🔴 5 MOEDAS PARA MULTIPLICAR SEU INVESTIMENTO EM ATÉ 400X – VEJA COMO ACESSAR LISTA

Carolina Gama
Formada em jornalismo pela Cásper Líbero, já trabalhou em redações de economia de jornais como DCI e em agências de tempo real como a CMA. Já passou por rádios populares e ganhou prêmio em Portugal.
JOGANDO OS DADOS

Alerta nuclear: revanche de Putin atinge último elo de energia na Ucrânia e coloca mundo em risco de novo

Os ataques marcam a maior ofensiva com mísseis russos desde o final de janeiro, e coloca a usina nuclear de Zaporizhzhia de volta ao centro da guerra

Carolina Gama
9 de março de 2023
15:03 - atualizado às 14:01
NÃO USAR - O presidente da Rússia, Vladimir Putin
O presidente da Rússia, Vladimir Putin -

O presidente russo, Vladimir Putin, colocou em ação nesta quinta-feira (9) um grande ataque contra a infraestrutura militar ucraniana — uma revanche depois que a região fronteiriça russa de Bryansk foi alvo de uma operação liderada por Kiev. 

A capital e outras grandes cidades da Ucrânia, incluindo Lviv, Kharkiv e Odesa, foram atingidas por uma onda de drones russos e ataques com mísseis durante a madrugada, com alertas de ataques aéreos ativados em grande parte do país nas primeiras horas.

Esses ataques continuaram nesta manhã. O chefe das forças armadas da Ucrânia disse que a Rússia disparou 81 mísseis hoje, incluindo seis hipersônicos do tipo “kinzhal”, que a força aérea ucraniana não conseguiu interceptar.

A ofensiva marca o maior dia de ataques com mísseis russos na Ucrânia desde o final de janeiro, quando 11 pessoas morreram depois que dezenas de edifícios foram atingidos em várias regiões do país. 

Ataques de Putin fazem alerta nuclear soar

Os ataques, que causaram a morte de pelo menos nove pessoas, colocou novamente Zaporizhzhia — a energia da maior usina nuclear da Europa — no centro da guerra.

A operadora de energia nuclear Energoatom disse que o ataque a Zaporizhzhia significou que o "último elo" entre a instalação e o sistema de energia ucraniano.

O diretor-geral da Agência Internacional da Energia Atómica (AIEA) apelou ao compromisso de proteger a segurança da usina, dizendo-se "espantado com a complacência" em torno dos sucessivos ataques desde o início da invasão.

"Cada vez estamos jogando um dado. E se permitirmos que isso continue repetidamente, um dia nossa sorte acabará", disse Rafael Grossi.

A batalha dentro da batalha

A disputa pelo controle de Zaporizhzhia é uma batalha dentro da batalha.

A Rússia capturou a usina nuclear há mais de um ano. Desde então, Moscou fez duas coisas: estacionou unidades militares dentro do extenso complexo e tentou assumir o controle da eletricidade produzida lá.

Zaporizhzhia é a maior usina de energia da Europa, responsável por gerar 20% do fornecimento de eletricidade da Ucrânia antes da guerra — mas precisa de energia para funcionar corretamente. 

A ofensiva de Putin de hoje marca a sexta vez que a energia de lá é cortada por conta do conflito. 

  • Por que estamos no momento ideal para poder ganhar dinheiro com dividendos? O Seu Dinheiro preparou 3 aulas exclusivas para te ensinar como buscar renda extra com as melhores ações pagadoras da Bolsa. [ACESSE AQUI GRATUITAMENTE]

O saldo do ataque de Putin

O prefeito de Kiev, Vitali Klitschko, disse que a capital sofreu uma série de explosões que danificaram a infraestrutura de energia e feriram vários civis. 

Em um post no Telegram, Klitschko contou que, devido às quedas de energia de emergência após o ataque com mísseis, 40% dos consumidores da capital ficaram sem aquecimento. A Ucrânia ainda está no inverno. 

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse que foi "uma madrugada difícil", depois que a Rússia retomou suas "táticas miseráveis".

*Com informações da BBC e da CNBC

Compartilhe

SÓ UMA PROMESSA?

Vai fechar o banco central, Milei? A nova declaração do presidente da Argentina sobre o futuro do BC do país

17 de maio de 2024 - 18:45

O presidente argentino está na Espanha e deu diversas declarações polêmicas a um público que o aplaudiu calorosamente; veja o que mais ele disse

O CUSTO DA NOVA ORDEM MUNDIAL

Xi Jinping na Rússia: o presidente da China está disposto a pagar o preço pela lealdade de Putin?

16 de maio de 2024 - 18:37

O líder chinês iniciou nesta quinta-feira (16) uma visita de Estado de dois dias à Rússia e muito mais do que uma parceria comercial está em jogo, mas o momento para Pequim é delicado

UM SUSPIRO

Os juros continuarão altos nos EUA? Inflação de abril traz alívio, mas Fed ainda tem que tirar as pedras do caminho

15 de maio de 2024 - 14:54

O índice de preços ao consumidor norte-americano de abril desacelerou para 3,4% em base anual assim como o seu núcleo; analistas dizem o que é preciso agora para convencer o banco central a iniciar o ciclo de afrouxamento monetário por lá

DESINFLAÇÃO ACELERADA

Boas notícias para Milei: Argentina tem inflação de um dígito e Banco Central promove corte de juros maior que o esperado

15 de maio de 2024 - 10:19

Os preços tiveram alta de 8,8% em abril, em linha com o esperado pelo mercado, que estimavam um avanço de preços entre 8% e 9%

UM PRATO QUE SE COME FRIO

A vingança da China: EUA impõem pacote multibilionário de tarifas a carros elétricos chineses e Xi Jinping quer revanche

14 de maio de 2024 - 20:03

O governo chinês disse que o país tomaria medidas resolutas para defender os seus direitos e interesses e instou a administração Biden a “corrigir os seus erros”

VIVA EL DÓLAR

Vitória para Milei: FMI anuncia novo acordo para desembolsar quase US$ 1 bi em pacote de ajuda à Argentina

13 de maio de 2024 - 15:00

Segundo o fundo, a Argentina apresenta “desempenho melhor que o esperado”, com queda na inflação, reconstrução da credibilidade, programas de consolidação fiscal, entre outros

ESCOLHA A FRANÇA

Em busca de capital estrangeiro, Macron atrai gigantes como Amazon para impulsionar investimentos na França

12 de maio de 2024 - 17:03

O presidente francês garantiu investimentos da Amazon, Pfizer e Astrazeneca, enquanto Morgan Stanley prometeu adicionar empregos no país

TECNOLOGIA EM FOCO

Guerra dos chips: Coreia do Sul anuncia pacote de mais de US$ 7 bilhões para a indústria de semicondutores

12 de maio de 2024 - 13:02

O ministro das Finanças sul-coreano, Choi Sang-mok, disse que o programa poderia incluir ofertas de empréstimos e a criação de um novo fundo

XI JINPING QUE SE CUIDE

A fúria de Biden contra a China: EUA preparam tarifaço sobre carros elétricos e energia solar — nem equipamentos médicos vão escapar

10 de maio de 2024 - 19:58

O anúncio completo, previsto para terça-feira (14), deve manter as tarifas existentes sobre muitos produtos chineses definidas pelo ex-presidente norte-americano, Donald Trump

FORA DO FRONT

Uma resposta a Israel? Assembleia da ONU aprova por maioria esmagadora mais direitos aos palestinos

10 de maio de 2024 - 18:50

O projeto de resolução também apela ao Conselho de Segurança que reconsidere favoravelmente o pedido dos palestinos para a adesão plena à organização

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar