🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
RECUPERAÇÃO JUDICIAL

Agora vai? Americanas (AMER3) fecha acordo com parte dos credores e revela como fará aumento de capital bilionário

Varejista obteve o apoio formal de credores que representam mais de 35% da dívida da companhia ao plano de recuperação judicial

Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
27 de novembro de 2023
9:09 - atualizado às 9:10
Americanas
Americanas - Imagem: Pinterest / Montagem Brenda Silva

A Americanas (AMER3) ficou mais perto de colocar de pé o complexo plano de recuperação judicial. Após uma longa negociação, a varejista anunciou que obteve o apoio formal de credores que representam mais de 35% da dívida da companhia ao plano de recuperação judicial.

A adesão pode aumentar, já que outros credores com os quais a empresa negocia indicaram interesse em apoiar o plano, de acordo com a companhia. Se isso acontecer, a Americanas pode contar com o voto de mais da metade dos credores na assembleia (AGC) que acontece no dia 19 de dezembro.

Em linhas gerais, o plano de recuperação da Americanas prevê um aumento de capital de pelo menos R$ 24 bilhões.

Parte dos recursos virá da conversão de até R$ 12 bilhões da dívida em ações pelos credores. Os outros R$ 12 bilhões virão dos acionistas de referência — o trio de bilionários Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira — que se comprometeu a colocar dinheiro novo para tapar parte do rombo contábil bilionário.

Se tudo ocorrer conforme o plano, a Americanas reduzirá o endividamento de R$ 42,5 bilhões para R$ 1,875 bilhão, de acordo com os cálculos da companhia.

MAGAZINE LUIZA (MGLU3) E CASAS BAHIA (BHIA3): BLACK FRIDAY SERÁ SALVAÇÃO? I TOUROS E URSOS

Americanas (AMER3): aumento de capital com bônus de subscrição

Junto com o acordo com os credores, a Americanas deu mais detalhes sobre como fará o aumento de capital dentro do processo de recuperação.

O preço por ação será equivalente à cotação média de mercado ponderada por volume (VWAP) nos últimos 60 dias corridos que antecederem a véspera da assembleia de credores.

Além disso, a empresa vai conceder um bônus de subscrição para cada 3 ações emitidas, como vantagem adicional, com preço de exercício de R$ 0,01.

As ações da Americanas (AMER3) recuperaram uma pequena parte das perdas e subiram 25% nos últimos dias, após a divulgação do balanço atrasado de 2022.

Na sexta-feira, a empresa era avaliada em R$ 1 bilhão na B3, com os papéis cotados a R$ 1,10. Desde a revelação do rombo contábil, em janeiro deste ano, a varejista perdeu mais de 90% do valor na bolsa.

Vale destacar a Americanas precisa aprovar as condições do aumento de capital com os acionistas. Aliás, essa é uma das condições que os credores colocaram para apoiar o plano de recuperação na AGC.

Americanas consegue linha de crédito extra

Além do apoio formal ao plano de recuperação, a Americanas conseguiu desses credores garantia firme para uma linha de fianças bancárias ou seguros-garantia num volume de R$ 1,5 bilhão.

Essa linha ficará disponível por um período de dois anos após a conclusão da reestruturação ou até o encerramento da recuperação judicial, o que ocorrer primeiro, ainda de acordo com a companhia.

Em contrapartida dessa garantia firme, esses credores vão assegurar o direito de receber uma parcela também de R$ 1,5 bilhão. Esse valor se refere ao pagamento antecipado com desconto de até R$ 6,7 bilhões aos bancos previsto no plano de recuperação judicial.

LEIA TAMBÉM:

Compartilhe

Carta aos acionistas

Em carta anual aos acionistas, Warren Buffett elogia suas empresas favoritas, mas diz ver poucas oportunidades novas para investir

24 de fevereiro de 2024 - 16:39

Saiba quais são as queridinhas da carteira do megainvestidor, que tem ainda US$ 167,6 bi em caixa, mas não vê boas candidatas a novos investimentos

Warren Buffett

Berkshire Hathaway vê lucro operacional saltar 28% no 4T23 e bate recorde de caixa; veja os principais números da empresa em 2023

24 de fevereiro de 2024 - 15:36

Empresa do megainvestidor Warren Buffett está sentada sobre uma pilha de dinheiro de US$ 167,6 bilhões

Desceu quadrado

Para grandes credores da Light (LIGT3), não é possível aprovar novo plano de recuperação judicial da empresa

24 de fevereiro de 2024 - 14:54

Só os pequenos credores teriam apoiado novo plano de RJ da empresa, diz fonte; Light tem muitas debêntures na mão de pessoas físicas

Parem as maquin...inhas

OPA da Cielo (CIEL3): CVM suspende registro de oferta para fechar o capital da empresa após questionamento de acionistas minoritários

24 de fevereiro de 2024 - 13:04

Um grupo de gestoras convocou assembleia de acionistas nesta semana para propor outros preços para a oferta da empresa de maquininhas

Ajuste na proposta

Light (LIGT3) apresenta novo plano de recuperação judicial, que prevê aporte de R$ 1,5 bilhão e pagamento a pequenos credores

24 de fevereiro de 2024 - 11:03

Nova proposta prevê pagamento de pequenos investidores detentores de debêntures em até 90 dias; acionistas de referência se comprometem com aporte de R$ 1 bilhão

DINHEIRO NO BOLSO

Banco do Brasil (BBAS3) anuncia mais R$ 1,1 bi em dividendos extras; veja como receber

23 de fevereiro de 2024 - 19:08

Pagamento vem em linha com anúncio de aumento do payout (porcentagem que a empresa distribui de seus lucros) no último dia 8

PAPEL DA MODA?

A Lojas Renner (LREN3) está barata demais? Esse bancão gringo diz se é hora de encher a sacola com ações da varejista

23 de fevereiro de 2024 - 17:23

O JP Morgan estabeleceu um preço-alvo para dezembro de 2024 de R$17,00 para Lojas Renner (LREN3); entenda o racional aqui.

REAÇÃO AO BALANÇO

Apesar de queda das ações em 2024, CEO da Vale (VALE3) está otimista e projeta novas aquisições e resolução de Mariana nos próximos meses

23 de fevereiro de 2024 - 16:01

Para o CEO Eduardo Bartolomeo, a mineradora encontra-se em um “momento singular” e deve chegar a uma resolução definitiva sobre Mariana já no primeiro semestre de 2024

PASSA-SE O POSTO

Grupo Pão de Açúcar (GPA) quer vender redes de postos de gasolina e pode levantar até R$ 450 milhões com operação

23 de fevereiro de 2024 - 11:08

Em comunicado enviado à CVM, a companhia busca reduzir essa alavancagem por meio da venda de ativos “non core” — isto é, que não fazem parte do negócio principal do GPA

BALANÇO

Vale (VALE3) vê lucro cair 35% no quarto trimestre, mas anuncia dividendos de mais de R$ 11 bilhões; confira os números da mineradora

22 de fevereiro de 2024 - 20:15

Junto com os resultados trimestrais, a companhia anunciou a distribuição de proventos aos acionistas; confira os prazos de condições

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies