🔴 MELHORES MOMENTOS DO MACRO SUMMIT BRASIL 2024 – ASSISTA AQUI

Dividendos da Petrobras (PETR4) estão ameaçados? Confira o que mexeu com a cotação da estatal e pressionou o Ibovespa hoje

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta quinta-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo

26 de janeiro de 2023
18:49
dividendos petrobras petr4
Imagem: Adobe Stock/Shutterstock/Montagem Giovanna Figueredo

Qualquer mudança na diretoria da Petrobras (PETR4) mexe com o mercado acionário brasileiro. Afinal, trata-se da maior petroleira do país, uma gigante entre as estatais do governo federal e um peso-pesado na carteira do Ibovespa.

Quando a alteração envolve um nome controverso para o mais alto cargo do comando, como ocorreu nesta quinta-feira (26), o efeito é potencializado.

conselho de administração da Petrobras aprovou hoje o indicado do presidente Lula (PT) para a presidência da companhia. Jean Paul Prates é crítico da política de preços da estatal, seu foco nas operações no pré-sal e a distribuição de dividendos bilionários.

Antes de receber o sinal verde dos conselheiros, o ex-senador já havia garantido que não haverá uma intervenção no preço dos combustíveis em uma tentativa de acalmar os ânimos do mercado. 

Mas Prates ainda não retificou suas falas sobre os proventos da estatal, que é a maior pagadora de dividendos do mundo. “Uma empresa de longo prazo não pode só ficar tirando pré-sal do fundo do mar e distribuindo dividendos", declarou ele no início deste mês.

A aprovação de sua indicação levou a uma forte queda das ações da Petrobras na B3 e também no exterior. Os papéis encerraram o dia longe das mínimas — o tombo foi suavizado pelo avanço do petróleo no mercado internacional —, mas ainda no vermelho.

O recuo pressionou o Ibovespa. Vale relembrar que, sozinhas, as ações ordinárias e preferenciais da Petrobras representam mais de 11% da carteira teórica do índice e podem definir o rumo de um pregão.

Esse quase foi o caso hoje. A queda do Ibovespa só não foi maior pois foi parcialmente compensada pela boa performance das mineradoras e siderúrgicas, embaladas pela retomada das negociações do minério de ferro na China após o feriado do Ano Novo Lunar.

Outra fonte de alívio foi o exterior positivo. Com a agenda econômica esvaziada na Europa, as bolsas do continente fecharam em alta. Já os principais índices de Wall Street subiram na esteira da temporada de balanços e do PIB dos Estados Unidos mais forte que o previsto no quarto trimestre.

Com isso, o Ibovespa fechou em leve queda de 0,08%, aos 114.177 pontos. O dólar à vista também registrou um modesto recuo de 0,11%, cotado em R$ 5,0745.

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta quinta-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo e as ações com o melhor e o pior desempenho do Ibovespa.

Confira outras notícias que mexem com o seu dinheiro

NO CADERNINHO
HGLG11 e outros seis fundos imobiliários estão na lista de credores da Americanas (AMER3). A empresa deve mais de R$ 41 bilhões na praça, e ao menos R$ 8,8 bilhões deveriam ir para o caixa dos sete FIIs.

REVISÃO
JP Morgan está mais pessimista com o setor de papel e celulose e corta recomendação para Suzano (SUZB3) e Klabin (KLBN11). Na avaliação do banco, os resultados das duas empresas para os próximos meses devem ser afetados pela cotação da commodity.

NÃO VIBROU
Vibra Energia sem combustível? Saiba por que o Citi cortou o preço-alvo para VBBR3. A nova meta para os papéis é R$ 27 e não mais de R$ 30, o que representa um potencial de valorização de 69% em relação ao fechamento desta quinta-feira (26).

TEM FUNDAMENTO?
CVM pede explicações à Oi (OIBR3) após ação disparar 90% em 4 pregões; acionistas querem destituir conselho. Mesmo com a alta recente, os papéis da empresa acumulam queda de 77% nos últimos 12 meses. Em cinco anos, a operadora perdeu mais de 90% do valor na B3.

O ‘NOVO PETRÓLEO’ FOI ENCONTRADO 
Em um conteúdo exclusivo, o analista e colunista do Seu Dinheiro, Matheus Spiess, fala sobre a commodity que pode ser uma das mais desejadas pelos gigantes globais nos próximos anos e revela como você pode se dar bem com isso. Clique aqui e descubra detalhes

Compartilhe

SEXTOU COM O RUY

Enquanto você se preocupa com a Oi (OIBR3), esta empresa da B3 virou a campeã de qualidade no serviço de internet – e ainda está barata na bolsa

12 de abril de 2024 - 6:07

Para se diferenciar, essa companhia construiu uma infraestrutura de qualidade, que tem proporcionado prêmios de internet fixa mais rápida do Estado de São Paulo, à frente das gigantes de telecom

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Quintal da China, quintal do mundo

10 de abril de 2024 - 19:15

Se a economia chinesa sofre, nós necessariamente compartilhamos dessa desgraça?

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Juro real de volta aos 6%: com bolsa na pior e dólar nas alturas, essa é uma nova oportunidade?

9 de abril de 2024 - 6:40

Uma regra prática comum para investimentos em renda fixa no Brasil sugere vender títulos quando os juros reais atingem 3% e comprá-los a 6%

EXILE ON WALL STREET

Além do bitcoin (BTC): esta carteira já rendeu 447% acima da maior criptomoeda do mercado

8 de abril de 2024 - 20:01

Acredito que exista uma forma melhor de pensar sobre a ciclicidade do preço do bitcoin (BTC), que historicamente nos ajudou a gerar alfa neste mercado

BOMBOU NO SD

Argentina entra na rota de ‘paraíso fiscal’, China encara mesma crise do Japão e inteligência artificial “sugando” o Ibovespa — veja tudo o que foi destaque na semana

6 de abril de 2024 - 13:36

A crise e os seus reflexos no país vizinho no Brasil despertaram o interesse dos leitores do Seu Dinheiro nos últimos dias

IR 2024

Pago escola e plano de saúde de um filho ilegítimo; posso abater esses gastos no imposto de renda?

6 de abril de 2024 - 8:00

Filho não assumido rende deduções no imposto de renda? A Dinheirista responde dúvidas de leitores sobre o IR 2024

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Lições da renda fixa — um intervalo assimétrico

3 de abril de 2024 - 20:01

De 2010 para cá, mediante a ajuda da balança comercial, a maturação do Copom e a lapidação das metas fiscais, os juros reais passaram a respeitar uma zona limítrofe de 3% a 6%, com raras exceções

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

A inteligência artificial está “sugando” recursos das bolsas — inclusive do nosso Ibovespa

2 de abril de 2024 - 6:58

No início dos anos 2000, se entendia que os mercados emergentes, de alguma forma, se aproximariam dos desenvolvidos

EXILE ON WALL STREET

Tony Volpon: E se a inflação superar a meta do Fed? Precificando o “no landing” dos juros nos Estados Unidos

1 de abril de 2024 - 20:01

O Fed sinalizou três cortes de juros de 0.25% neste ano. Mas, como em 2023, vale a pena perguntar: e se o esperado não acontecer?

de repente no mercado

A ‘virada de chave’ do Magalu, melhores investimentos para abril, ‘boom’ dos FIIs e um guia para investir (ou não) em PETR4

31 de março de 2024 - 12:00

E mais: análise do 4T23 de Equatorial (EQTL3); veja os destaques da semana na ‘De repente no mercado’

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies