A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2022-07-12T09:59:43-03:00
Ana Carolina Neira
Jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero com especialização em Macroeconomia e Finanças (FGV) e pós-graduação em Mercado Financeiro e de Capitais (PUC-Minas). Com passagens pelo portal R7, revista IstoÉ e os jornais DCI, Agora SP (Grupo Folha), Estadão e Valor Econômico, também trabalhou na comunicação estratégica de gestoras do mercado financeiro.
PARCERIA

Para dar um gás: Ultrapar (UGPA3) e Supergasbrás pedem autorização para compartilhar operações de GLP

Parceria da Ultrapar (UGPA3) inclui o uso de toda a infraestrutura das bases de armazenamento e envaze de gás de cozinha (GLP)

12 de julho de 2022
9:59
ultrapar
Ultrapar - Imagem: Shutterstock

Seguindo o caminho de reorganizar seus negócios, a Ultrapar (UGPA3) informou nesta terça-feira (12) ter pedido autorização para compartilhar as operações da Ultragaz com a Supergasbrás. A parceria inclui também o uso de toda a infraestrutura das bases de armazenamento e envaze de gás de cozinha (GLP).

Agora, o negócio depende da aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

O objetivo é aproveitar as eficiências operacionais de cada empresa, permitindo, entre outras coisas, que a Ultragaz amplie sua presença no mercado, passando das atuais 19 bases para um total de 25.

O documento enviado pela Ultrapar (UGPA3) também reforça que não haverá alterações na operação comercial das companhias.

Outro negócio importante para a Ultrapar (UGPA3)

Dona da rede de postos Ipiranga, a Ultrapar (UGPA3) vem se movimentando bastante no mercado nos últimos anos, em busca de ganhar mais eficiência e gerar valor aos negócios geridos pela empresa.

Um desses movimentos ganhou a autorização do Cade há poucas semanas: a venda da Extrafarma para a Pague Menos (PGMN3).

A operação milionária demorou mais de um ano para ser aprovada com restrições, mas representa um passo importante para a companhia, já que fazia parte do processo de enxugamento de seu portfólio. Neste caso, a rede de farmácias não tinha grandes impactos no balanço de sua controladora.

Reação das ações

Os papéis da Ultrapar (UGPA3) na bolsa estão entre os que sofrem com o clima de aversão ao risco ao longo deste ano. Desde o início de 2022, as ações recuam 16,8%. No entanto, alguns analistas do mercado acreditam que esse ainda é um ativo "atrasado". Ou seja, a holding pode se beneficiar tanto de sua revisão de portfólio quanto do ambiente de competição entre distribuidores de combustível.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

BALANÇO

Inter (INBR31) reverte prejuízo em lucro de R$ 15,5 milhões no segundo trimestre; confira os números

15 de agosto de 2022 - 21:01

No semestre encerrado em 30 de junho de 2022, o Inter superou a marca de 20 milhões de clientes, que equivale a 22% de crescimento no período

BALANÇO DA HOLDING

Lucro líquido da Itaúsa (ITSA4) recua 12,5% no segundo trimestre, mas holding anuncia JCP adicional; confira os destaques do balanço

15 de agosto de 2022 - 19:52

A Itaúsa (ITSA4) esperou até o último dia da temporada de balanços para revelar os números do segundo trimestre. E a paciência dos investidores não foi recompensanda: a companhia lucrou R$ 3 bilhões, uma queda de 12,5% na comparação com o mesmo período do ano passado. O retorno sobre o patrimônio líquido (ROE) sobre o […]

BALANÇO

Resultado da Méliuz (CASH3) piora e empresa de cashback registra prejuízo líquido de R$ 28,2 milhões no segundo trimestre

15 de agosto de 2022 - 19:07

Os papéis da Méliuz amargam perdas de 87% no ano, mas entraram no mês de agosto em tom mais positivo, com ganho mensal de 7%

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Magazine Luiza (MGLU3) dá a volta por cima, XP vai às compras e futuro do ethereum; confira os destaques do dia

15 de agosto de 2022 - 18:52

Há pouco mais de dois meses, quando conversei com diversos analistas e gestores de mercado sobre as expectativas para o segundo semestre, poucos foram aqueles que apostaram nos setores de grande exposição à economia doméstica como boas alternativas para a segunda metade do ano.  Não que empresas ex-queridinhas como Magazine Luiza (MGLU3), Via (VIIA3) e […]

ACIONISTAS FELIZES

Dividendos: Itaúsa (ITSA4) pagará JCP adicional e data de corte é nesta semana; veja como receber

15 de agosto de 2022 - 18:47

Vale lembrar que, após a data de corte, as ações serão negociadas “ex-direitos” e passarão por um ajuste na cotação referente aos proventos já alocados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies