🔴 FENÔMENO QUE TRANSFORMOU 1.500 PESSOAS EM MILIONÁRIAS PODE SE REPETIR – VEJA COMO SER O PRÓXIMO

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
EX-PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Bolsonaro inelegível: TSE condena ex-presidente por abuso de poder político por 5 votos a 2

Assim, o ex-presidente não poderá participar das três próximas disputas eleitorais, de 2024, 2026 e 2028; Carmem Lucia deu o voto decisivo

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
30 de junho de 2023
12:38 - atualizado às 14:49
O ex-presidente Jair Bolsonaro
O ex-presidente Jair Bolsonaro - Imagem: Alan Santos/PR

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tornou Jair Messias Bolsonaro, ex-presidente da República, inelegível por oito anos. Assim, ele não poderá participar de nenhuma três das próximas disputas eleitorais, de 2024, 2026 e 2028.

A ministra Carmem Lucia, vice-presidente do TSE, deu o voto que confirmou a maioria para condenar Bolsonaro. O placar final ficou em 5 a 2 a favor da inelegibilidade do ex-presidente.

O processo no TSE começou a ser julgado em 22 de junho deste ano e se arrastou pelos últimos dias. A Corte, presidida pelo ministro Alexandre de Moraes, discutia a ação contra o ex-presidente desde a reunião com embaixadores estrangeiros no Palácio da Alvorada, em 18 de julho de 2022.

Na ocasião, Bolsonaro atacou, sem provas, o sistema de votação eletrônico brasileiro. A análise feita pelos sete ministros do TSE investiga se houve abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação para obter benefícios na eleição daquele mesmo ano.

Bolsonaro acusado pelo PDT

A chamada ação de investigação judicial eleitoral (AIJE) foi ajuizada (ou seja, levada à Corte) pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT).

De acordo com a legenda, ao apresentar a AIJE, "o ataque à Justiça Eleitoral e ao sistema eletrônico de votação fazem parte da sua (de Bolsonaro) estratégia de campanha eleitoral".

Assim, o PDT pediu que o ex-presidente seja punido com a inelegibilidade pela "prática de abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação".

Ex-presidente pode ser preso?

A resposta curta é: não. Embora possa ter sua vida eleitoral afetada, Bolsonaro não será preso após o julgamento.

Contudo, Bolsonaro está sem o foro privilegiado após perder as eleições em 2022 para o agora presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Em outras palavras, o ex-presidente passa a responder a processos na Justiça comum. 

A perda de direitos políticos e a impossibilidade de voltar à vida pública como parlamentar, como foi por 33 anos no Congresso, abrem espaço para especulações.

Isso porque o ex-presidente responde a outros processos na Justiça — estes, sim, com chances de prendê-lo. 

Atualmente, há quatro inquéritos autorizados pelo STF em que o presidente é investigado por suspeitas de diferentes crimes. São eles:

  • Sobre divulgação de notícias falsas sobre a vacina contra covid-19 (INQ 4888);
  • Sobre vazamento de dados sigilosos sobre ataque ao TSE (INQ 4878);
  • Inquérito das fake news, sobre ataques e notícias falsas contra ministros do STF (sob sigilo: NQ 4781);
  • Sobre interferência na Polícia Federal (INQ 4831).

O que Jair Bolsonaro alegou em sua defesa?

A principal linha de defesa de Bolsonaro é que a reunião com os embaixadores foi um ato de governo, não de campanha.

"Não havia, dentre os presentes, qualquer ator ou player do processo eleitoral em curso! Perceba-se: o público-alvo da exposição nem sequer detinha cidadania e capacidade ativa de sufrágio", alegava a contestação.

A partir desse argumento principal, a defesa puxa outras questões técnicas, como, por exemplo, a incompetência da Justiça Eleitoral para analisar o caso.

Compartilhe

ELEIÇÕES 2024

Da TV para a Prefeitura? Datena diz pretender ir até o final, mas não crava candidatura em São Paulo

16 de julho de 2024 - 17:33

Em sabatina,o jornalista negou que esteja usando a política para renegociar seu contrato com a Band

PEGA!

Eleições municipais: Brasil soma quase 8 mil prefeitos e ex-prefeitos condenados por improbidade administrativa 

15 de julho de 2024 - 19:22

O número representa 33% dos 23.800 punidos com base na lei estabelecida em 1992, que foi alterada em 2021 pelo Congresso Nacional

REGULAMENTAÇÃO DA TECNOLOGIA

‘A inteligência artificial só não é mais perigosa que a burrice humana’: o que o presidente do Senado pensa sobre a regulação da IA no Brasil

10 de julho de 2024 - 13:11

A proposta é de autoria do próprio Pacheco e tramita na Casa sob relatoria do senador Eduardo Gomes (PL-TO)

GENIAL/QUAEST

Pesquisa aponta que maioria apoia críticas de Lula contra Roberto Campos Neto na condução do Banco Central

10 de julho de 2024 - 8:42

A aprovação do presidente da República melhorou em relação à pesquisa passada, quando atingiu o menor patamar desde fevereiro de 2023

INQUÉRITO DA PF

Da Arábia Saudita à Polícia Federal: Como a PF ligou as joias a Jair Bolsonaro — e o que pode acontecer com ex-presidente

9 de julho de 2024 - 9:04

Segundo a PF, o valor parcial dos presentes entregues por autoridades estrangeiras ao então presidente somou US$ 1.227.725,12

FAZENDO AS CONTAS

Previdência em risco: desvincular benefício do salário mínimo para cumprir meta fiscal pode criar efeito rebote nas contas

7 de julho de 2024 - 16:48

Em entrevista à Agência Brasil, especialista em Previdência Social afirma que os benefícios previdenciários e assistenciais não vão para a poupança, mas para custo de vida

ANTECIPAÇÃO

Cotado como ‘nome da direita’ para disputa presidencial, Tarcísio De Freitas diz que é preciso ‘começar a construir 2026’

7 de julho de 2024 - 9:20

O governador paulista discursou, ao lado de Bolsonaro, na Conferência de Política e Ação Conservadora (CPAC Brasil), em Balneário Camboriú (SC)

CONFERÊNCIA CONSERVADORA

Bolsonaro ignora indiciamento pela PF e critica imprensa e o PT em evento de conservadores com Javier Milei

6 de julho de 2024 - 15:39

A fala de Bolsonaro abriu a Conferência de Política Ação e Conservadora (CPAC Brasil) na manhã deste sábado (6) em Balneário Camboriú

Disputa pela prefeitura

Datafolha mostra Nunes com 24% e Boulos com 23% das intenções de voto em São Paulo, invertendo a pesquisa anterior

5 de julho de 2024 - 18:26

Três candidatos aparecem empatados na terceira colocação, segundo o instituto de pesquisa

PLEITO MUNICIPAL

Cabeça a cabeça, Boulos e Nunes empatam nas eleições para prefeitura de São Paulo, mas segundo turno será mais difícil para um deles

2 de julho de 2024 - 9:27

Em um eventual segundo confronto entre os dois, Nunes é preferido por 46%, enquanto 39% optam pelo deputado do PSOL

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar