🔴 5 MOEDAS PARA MULTIPLICAR SEU INVESTIMENTO EM ATÉ 400X – VEJA COMO ACESSAR LISTA

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
DIA 44

O coro de Lula: Haddad e ministros entram em cena para mais um ato contra a política monetária do BC

O Diretório Nacional do PT também deve atuar na ofensiva contra o presidente do banco central, Roberto Campos Neto, para pressionar pela redução da taxa básica de juros (Selic), hoje em 13,75% ao ano

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
13 de fevereiro de 2023
20:23 - atualizado às 8:05
Fernando Haddad, ministro da Fazenda de Lula em 2023
Fernando Haddad, ministro da Fazenda no terceiro mandato de Lula. - Imagem: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil

Vencedor do Grammy e do Emmy Award, o Coro da América é conhecido como o maior coral do mundo. Mas seus dias de fama podem estar ameaçados — pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

Não, Lula não virou cantor, mas é cada vez maior o número de ministros que engrossa o coro de críticas que o presidente tem feito ao banco central. 

Dessa vez quem assumiu o palco foi o ministro da Fazenda. Fernando Haddad disse nesta segunda-feira (13) que os juros no Brasil são totalmente "fora de propósito" e que impedem o crescimento do país. 

Em uma exposição de aproximadamente 40 minutos, o ministro da Fazenda afirmou que em nenhum país do mundo esse patamar é tão alto — vale lembrar que há alguns dias Haddad e o ministro Rui Costa estavam atuando nos bastidores tentando acalmar os ânimos do governo contra o BC. 

Logo depois entrou em cena o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação (Secom), Paulo Pimenta, para quem a política do banco central precisa ter outra direção. 

"As políticas econômica e monetária precisam ter preocupação com o equilíbrio fiscal, mas também têm de envolver outras metas, como as de crescimento, geração de emprego e combate à fome", argumentou Pimenta.

Segundo ato de Lula: a meta de inflação

Depois da frente de ministros, o Diretório Nacional do PT prepara um segundo ato no qual pretende ampliar a ofensiva contra o presidente do BC, Roberto Campos Neto, para pressionar a autoridade monetária a reduzir a taxa básica de juros (Selic), hoje em 13,75% ao ano.

Na próxima quinta-feira, Haddad volta à cena na reunião do Conselho Monetário Nacional (CMN), ao lado de Campos Neto e da ministra do Planejamento, Simone Tebet.

O Palácio do Planalto e a cúpula do PT querem que o CMN trate, nesse encontro, da mudança da meta de inflação de 3,25%. Lula já propôs que a meta fique em 4,5% para poder ampliar os gastos públicos.

Diante da plateia formada por dirigentes e parlamentares do PT, Haddad pediu apoio às propostas que serão apresentadas em breve pelo governo, na tentativa de estabilizar a economia.

Compartilhe

"TUDO NORMAL"

Jair Bolsonaro recebe alta após 13 dias internado e já anuncia planos

17 de maio de 2024 - 16:46

“Em uma semana, tudo normal”, escreveu no X (antigo Twitter) Bolsonaro, que estava com quadro de erisipela e desconforto abdominal

VAI MELHORAR?

O que Haddad espera da economia? Projeções da Fazenda esperam inflação e PIB maiores para 2024

16 de maio de 2024 - 15:33

Para 2025, a projeção de IPCA passou de 3,10% para 3,20%. A atualização acontece um mês após o último boletim macrofiscal da SPE.

POLÍTICA

Sérgio Moro vai perder o mandato? Veja como será o julgamento do senador no TSE

16 de maio de 2024 - 11:14

Julgamento que pode resultar na cassação do mandato de Sérgio Moro e torná-lo inelegível começa hoje no TSE

PESQUISA QUAEST

Lula “merece” ou não ser reeleito? Pesquisa aponta nome mais forte que Jair Bolsonaro para eleição de 2026

13 de maio de 2024 - 8:35

Vale lembrar que Bolsonaro está inelegível até a eleição de 2030, de acordo com uma decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

DECISÃO DA CORTE

STF barra indicações políticas para estatais — mas mantém nomeações feitas por Lula

10 de maio de 2024 - 9:19

Assim, com a decisão, ficam proibidas futuras nomeações políticas para cargos de chefia em empresas públicas, sociedades de economia mista e suas subsidiárias

LEVANTAMENTO

Governo Lula melhor que o de Bolsonaro? Veja o que a pesquisa CNT/MDA descobriu

7 de maio de 2024 - 18:32

O levantamento foi encomendado pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT) e executado pelo Instituto MDA Pesquisa. A margem de erro é de 2,2 pontos porcentuais.

NAS CASAS LEGISLATIVAS

Comissão do Senado dá sinal verde para projeto de lei que recria seguro obrigatório DPVAT e libera R$ 15 bilhões de crédito

7 de maio de 2024 - 14:49

“A recriação do DPVAT, agora SPVAT, não tem nenhum condão do ponto de vista do governo de fazer caixa”, disse o senador Jaques Wagner durante a votação

VOCÊ ESTÁ COM TUDO EM ORDEM?

Eleitor tem dois dias para regularizar título para as eleições municipais de 2024; confira como consultar e resolver as pendências

6 de maio de 2024 - 14:10

Eleitores com biometria cadastrada podem realizar regularização por meio do site do TSE; no Rio Grande do Sul, prazo para resolução de pendências foi estendido

'Crise na democracia'

Deputados dos EUA reorganizam audiência para discutir suposta ‘crise’ no Brasil por decisões da Justiça no combate às fake news nas redes sociais

1 de maio de 2024 - 14:45

Audiência pública convocada por republicanos tem apoio de políticos bolsonaristas e convidou ativista que chamou o ministro Alexandre de Moraes de “ditador”

PREFEITURA DE SP

Começou hoje: paulistanos já podem aderir ao parcelamento de dívidas com descontos de 95%; veja como renegociar seus débitos

29 de abril de 2024 - 17:46

Inicialmente, os contribuintes poderão aderir ao programa em três faixas de descontos diferentes, de acordo com o número de parcelas mensais selecionadas

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar