🔴 AS BIG TECHS ESTÃO ‘SUGANDO’ DINHEIRO DA BOLSA BRASILEIRA? – VEJA COMO SE PROTEGER

Balanços dos ‘bancões’ e críticas de Lula ao BC movimentam o Ibovespa; confira os destaques da semana na bolsa

Veja tudo o que movimentou os mercados sexta-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo

10 de fevereiro de 2023
19:21
B3 - B3SA3 - XP possível concorrência - Ibovespa

O feriado de Carnaval ainda está a mais de uma semana de distância, mas os blocos de foliões já dominam as ruas das principais cidades brasileiras desde o início do mês, em um calendário pré-festa que se estende cada vez mais.

Assim também é a temporada de balanços da B3. Os dias mais cheios de desfiles de resultados financeiros ainda estão por vir, mas dois dos maiores bancos privados brasileiros colocaram o mercado para dançar com a divulgação de seus números nesta semana.

A trilha sonora do Itaú (ITUB4) foi mais alegre, já que a instituição financeira quebrou seu próprio recorde e registrou lucro gerencial de R$ 30,8 bilhões no ano passado. A cifra representa um aumento de 14,5% em relação a 2021.

Já o bloco Unidos da Cidade de Deus — que desfila pelo famoso bairro osasquense onde está localizada a matriz do Bradesco (BBDC4) — choveu na festa dos investidores.

Um dos principais credores da Americanas, o Bradesco provisionou 100% de sua exposição à varejista. Com isso, o lucro líquido do quarto trimestre registrou um tombo de 76% em relação ao mesmo período de 2021, para R$ 1,59 bilhão.

Outra folia frustrada foi a dos acionistas da Alpargatas. O balanço da dona da Havaianas mostrou um prejuízo líquido consolidado de R$ 21 milhões no quarto trimestre de 2022 e provocou uma queda brusca das ações.

O mau desempenho de hoje, com um recuo de 18,6%, levou a companhia direto para a ponta negativa do Ibovespa na semana. Os papéis ALPA4 acumularam uma queda de mais de 24% nos últimos cinco dias. 

Nem só de balanços, porém, foi feito o pré-Carnaval da bolsa. Um embate entre os bonecos de Olinda da B3, gigantes da política federal e econômica, também marcou a semana.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) voltou a criticar publicamente a insistência do Banco Central em manter os juros na casa dos 13,75% ao ano. 

A resposta de Roberto Campos Neto, presidente do BC, e dos outros diretores da autarquia veio na forma da ata da última reunião do Copom. O documento detalhou as preocupações do órgão com a inflação de forma mais extensa que o normal.

Para acalmar os foliões, o ministro Alexandre Padilha subiu no trio elétrico e declarou que não há propostas para rever a autonomia do BC ou para pressionar os mandatos de RCN ou o de outros diretores, ainda que tenha defendido que a sociedade cobre a boa atuação do banco central. 

Com tantos blocos diferentes desfilando pelas avenidas da bolsa brasileira, o Ibovespa ficou um pouco sem rumo e fechou a sexta-feira (10) próximo do ‘zero a zero’.

No saldo final, os acadêmicos do pessimismo venceram e o índice acumulou queda de 0,41% na semana, aos 108.078 pontos, enquanto o dólar à vista subiu 1,44% no período, a R$ 52219.

Veja tudo o que movimentou os mercados sexta-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo e as ações com o melhor e o pior desempenho do Ibovespa.

Confira outras notícias que mexem com o seu dinheiro

MOMENTO DIFERENTE
Lucro do Bradesco em 2023 pode ficar até 40% abaixo do Itaú; ações BBDC4 desabam após balanço do 4T22. Resultado dos últimos três meses do ano passado foi considerado fraco e analistas ficaram preocupados com guidance de provisões contra devedores duvidosos.

ANÁLISE
Na opinião dos bancos, Usiminas (USIM5) trouxe resultado fraco e preocupações com a companhia continuam. Um dos pontos que acendeu um alerta no mercado é o aumento da projeção de investimentos que a empresa fará neste ano.

OS FIIS NO BAILE DA RJ
O calote da Americanas (AMER3) chegou para os fundos imobiliários de shopping — saiba o que esperar após varejista informar que não pagará aluguéis atrasados de lojas. A blindagem das dívidas da varejista já afetava os FIIs de renda urbana.

MUDANÇA NAS OPERAÇÕES
Chegou ao Brasil: Google inicia rodada de demissões anunciada há quase um mês; Yahoo deve encerrar atividades em breve. Entre as áreas afetadas da gigante de tecnologia estão o setor comercial para grandes empresas, produtos financeiros, dados, projetos e marketing.

ESCALADA DO CONFLITO
Armado até os dentes: Putin prepara grande ataque russo para marcar um ano de guerra; veja os planos dele. O cenário escolhido para o combate é Donbass, a região localizada no leste da Ucrânia e que já está sentindo os primeiros efeitos da ofensiva de Moscou.

Compartilhe

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ligando os pontos na bolsa: em dia de dot plot do Fed, inflação e rumo dos juros nos EUA ganham destaque; confira essas e outras notícias que mexem com o seu bolso hoje

12 de junho de 2024 - 8:37

Enquanto investidores também aproveitam o Dia dos Namorados, perda da dominância do dólar, recompra de ações da Rede D’Or e MP do PIS/Cofins entram no rada

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

O fundo do poço está próximo? Decisão do Fed sobre juros nos EUA, inflação no Brasil, fusão no setor de saúde e outros destaques do dia que indicam o tom do Ibovespa

11 de junho de 2024 - 8:42

Mercado aguarda posicionamento do Fed sobre inflação nos EUA nesta quarta-feira; nova marca de gestora de FII e compra milionária da Ultragaz também entram no radar dos investidores

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Semana de decisão: Postura do Fed sobre juros e inflação nos EUA vão definir rumo dos mercados no curto prazo

11 de junho de 2024 - 6:51

A quarta-feira será crucial para a narrativa macroeconômica global — e países emergentes como o Brasil podem estar prestes a receber uma má notícia

EXILE ON WALL STREET

Tony Volpon: Samba de uma nota só

10 de junho de 2024 - 20:01

A bolsa americana vem dançando junto com a Inteligência Artificial há um tempo, mas agora ela está focada em uma única empresa: a Nvidia

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa tenta preservar os dedos em meio ao tom negativo das bolsas internacionais, juros nos EUA, IPCA no Brasil e outras notícias que agitam os mercados

10 de junho de 2024 - 8:27

FIIs favoritos para junho, parceria do Brasil com a dona do AliExpress e ajuda ao RS também ganham destaque no radar dos investidores nesta segunda-feira

Mande sua pergunta!

Quero o divórcio, mas moro nos EUA com visto de acompanhante e nossos bens estão em nome de terceiros; e agora?

8 de junho de 2024 - 8:00

Ela ainda não obteve o green card, e ainda teme ficar sem nada após o divórcio, pois os bens da família não estão no nome do marido

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa entre piques e repiques: Bolsa brasileira fica a reboque de dados do payroll nos EUA; confira o que movimenta os mercados hoje

7 de junho de 2024 - 8:34

Ibovespa rompe sequência de quedas e novos ganhos estão sujeitos a dados econômicos dos EUA; mercados também digerem PIB na zona do Euro e superávit comercial da China

SEXTOU COM O RUY

Lucros e dividendos das seguradoras estão em risco após as enchentes? Não para a minha preferida do setor

7 de junho de 2024 - 6:09

Não espero grande redução do lucro por conta da catástrofe nos resultados dessa companhia que, além de um histórico operacional muito resiliente, negocia por múltiplos interessantes

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Na torcida pelos nossos concorrentes

5 de junho de 2024 - 20:01

A decepção com nossos concorrentes México e Índia pode trazer bons frutos para o Brasil?

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Uma vela para cada santo na bolsa: Em dificuldade para acompanhar altas em Wall Street, Ibovespa busca fôlego para voltar a subir

5 de junho de 2024 - 8:27

Expectativas de corte de juros na zona do euro, dados de atividade econômica nos EUA e produção industrial em abril do Brasil agitam as bolsas nesta quarta-feira

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar