas registravam um recuo de 2,86%, a R$ 7,48.

A ação da PF em questão, batizada de "Operação Greenwashing", ocorreu em 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente. O objetivo foi "desarticular uma suposta organização criminosa suspeita de vender cerca de R$ 180 milhões em crédito de carbono ilegal".

O crédito de carbono é um certificado digital que comprova que uma empresa ou projeto ambiental evitou a emissão de uma tonelada de dióxido de carbono, mais conhecido pela sigla CO2, para atmosfera.

O ativo é negociado em um mercado próprio e utilizado por companhias para compensar a poluição por emissão de carbono. Mas, no caso dos créditos investigados pela PF, a suspeita é que eles tenham origem em áreas da União invadidas ilegalmente.

Devedora de CRAs está no portfólio de fundo no qual investem os dois fiagros

Vale destacar que os dois fiagros da AZ Quest não negociaram diretamente os créditos de carbono sob suspeita.

Porém, eles (e seus dividendos) estão indiretamente expostos à Operação Greenwashing por meio de outro elo: a empresa Stoppe Ltda, um dos alvos da polícia federal e devedora de direitos creditórios que lastreiam Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAs).

Os CRAs em questão fazem parte de um fundo de investimento em direitos creditórios, ou FIDC, chamado Caetê Fiagro e que está no portfólio do AZ Quest Sole e do AZ Quest Luna. O ativo representa 9,88% do patrimônio líquido do AAZQ11 e 5,79% do PL do AZQA11.

De acordo com os fiagros, o processo judicial que embasa a operação da PF estão, em sua maior parte, sob segredo de justiça. Por isso, as informações disponíveis "são limitadas no momento". Mas, segundo a apuração dos gestores dos fundos, um dos cernes da investigação é a possível adulteração de registros públicos por parte de agentes do governo.

A AZ Quest cita ainda que, em uma entrevista dada à Reuters, o delegado da PF responsável pela operação disse entender que as empresas que efetuaram a compra do crédito de carbono são "terceiros de boa-fé" e que não teriam como verificar se área onde foi realizado o projeto que gerou o ativo era grilada.

A AZ Quest acrescenta que, como investidora do fundo que é titular dos CRAs, está em contato com a gestora do FIDC desde a divulgação das primeiras notícias e atua para que "todas as providências sejam tomadas" para preservar os direitos do ativo.

Junto a um escritório de advocacia, avalia também medidas para proteger esses direitos tanto na esfera cível como criminal. Confira o posicionamente completo da AZ Quest.

O impacto nos dividendos

É importante reforçar que, por enquanto, não foi declarado o vencimento antecipado dos CRAs. O tema será objeto de uma asseblembleia de titulares a ser realizada no futuro.

Mas a operação já afetou os fundos: a administradora e a gestora do Caetê promoveram uma remarcação de 50% no patrimônio líquido do FIDC.

Segundo as estimativas da AZ Quest e da XP, que é administradora dos dois fiagros, o evento terá um impacto de 7,82% no valor patrimonial unitário da cota do AZ Quest Sole. Já o efeito sobre a distribuição dos dividendos deve ser de cerca de R$ 0,015 ao mês.

No caso do AZ Quest Luna, o cálculo é menor, de 1,93%. No entato, deve impactar os dividendos do fiagro no meses de junho e julho, normalizando no período posterior.

Compartilhe

FRIGORÍFICOS

Problemas para a BRF (BRFS3) e a JBS (JBSS3)? Brasil suspende exportações de carne de aves para 44 países — e a China é um deles

20 de julho de 2024 - 12:19

O Ministério da Agricultura decidiu voluntariamente paralisar as exportações de carnes de aves e seus produtos, com restrições que variam de acordo com os mercados

DÁ O PLAY!

Agora vai? Por que a bolsa brasileira despertou em julho e o que esperar das ações agora

20 de julho de 2024 - 11:00

Ibovespa já acumula alta de 3% em julho, depois de quase perder os 120 mil pontos no último mês; mas as ações finalmente vão decolar, ou será mais um voo de galinha?

BOLSA NA SEMANA

Por que as ações do Pão de Açúcar (PCAR3) desabaram 13% e lideraram as perdas do Ibovespa na semana — enquanto Usiminas (USIM5) subiu 5%?

20 de julho de 2024 - 9:22

As ações do Pão de Açúcar atraíram os holofotes dos investidores na semana após uma sangria na bolsa brasileira. Veja o que está por trás da queda dos papéis

PERSPECTIVAS PARA OS PROVENTOS

Com R$ 2 bilhões entrando no caixa, a Eletrobras (ELET3) vai distribuir mais dividendos? Veja o que diz o Goldman Sachs

19 de julho de 2024 - 19:46

O banco acredita que a oferta irá aumentar a liquidez da companhia e potencialmente abrir espaço para proventos mais elevados no futuro

RANKING DA QUANTUM

Os reis das ‘penny stocks’: Americanas (AMER3), Oi (OIBR3) e outras ações com a maior sequência de pregões no patamar de centavos

19 de julho de 2024 - 16:41

Um estudo da Quantum mostra que companhias que enfrentaram processos de recuperação judicial dominam o ranking de penny stocks

GESTÃO EXPLICA

Fundo imobiliário com mais de 150 mil cotistas anuncia os menores dividendos em mais de dois anos; por que os proventos do ALZR11 estão em queda?

19 de julho de 2024 - 13:07

O histórico de distribuições de 2024 mostra que os valores depositados pelo FII recuaram cerca de 11,2% desde janeiro

REAÇÃO DAS BOLSAS

Apagão cibernético: ação da CrowdStrike, empresa que causou a pane nos sistemas da Microsoft e derrubou serviços no mundo todo, despenca em NY

19 de julho de 2024 - 12:08

Vale relembrar que, mais cedo, uma atualização nos sistemas da CrowdStrike causou uma pane generalizada nos sistemas da Microsoft

MERCADO FINANCEIRO

Renda fixa brilha no 1º semestre e impulsiona captação de fundos. Veja as 10 gestoras que mais levantaram dinheiro no período

18 de julho de 2024 - 18:38

No “Top 10” das empresas que mais levantaram dinheiro no período, a cifra chega a R$ 202,2 bilhões, de acordo com a Quantum Finance

DISPARADA DO CÂMBIO

Dólar bate os R$ 5,58 e fecha no maior patamar em duas semanas; confira o gatilho da alta de quase 2%

18 de julho de 2024 - 17:47

Mais cedo, o ministro da Fazenda disse ter recebido o sinal verde de Lula para avançar em estudos de corte no Orçamento, mas falas da ministra do Planejamento impulsionaram a moeda

OFERTA NA BOLSA

Fundo imobiliário VGIR11 anuncia emissão de até R$ 500 milhões e vai oferecer um ‘desconto’ nas cotas; confira os detalhes

18 de julho de 2024 - 14:59

O preço de emissão pago por quem decidir participar da operação, que é voltada a investidores no geral, será de R$ 9,85 por cada nova cota

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar