🔴 NOVA META: RENDA EXTRA DE ATÉ R$ 2 MIL POR DIA – SAIBA COMO

Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
NO CADERNINHO

HGLG11 e outros seis fundos imobiliários estão na lista de credores da Americanas (AMER3); veja quanto a varejista deve para os FIIs

A empresa deve mais de R$ 41 bilhões na praça, e ao menos R$ 8,8 bilhões deveriam ir para o caixa dos sete FIIs

Larissa Vitória
Larissa Vitória
26 de janeiro de 2023
13:24 - atualizado às 14:06
Rombo das Americanas - SD | Fundo imobiliário

Com mais de 8 mil nomes, a lista de credores da Americanas (AMER3) mostra que a varejista acumulou débitos com pessoas físicas e jurídicas de diversos setores. Sete fundos imobiliários também não escaparam da recuperação judicial da companhia e aparecem no levantamento.

A empresa deve mais de R$ 41 bilhões na praça, e ao menos R$ 8,8 bilhões deveriam ir para o caixa dos sete FIIs. Vale informar que esse não é o total de fundos que mantêm algum tipo de relação comercial com a Americanas, apenas os que aparecem na lista entregue à Justiça.

Do total devido aos fundos imobiliários, o maior débito da Americanas é com o CSHG Logística (HGLG11). A varejista locava um dos galpões do fundo, mas ele pediu a devolução integral do imóvel em julho do ano passado. 

O contrato de locação previa o cumprimento de aviso prévio de seis meses, além de uma multa que, segundo informações do HGLG11, chega a aproximadamente R$ 10 milhões. Já a Americanas cita uma dívida de R$ 5,36 bilhões no documento oficial.

O pagamento da multa deveria ser feito no final deste mês, quando está prevista a conclusão do processo de devolução. Mas, com a companhia em período de blindagem, não é provável que o fundo receba o dinheiro em breve.

O HGLG11 — que é o segundo maior FII da indústria em número de cotistas, com 334,8 mil investidores — não informou qual será o impacto de um possível calote. O galpão em questão é um dos 20 ativos no portfólio do fundo e representa 5,28% da receita contratada.

VEJA TAMBÉM - Americanas não é o único fracasso de Lemann e sócios: veja outros 3 grandes desastres do trio

Americanas (AMER3) pode secar dividendos do MAXR11?

O peso da Americanas para os ganhos é ainda maior no caso de outro FII presente na lista de credores, o Max Retail (MAXR11). Apesar do valor da dívida atual ser menor, R$ 514,1 mil, a varejista é responsável por 57,9% da receita do fundo.

Segundo fato relevante divulgado ontem pelo fundo imobiliário, a cifra é referente aos aluguéis de dezembro de 2022 e equivale a R$ 0,46 por cota. A companhia loca seis dos dez ativos que compõem a carteira do MAXR11. 

A cifra elevada — para se ter uma noção do impacto, o fundo distribuiu R$ 0,65 por cota em dividendos em dezembro — preocupa seus pouco mais de 4,1 mil cotistas e provoca reflexos no mercado secundário. O FII recua 12,6% desde a descoberta do escândalo contábil.

Quais são os outros fundos imobiliários na lista de credores

Além dos fundos imobiliários já citados, outros cinco FIIs também estão incluídos no processo de recuperação judicial da Americanas.

Para dois deles, Bresco Logística (BRCO11) e XP Log (XPLG11), os negócios com a varejista trazem 8% da receita.

No caso do XPLG11, o elo com a companhia é um imóvel localizado em Seropédica, no Rio de Janeiro, e locado até julho de 2026. A dívida atual é de R$ 849,4 mil, mas o valor pode subir em caso de quebra de contrato.

Já o BRCO11 não especificou em relatórios qual de seus galpões foi alugado para a companhia. Mas a dívida é de R$ 667,8 mil, de acordo com o levantamento da empresa.

A ausência de informações sobre a relação comercial com a Americanas também está presente no caso dos fundos Ancar IC Shopping (ANCR11B) e Vida Nova (FIVN11), que não divulgam o detalhamento de seus ativos e locatários.

A Americanas deve R$ 619,6 mil para o ANCR11B — que tem apenas 58 cotistas e um patrimônio líquido de R$ 1,5 bilhão — e R$ 14,5 mil para o FIVN11 e seus 3.951 investidores.

O último FII na lista de credores da companhia, com uma dívida de R$ 777,9 mil, é o RB Capital Petros, um fundo não listado.

Compartilhe

DESTAQUES DA BOLSA

Falta de apetite chinês derruba as ações de Vale (VALE3), Gerdau (GGBR4) e CSN (CSNA3); mineradoras e siderúrgicas lideram quedas do Ibovespa hoje

23 de julho de 2024 - 14:18

A performance dos papéis reflete a queda da matéria-prima do aço no mercado internacional pelo segundo dia consecutivo

Novo indicador no mercado

Novo índice da B3 combina ações e BDRs mais negociados; confira os detalhes

22 de julho de 2024 - 18:17

Bolsa prepara para agosto o lançamento do novo indicador, que reunirá as ações do Ibovespa com recibos de ações de empresas internacionais

RECOMENDAÇÕES DE VENDA

HCTR11, DEVA11 e IRDM11: por que você deveria evitar esses três fundos imobiliários, na visão do Itaú BBA

22 de julho de 2024 - 14:50

O banco de investimentos analisou as perspectivas para diversos nomes do segmento de acordo com o contexto do mercado, a qualidade do portfólio, histórico e experiência da gestão

RECOMENDAÇÕES DA CLASSE

Dividendos altos e portfólios robustos: KNSC11, KNIP11 e outros seis fundos imobiliários de ‘papel’ para comprar agora, segundo o Itaú BBA

22 de julho de 2024 - 13:49

Os fundos que investem em títulos de crédito do setor imobiliário são tema de um relatório publicado pelo banco de investimentos hoje

EMISSÃO DE COTAS

HGRU11 quer captar até R$ 1,5 bilhão na bolsa e oferece um ‘desconto’ nas cotas, mas nem todo mundo poderá participar da oferta; entenda

22 de julho de 2024 - 12:35

A oferta é destinada exclusivamente a investidores profissionais, mas há uma exceção

ANOTE NO CALENDÁRIO

Agenda econômica: semana das big techs divide espaço com inflação e PIB dos EUA e congelamento de despesas; fique por dentro

22 de julho de 2024 - 7:01

Ganha destaque a próxima divulgação do Boletim Focus, com expectativas em relação a mudanças após o anúncio de R$ 15 bi em contingenciamento de despesas do governo

ENTREVISTA EXCLUSIVA

Bradesco Asset revela cinco apostas em ações para lucrar na bolsa brasileira — e um setor para manter distância

22 de julho de 2024 - 6:04

Ao Seu Dinheiro, Rodrigo Santoro Geraldes conta que a gestora também possui quatro apostas na carteira de ações fora do Ibovespa

FRIGORÍFICOS

Problemas para a BRF (BRFS3) e a JBS (JBSS3)? Brasil suspende exportações de carne de aves para 44 países — e a China é um deles

20 de julho de 2024 - 12:19

O Ministério da Agricultura decidiu voluntariamente paralisar as exportações de carnes de aves e seus produtos, com restrições que variam de acordo com os mercados

DÁ O PLAY!

Agora vai? Por que a bolsa brasileira despertou em julho e o que esperar das ações agora

20 de julho de 2024 - 11:00

Ibovespa já acumula alta de 3% em julho, depois de quase perder os 120 mil pontos no último mês; mas as ações finalmente vão decolar, ou será mais um voo de galinha?

BOLSA NA SEMANA

Por que as ações do Pão de Açúcar (PCAR3) desabaram 13% e lideraram as perdas do Ibovespa na semana — enquanto Usiminas (USIM5) subiu 5%?

20 de julho de 2024 - 9:22

As ações do Pão de Açúcar atraíram os holofotes dos investidores na semana após uma sangria na bolsa brasileira. Veja o que está por trás da queda dos papéis

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar