🔴 5 MOEDAS PARA MULTIPLICAR SEU INVESTIMENTO EM ATÉ 400X – VEJA COMO ACESSAR LISTA

Wall Street pressiona Ibovespa, o balanço do 4T22 da Oi (OIBR3) e as novidades do mundo dos FIIs; confira os destaques do dia

23 de maio de 2023
18:51
Foto de um semáforo com a luz verde no cruzamento de Wall Street; imagem ilustra os mercados acionários e o comportamento da bolsa e do Ibovespa
Imagem: Shutterstock

A mestre de obras e guardiã do Tesouro americano, Janet Yellen, já avisou: se o teto da dívida dos Estados Unidos não for reformado e elevado, a maior economia do mundo pode parar de honrar com os seus compromissos financeiros já no primeiro dia de junho.

A administração Biden tenta arquitetar um teto que conserve os planos do governo de continuar expandindo os gastos sociais e de investimento em uma economia mais verde e sustentável. Já os congressistas republicanos, que detêm a maioria na Câmara, olham para questões estruturais — e, como engenheiros desse projeto, exigem contrapartidas para aprovar a reforma.

Ao longo da história, o teto da dívida pública americana ganhou um puxadinho mais de 80 vezes — sendo três deles ao longo da gestão de Donald Trump. E esse é um fato rotineiramente utilizado no debate entre os dois principais partidos do país.

Os democratas, liderados por Joe Biden, batem na tecla de que, nos últimos anos, a expansão no teto não veio atrelada a medidas de austeridade fiscal e corte de gastos. Já os republicanos fazem questão de lembrar que a aprovação da medida só ocorrerá se o governo aceitar o corte nas despesas — principalmente as ligadas a programas sociais —, deixando de fora um eventual aumento da carga tributária.

Esse é o enredo que se desenrola nas últimas semanas, deixando as bolsas americanas próximas da estabilidade, mas o tempo está se esgotando. Ontem, Biden e o presidente da Câmara dos Representantes chegaram a se reunir e se mostraram otimistas com as negociações, mas um novo dia se encerrou sem um desfecho favorável.

Enquanto os responsáveis não acertam os detalhes finais da planta, o mercado financeiro fica apreensivo — com a curva de juros pressionada e Nova York no vermelho.

Ao contrário do que ocorre nos Estados Unidos, a reforma do cenário fiscal brasileiro parece bem encaminhada — com os engenheiros-chefes Arthur Lira, Rodrigo Pacheco, Fernando Haddad e Roberto Campos Neto mostrando confiança que a união dos Poderes levará ao sucesso da empreitada.

Puxado por empresas petroleiras e produtoras de papel e celulose, o Ibovespa parecia destinado a ignorar a cautela vista em Wall Street, mas acabou cedendo.

O principal índice da bolsa brasileira encerrou o dia em queda de 0,26%, aos 109.928 pontos. O dólar à vista teve leve alta de 0,03%, a R$ 4,9722. 

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta terça-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo e as ações com o melhor e o pior desempenho do Ibovespa.

Confira outras notícias que mexem com o seu dinheiro

OPORTUNIDADE NA BOLSA?
BTG Pactual eleva preço-alvo para ações da XP. É hora de comprar? Para a equipe de análise do banco, os papéis da corretora negociados em Wall Street estão baratos e têm potencial para subir 13% em relação às cotações atuais.

ANTES TARDE DO QUE NUNCA
Após vários atrasos, Oi (OIBR3) revela seu balanço referente ao quarto trimestre de 2022 — veja os números. Em sua segunda recuperação judicial, a companhia registrou um prejuízo líquido de R$ 17,6 bilhões nos últimos três meses do ano passado.

NEGÓCIOS
Valid anuncia aquisição que pode passar de R$ 40 milhões; ações sobem quase 30% em um mês na B3. A empresa fechou a compra da Flexdoc, que atua na automação de processos e validação de dados e documentos.

TIJOLO EM DESTAQUE
Fundo TRXF11 vende imóvel com lucro milionário e pode distribuir dividendos extraordinários. O empreendimento em questão está atualmente locado para o Grupo Pão de Açúcar e foi negociado por uma soma superior a seu valor de mercado.

PARABÉNS! SEU ACESSO FOI LIBERADO 
Agora você pode fazer parte do grupo do Seu Dinheiro no Telegram. Nossa equipe de repórteres especiais está lá. Eles circulam entre os grandes tubarões do mercado para enviar informações exclusivas que impactam seu patrimônio por lá. Clique aqui e participe de graça!

Compartilhe

Especial IR

Me mudei para Portugal, mas não entreguei a Declaração de Saída Definitiva do País; como regularizar a situação?

18 de maio de 2024 - 8:00

Documento serve para encerrar as obrigações fiscais do contribuinte no Brasil, mas este leitor não a entregou e agora recebeu uma herança

SEXTOU COM O RUY

A Petrobras (PETR4) desabou mais uma vez: surge uma barganha na bolsa com dividendos bilionários?

17 de maio de 2024 - 6:04

Nas últimas várias trocas no comando da Petrobras, não tivemos grandes mudanças no dia a dia da companhia, o que inclusive permitiu ótimos pagamentos de dividendos nos últimos anos, mesmo com CEOs distintos — será que agora também vai ser assim?

CRYPTO INSIGHTS

Os sinais favoritos para entender o curto prazo do bitcoin (BTC)

14 de maio de 2024 - 19:17

A tendência macroeconômica é de expansão de liquidez, e os indicadores de curto prazo que mais gosto estão favorecendo a tese de que estamos próximos do fundo local para a mais recente correção do mercado

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Vai piorar antes de melhorar? Milei começa a arrumar uma Argentina economicamente destruída

14 de maio de 2024 - 6:01

Em poucos meses, Milei conseguiu diminuir inflação, cortar os juros e aumentar reservas do Banco Central da Argentina, mas custo social é alto

EXILE ON WALL STREET

Felipe Miranda: O real vai morrer aos 30?

13 de maio de 2024 - 20:01

A decisão do Copom na semana passada foi inequivocamente ruim. Quando você tem um colegiado dividido entre os “novos” e os “velhos”, alimentam-se os piores medos. O Copom deveria saber disso.

Especial IR

Dúvidas cruéis sobre declaração de ações no IR: isenção, retificação, mudança de ticker, prejuízos e investimento no exterior

11 de maio de 2024 - 8:00

A Dinheirista responde algumas das suas dúvidas mais cabeludas sobre como declarar ações no imposto de renda

SEXTOU COM O RUY

Bolsa barata não basta: enquanto os astros locais não se alinham, esses ativos são indispensáveis para a sua carteira

10 de maio de 2024 - 6:07

Eu sei que você não tem sangue de barata para deixar todo o patrimônio em ações brasileiras – eu também não me sinto confortável em ver os meus ativos caindo. Mas há opções para amenizar as turbulências internas.

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Selic — uma decisão com base em dados, não em datas

8 de maio de 2024 - 16:42

Hoje em dia, ao que parece, tudo tem que terminar cedo, e bebidas alcoólicas são proibidas. Por conseguinte, os debates deram lugar a decisões secas e comunicados pragmáticos

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Divididos entre o conservadorismo salutar e a cautela exagerada, Copom e Campos Neto enfrentam um dilema

7 de maio de 2024 - 6:18

Os próximos passos do Copom dependem, em grande medida, da reação da economia norte-americana à política monetária do Fed

EXILE ON WALL STREET

Tony Volpon: Mantendo a esperança nas bolsas americanas

6 de maio de 2024 - 20:01

Começamos maio de forma bem mais positiva do que foi abril — sigo uma regra que, se não infalível, tem uma taxa de acerto bastante alta: se o payroll for positivo, o mês será positivo para as bolsas americanas

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar