🔴 SAVE THE DATE: 22/07 – FERRAMENTA PARA GERAR RENDA COM 1 CLIQUE SERÁ LIBERADA – CONHEÇA

Camille Lima
Camille Lima
Repórter no Seu Dinheiro. Estudante de Jornalismo na Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Já passou pela redação do TradeMap.
LANCEM OS DADOS

Dungeons & Dragons vence John Wick 4 nos cinemas dos EUA, mas ainda tem longo caminho a percorrer

O filme arrecadou US$ 38,5 milhões nos cinemas norte-americanos, segundo dados do Box Office Mojo, dentro das expectativas dos produtores, de US$ 30 milhões a US$ 40 milhões

Camille Lima
Camille Lima
3 de abril de 2023
12:10 - atualizado às 11:25
Dungeons & Dragons: Honra entre Rebeldes
Dungeons & Dragons: Honra entre Rebeldes - Imagem: Divulgação

Em um mundo de fantasia habitado por elfos, dragões e orcs, a Paramount Pictures tirou a sorte grande ao lançar os dados no tabuleiro em busca da sobrevivência nos cinemas. O filme Dungeons & Dragons: Honra entre Rebeldes estreou nas telonas como um verdadeiro sucesso — de crítica e de arrecadação.

Baseada no jogo de interpretação de papéis — mais comumente chamado de RPG — criado por Gary Gygax e Dave Arneson, a produção largou com avaliação de 91% no site RottenTomatoes.

A adaptação de D&D arrecadou US$ 38,5 milhões nos cinemas norte-americanos, segundo dados do Box Office Mojo. Considerando a bilheteria global, o número chega a US$ 71,5 milhões.

O filme atingiu as expectativas mais altas dos produtores para a estreia, que projetavam um lançamento entre US$ 30 milhões e US$ 40 milhões.

Vale destacar que a vitória de D&D ainda conquistou um território inimigo na jogada de estreia: a adaptação do jogo desbancou o (até então) campeão de bilheteria norte-americana, John Wick: Capítulo 4

Protagonizado por Keanu Reeves, o filme arrecadou apenas US$ 28,2 milhões nos cinemas domésticos no último fim de semana, equivalente a uma queda semanal de mais de 60%.

A bilheteria de Dungeons & Dragons

Apesar de a bilheteria do filme ter sido impulsionada inicialmente por jogadores de D&D e RPGs no geral, o filme deve atrair um público mais amplo de espectadores durante a exibição nos cinemas.

Os entusiastas de cinema estrangeiros e o público de fora da bolha dos jogadores de RPG são fundamentais na estratégia para Dungeons & Dragons atingir o sucesso absoluto.

A maior bilheteria de estreia do filme dirigido por Jonathan Goldstein e John Francis Daley aconteceu na China, com uma arrecadação de US$ 5 milhões.

Logo depois, veio a bilheteria do Reino Unido, com US$ 4,3 milhões, a arrecadação no México, com US$ 2,4 milhões, Austrália (US$ 2,4 milhões) e Alemanha (US$ 2 milhões).

Um novo obstáculo

Apesar da estreia bem sucedida, o filme Dungeons & Dragons ainda tem um longo caminho a percorrer — e, além de se superar dia após dia nas bilheterias, a produção terá que batalhar com diversos inimigos que estrearão nas telinhas ao longo das próximas semanas. 

Isso porque a produção custou US$ 150 milhões para ser desenvolvida — isso sem contar o valor desembolsado para as campanhas de marketing e publicidade.

Ou seja: a adaptação do RPG precisa tirar um bom número na próxima rodada de dados e manter o ritmo de venda de ingressos se quiser render lucro à Paramount e à eOne. 

“A um custo de US$ 150 milhões, o estrangeiro é onde 'Dungeons & Dragons' tem que se destacar para ser lucrativo e se tornar uma série”, afirma David A. Gross, diretor da empresa de consultoria Franchise Entertainment Research.

*Com informações de Variety

Compartilhe

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar