🔴 BRASIL PODE TER 1.000 NOVOS MILIONÁRIOS DAQUI A 14 MESES – VEJA COM SER UM DELES

Estadão Conteúdo
INFORMAÇÕES PRIVILEGIADAS

CVM forma maioria para absolver irmãos Batista da acusação de ‘insider trading’ na JBS (JBSS3), mas processo é congelado; entenda

Três diretores já votaram, mas um pedido de vistas interrompeu o andamento do processo sobre os irmãos

Estadão Conteúdo
29 de maio de 2023
20:25 - atualizado às 18:15
Imagem mostra a placa do frigorífico JBS (JBSS3) com um prédio ao fundo | Irmãos Batista dividendos
JBS - Imagem: Divulgação

O Colegiado da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) formou maioria para absolver Joesley Batista e Wesley Batista, e a holding controladora J&F Investimentos, por suposta manipulação de preços das ações da JBS (JBSS3) com informações privilegiadas (insider trading).

Contudo, a diretora Flavia Perlingeiro pediu vistas do processo, congelando seu andamento. Até agora, votaram os diretores Otto Lobo, Alexandre Rangel e João Accioly e o presidente João Pedro Nascimento.

O processo e outros dois em julgamento hoje foram abertos depois que Joesley Batista decidiu delatar o então presidente da República, Michel Temer.

Vazamento de conversa levou à acusação de 'insider trading' na JBS

O conteúdo de uma conversa entre ele e Temer, com indícios de corrupção, vazou e levou o mercado a uma crise, com desvalorização do câmbio — a maior em 14 anos — e queda do Ibovespa. O episódio ficou conhecido como Joesley Day.

Um deles, abrangendo Joesley Batista, Wesley Batista e a holding controladora J&F Investimentos, analisou supostas irregularidades em negócios da JBS e da FB Participações, controlada pela família Batista, com ações da JBS. Eles teriam manipulado preços de ações da JBS, com informação privilegiada.

  • Já sabe como declarar seus investimentos no Imposto de Renda 2023? O Seu Dinheiro elaborou um guia exclusivo onde você confere as particularidades de cada ativo para não errar em nada na hora de se acertar com a ReceitaClique aqui para baixar o material gratuito.

Em seu voto, o diretor Otto Lobo, relator do caso, destacou a substância da defesa. Ao apoiar seu voto, argumentou que a informação de que uma delação premiada estava em estudo não era sigilosa na época dos negócios.

O diretor afirmou que quando as negociações aconteceram, os irmãos não sabiam se a delação premiada seria homologada e quando a informação viria a público.

Apontou ainda que, na época, a companhia estava fazendo recompra de seus papéis num movimento defensivo, visto que as ações estavam sendo afetadas pela Operação Carne Fraca. Lobo disse ainda que a existência de contraindícios autoriza a presunção de inocência.

Compartilhe

LEVANTANDO VERBA

Com cheque de quase R$ 7 bilhões na privatização da Sabesp (SBSP3), Equatorial (EQTL3) engorda o caixa com aumento de capital

22 de julho de 2024 - 18:47

Considerando todo os papéis subscritos e integralizados, a operação alcançou o montante máximo previsto de R$ 516,19 milhões

Novo negócio

Braskem prepara nova operação fora da área petroquímica. Saiba qual é

22 de julho de 2024 - 16:37

Segundo a companhia, primeira operação de cabotagem será entre a Bahia e o Rio de Janeiro

‘COMO UMA LUVA’

Possível fusão entre PagBank (PAGS34) e concorrente faz ‘brilhar’ os olhos do Itaú BBA – mas não é o único motivo para o bancão elevar a recomendação da ação

22 de julho de 2024 - 15:39

Os analistas da instituição elevaram a recomendação da empresa do Grupo UOL de market perform para outperform — equivalente a compra

ATUALIZAÇÃO NO PORTFÓLIO

BYD leva outra ‘esnobada’? Warren Buffett volta a vender ações da chinesa e reduz fatia na rival da Tesla

22 de julho de 2024 - 15:16

A holding de investimentos de Warren Buffett agora detém uma participação de pouco menos de 5% na companhia

DESTAQUES DA BOLSA

Dois países da Europa encomendam novas aeronaves da Embraer — mas isso não impede as ações EMBR3 de liderarem as quedas do Ibovespa hoje

22 de julho de 2024 - 12:53

Trata-se de uma compra conjunta: cinco aeronaves serão enviadas para a Força Aérea Real Holandesa, enquanto as outras quatro serão direcionadas para os militares da Áustria

ACABOU O OTIMISMO?

Nubank cai forte em Wall Street após rebaixamento. Por que o JP Morgan não recomenda mais a compra das ações do banco digital?

22 de julho de 2024 - 12:13

Agora, os analistas têm recomendação neutra para as ações Nu, com preço-alvo de US$ 14,50 para dezembro de 2025

ADEUS, TRÂNSITO?

Carro voador da Embraer (EMBR3): Eve revela primeiro protótipo de eVTOL que deve chegar ao mercado em 2026

21 de julho de 2024 - 12:30

A companhia espera pilotar o protótipo até o final deste ano ou no início de 2025, de acordo com o CEO Johann Bordais

UMA DÉCADA DEPOIS…

Qualicorp (QUAL3) anuncia acordo de leniência de até R$ 43,5 milhões — e pode exonerar culpa do fundador em investigações de caixa 2 em 2014

20 de julho de 2024 - 16:27

O conselho de administração da empresa aprovou um acordo de leniência para colocar fim às investigações nas Operações Paralelo 23 e Triuno

SEGUNDA CHANCE

Agora vai? Após tentativa frustrada pela B3, Kora Saúde (KRSA3) fará nova assembleia para votar saída do Novo Mercado

19 de julho de 2024 - 19:20

A AGE acontecerá no final este mês depois de ter sido adiada por falta de quórum com acionistas barrados pela dona da bolsa brasileira

RESSARCIMENTO PARA A ESTATAL

Por que a Petrobras (PETR4) vai receber um ‘reembolso’ de R$ 2,2 bilhões de outras empresas do setor de petróleo

19 de julho de 2024 - 18:47

O ressarcimento está ligado a um acordo de quase R$ 20 bilhões fechado com a Receita Federal para encerrar pendências com o Carf

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar