🔴 DÓLAR A R$5,38 E PODE SUBIR MAIS – VEJA COMO PROTEGER O SEU PATRIMÔNIO

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
É PRIMAVERA!

Por que o bitcoin (BTC) pode chegar a US$ 40 mil ainda em 2023, segundo um dos principais analistas do mercado de criptomoedas do país

Nas estimativas de Vinicius Bazan, head de research de criptomoedas da Empiricus, existe espaço para uma valorização adicional de até 40% do bitcoin neste ano após a disparada de janeiro

Renan Sousa
Renan Sousa
6 de fevereiro de 2023
6:08 - atualizado às 12:43
vinicius bazan com um bitcoin atrás, falando sobre criptomoedas
Imagem: Imagem: The Crypto Basic. Montagem por Carolina Nunes.

O Longo Inverno das criptomoedas dá sinais de alívio. As geleiras começam a derreter e as cotações voltam a chamar a atenção dos investidores — É Primavera, de Tim Maia, pode ser ouvida ao fundo do gráfico de janeiro do bitcoin (BTC): uma disparada de mais de 30% garantiu ao token o posto de melhor investimento do mês.

Mas se hoje o céu está tão lindo, é porque alguém disse “eu te amo” quando ninguém mais queria o bitcoin. Afinal, em 2022, a queda foi da ordem de 64% em dólares.

No entanto, desde o final do ano passado havia algo que chamava a atenção de um dos principais analistas desse mercado no país.

“Quando a gente olhava as métricas on-chain pós-FTX, a gente via um mercado muito estressado, mas mais desvalorizado do que deveria”, diz Vinícius Bazan, head de research de criptomoedas da Empiricus, em referência à quebra de uma maiores exchanges (corretoras) de ativos digitais.

Para ele, o mercado chegou a um determinado ponto que, a qualquer momento, precisaria reverter essa tendência. Inclusive, quando eu conversei com Bazan para o nosso especial Onde Investir em 2023, ele já havia dito que o pior para o mercado cripto estava no retrovisor.

Mas nem mesmo ele esperava que a retomada acontecesse tão rápido. Mas essa é a magia das criptomoedas: a volatilidade permitiu uma variação de preços positiva ao longo das primeiras semanas do ano.

Bitcoin e o futuro: a vida vai melhorar

A disparada do primeiro mês do ano pode ter sido apenas a ponta do iceberg do que irá acontecer em 2023. E quem estiver junto a ti, bitcoin, pode surfar na alta das cotações.

Mesmo que o mercado já tenha subido muito e rápido, Bazan afirma categoricamente quando pergunto se é hora de comprar bitcoin: “Sim”.

Em primeiro lugar, é difícil cravar o melhor preço de entrada — nunca se sabe quando o mercado vai cair de novo para abrir uma oportunidade de compra. Ao mesmo tempo, as cotações ainda têm potencial de mais altas até o final do ano, de acordo com o analista da Empiricus, que faz parte do mesmo grupo empresarial do Seu Dinheiro.

Isso porque os fundamentos e dados on-chain indicam que o preço da maior moeda digital do mundo tem espaço para subir — na visão do analista, a alta vista até agora é “pouco” perto do que o BTC tem a entregar.

“Vale mais a pena fazer pequenos aportes (compras) periodicamente e construir um bom preço-médio”, afirma. “Nós acreditamos que você tem que comprar um ativo focando no que ele pode te entregar nos próximos anos, não só no que eles vão entregar em alguns meses”, afirmou Bazan em entrevista ao Seu Dinheiro.

Bitcoin pode se valorizar em 40%

Bazan explica que é difícil cravar um valor específico, mas a faixa de preço entre US$ 30 mil e US$ 40 mil parece bem razoável ainda para este ano. Isso representa uma valorização entre 30% e 40% — além dos 40,8% já acumulados em 2023.

É preciso ressaltar, porém, que o mercado de criptomoedas é extremamente volátil e que não existe um “preço justo” para o bitcoin. Ou seja, as cotações podem atingir e superar as projeções — mas também podem ficar aquém das expectativas.

Um pulinho em 2024 

No ano que vem será feito o halving do bitcoin, quando a recompensa pela mineração cai pela metade. Consequentemente, menos tokens são colocados à disposição no mercado, o que tende a gerar um rali de preços.

Bazan acredita que a disparada deve acontecer em duas etapas. A primeira, menos vertiginosa, em 2023 e a segunda entre o final de 2024 e começo de 2025. No pós-halving, aí sim, o bitcoin pode chegar perto dos US$ 80 mil — uma valorização de 240% em relação às cotações atuais.

E nem só de bitcoin vive o investidor. O ethereum (ETH), a segunda maior criptomoeda do mercado, também deve ter um ano extremamente positivo, de acordo com o analista da Empiricus.

Também há espaço para o segundo lugar

Em se tratando de construção de um ecossistema cripto sustentável, o ethereum sai na frente dos demais projetos em que Bazan enxerga alguma possibilidade de lucro — a lista completa deles você confere no final da matéria.

Acontece que o éter teve uma retomada menor que a do BTC — cerca de 34% em janeiro — e trará novidades ao longo de 2023. A atualização Shangai e o estabelecimento do sharding (fragmentação, em inglês) da blockchain do ethereum podem trazer reflexos nas cotações.

Essas novidades permitirão o crescimento da rede, e quanto mais pessoas usando o ethereum, maior a procura pelo token ETH.

No fim das contas… Qual patamar de preço?

“Em valor de mercado, o ethereum pode superar o bitcoin. O éter tem mais casos de uso e maior capacidade de captar valor do que é construído em cima dele”, afirma Bazan.

Assim, a expectativa de preço do ethereum, fica em torno de US$ 2.500 — uma valorização de mais 56% em relação às cotações atuais para 2023.

As atualizações podem trazer uma melhora de eficiência do ethereum. Porém, o calendário dos desenvolvedores pode atrasar até o final do ano, e o efeito dessas novidades da rede pode ser postergado também para 2024.

Além do bitcoin: há espaço para NFTs, Metaverso e Web 3.0 em 2023?

Algumas teses do mercado cripto perderam espaço em 2022. As negociações envolvendo certificados digitais (NFTs) caíram mais de 95%, o metaverso é um vazio digital — e ninguém entende direito o que é a Web 3.0, a nova geração da internet.

Mas o ano passado foi apenas um “teste de aplicações”, e 2023 promete continuar a maturação de novos projetos. Em outras palavras, NFTs, Metaverso e Web 3.0 ainda não tiveram tempo suficiente para terem seus fundamentos testados e validados, segundo Bazan.

Neste ano, a expectativa é de que cada um desses protocolos dê mais clareza de para analistas e investidores de como e para que eles serão utilizados. 

As apostas de Bazan para o futuro dos protocolos

Confira a seguir criptomoedas além do bitcoin que animam Vinícius Bazan — e os motivos para isso:

  • NFTs (em jogos) — Gala Games (GALA): “Tem uma pegada de estúdio de filmes, músicas e jogos. Tem uma pegada de venture builders. Esses projetos entendem as temáticas e agora tem uma estrutura bem montada para poder desenvolver o negócio”;
  • Metaverso — Sandbox (SAND) e Decentraland (MANA): “São bem posicionados para terem mais parcerias com empresas tradicionais, o que, consequentemente, gera um crescimento dos protocolos”;
  • Web 3.0 — Chainlink (LINK): “É o ativo indiscutível de Web 3.0. É uma infraestrutura base para coisas criadas em Web 3.0. Esse é um Oráculo que serve muito para a negociação de protocolos de DeFi [finanças descentralizadas] e que são um dos setores fortes do futuro da internet”.

Entretanto, sempre vale lembrar que o mercado de criptomoedas é altamente volátil e arriscado. O investidor não deve manter uma parcela maior do que 5% em ativos digitais na sua carteira.

Compartilhe

CHEGAMOS AO FIM

Acabou: Laboratório responsável pela Terra (LUNA) pagará US$ 4,5 bilhões para SEC e encerrará atividades — como fica “nova” criptomoeda agora?

13 de junho de 2024 - 19:15

Chris Amani, CEO da Terraform Labs, publicou no X, antigo Twitter, que, a partir de agora, a comunidade da criptomoeda Terra é quem cuidará do protocolo

MELHORES DO ANO

Enquanto EUA celebram primeiros ETFs de criptomoeda, Brasil tem 11 fundos do tipo — que tiveram o melhor desempenho de 2024 até agora; veja

13 de junho de 2024 - 6:22

Só em 2024, o bitcoin avançou cerca de 60%, enquanto os ETFs brasileiros também têm variações positivas, na casa dos dois dígitos — vão de 14% e chegam a 69%

RALI EM CRIPTO

Bitcoin (BTC) passa pelo primeiro teste de fogo e mira os US$ 70 mil, mas segundo round pode ser ainda mais difícil de superar; entenda

12 de junho de 2024 - 11:03

O começo eletrizante dos negócios nesta quarta-feira (12) se deve à divulgação do índice de preços ao consumidor (CPI, em inglês) dos EUA

CRYPTO INSIGHTS

Até quando o bitcoin (BTC) vai ficar de lado?

11 de junho de 2024 - 19:31

Não estamos ainda no auge do bull market, pois o fator fundamental para isso (liquidez) ainda está em níveis não favoráveis para as conhecidas e tão desejadas alavancadas de preço

NEGATIVO

Entenda os dois fatores que fizeram o bitcoin (BTC) cair quase 4% hoje e derrubam o mercado de criptomoedas

11 de junho de 2024 - 11:03

No caso das criptomoedas, as liquidações nas últimas 24h cresceram mais de 200%, atingindo o patamar de US$ 195,41 milhões, segundo o CoinGlass

EM ALTA

Bitcoin (BTC) supera fase de consolidação de preços e toca os US$ 71 mil; ethereum (ETH) e outras criptomoedas sobem hoje

4 de junho de 2024 - 15:10

O último grande evento do mercado havia sido a aprovação dos primeiros ETFs de ethereum (ETH) à vista (spot) dos Estados Unidos

SEM LASTRO NEM RASTRO

A incrível história da ‘rainha cripto’ que deu um golpe de mais de R$ 20 bilhões — e hoje ninguém sabe se ela está escondida ou morta

3 de junho de 2024 - 16:06

Conhecida como rainha cripto, Ruja Ignatova não é vista desde 2017 — e especula-se que isso tenha relação com seu suposto envolvimento com um mafioso búlgaro

FIM DE SEMANA EM CRIPTO

O que a aprovação do primeiro ETF de ethereum (ETH) à vista dos EUA tem a ver com o bitcoin (BTC) na Zona da Banana; entenda aqui

1 de junho de 2024 - 15:37

A maior criptomoeda do mundo “estacionou” no patamar próximo dos US$ 68 mil, enquanto as demais moedas também tem valorizações modestas

AVANÇO NO BRASIL

Circle, emissora da stablecoin USDC (USDC), firma parceria com BTG Pactual (BPAC11) e Nubank (ROXO34) para oferecer ‘dólar digital’ aos clientes

29 de maio de 2024 - 14:00

O anúncio acontece pouco mais de uma semana após o banco central publicar seu cronograma de regulação de stablecoins

SALTO EM CRIPTO

Aprovação do ETF de ethereum (ETH) impulsiona criptomoedas hoje; bitcoin (BTC) salta para US$ 70 mil

27 de maio de 2024 - 14:14

Quatro meses depois da aprovação dos primeiros ETFs de bitcoin à vista (spot), o mercado celebra a mesma notícia, mas agora para o ethereum (ETH)

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar