🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-05-30T14:37:22-03:00
Camille Lima
DISPUTA JUDICIAL EM HOLLYWOOD

Johnny Depp ou Amber Heard: Quem vencerá o processo? Um júri nos Estados Unidos decidirá amanhã; entenda o caso

A batalha pública dos atores acontece desde 2016. Após seis semanas de depoimentos, o processo chegou ao fim nos tribunais. Agora, o veredicto está nas mãos dos jurados

30 de maio de 2022
14:37
Amber Heard e Johnny Depp
Amber Heard e Johnny Depp - Imagem: Reprodução

A cultura do cancelamento é um fenômeno real da sociedade. O ato de julgar é inerente ao ser humano, mas a internet transformou as opiniões em verdadeiros tribunais digitais. A questão é que, agora, o júri da internet passou a influenciar julgamentos reais — e a carreira dos atores Johnny Depp e Amber Heard está em jogo.

Em batalha pública há cerca de seis anos por alegações de violência e abuso, os dois artistas já deixaram pelo caminho milhões de dólares em trabalhos perdidos. A diferença é que, enquanto o intérprete do capitão Jack Sparrow reconquistou o coração dos fãs durante os processos, a opinião dos críticos das redes sociais sobre Amber Heard é amarga, e a atriz vem sendo massacrada desde então.

Depois do fim do casamento, o ator foi à Justiça pedir uma indenização de US$ 50 milhões da ex-esposa. Em resposta, Amber, conhecida por seus papéis em “Aquaman” e “Liga da Justiça”, decidiu abrir um contra-processo de US$ 100 milhões pelo mesmo crime: difamação.

Após seis semanas de depoimentos, com mais de um milhão de pessoas assistindo à última audiência, o processo chegou ao fim nos tribunais. Agora, o veredicto está nas mãos do júri, que se reunirá amanhã para anunciar a decisão final.

O caso Johnny Depp vs Amber Heard

Para explicar os processos entre Amber Heard e Johnny Depp, é necessário voltar no tempo antes de o navio afundar de vez. O relacionamento dos artistas começou em 2011. Eles se casaram quatro anos depois.

Em 2016, Amber entrou com o pedido de divórcio, acompanhado de uma ordem de restrição contra o ator. A justificativa da medida solicitada por Heard foi o uso excessivo de álcool e drogas pelo ex-marido, além de acusações de agressão.

Nas audiências de separação, a atriz foi vista no tribunal com o rosto machucado, mas Depp negou as acusações. No ano seguinte, as celebridades firmaram um acordo.

Ao final de 2018, Amber publicou um artigo no jornal The Washington Post chamado “Eu me manifestei contra a violência sexual — e enfrentei a ira de nossa cultura. Isso tem que mudar“. Na publicação, a atriz se descreveu como uma "figura pública que representa o abuso doméstico", mas sem citar o nome de Johnny Depp.

Dois meses depois, o artista abriu um processo contra Heard por difamação — o mesmo processo que terá o veredito do júri amanhã.

Revelações sobre Johnny Depp 

Depois do artigo de Amber publicado no Washington Post, o jornal The Sun divulgou uma matéria chamando Johnny Depp de “espancador de mulheres”.

O ator que interpretou Jack Sparrow processou o veículo de imprensa, mas diversas informações foram divulgadas que levaram o juiz a considerar o texto do The Sun como “substancialmente verdadeiro”.

As revelações envolviam denúncias sobre o uso exagerado de bebidas e drogas, as brigas do artista com Amber Heard e até mesmo mensagens do ator com Paul Bettany, intérprete do personagem Visão em “Vingadores”, em que Depp ameaçava matar, queimar e praticar atos sexuais com o corpo da ex-esposa.

"Vamos afogá-la antes de queimá-la. Vou f… seu corpo queimado depois para ter certeza de que ela está morta", disse o ator.

A defesa do jornal teve base nas 14 acusações de agressão da atriz, que disse à Justiça que o ex-marido se tornava “um monstro” devido ao consumo de álcool e drogas.

“Eu nunca cheguei ao ponto de bater na Sra. Heard de forma alguma, nem nunca bati em mulher nenhuma na minha vida”, disse Depp.

Ao fim do caso, o artista não perdeu somente o processo contra o The Sun, como também foi expulso do papel de Gellert Grindelwald, da franquia “Animais Fantásticos”, um spin-off da saga “Harry Potter” produzido pela Warner.

O processo mais recente

Johnny Depp entrou com outro processo após a derrota contra o jornal britânico The Sun, desta vez contra Amber Heard, por danos morais. O julgamento teve início em 11 de abril deste ano, agora em solo norte-americano.

Foram seis semanas de depoimentos. Do lado de Amber Heard, os advogados relembraram das conversas do ex-marido da atriz com os colegas e apresentaram novas provas de agressão. Entre as provas, estavam áudios repletos de gritos, agressões e ameaças atribuídas às duas celebridades.

Por parte de Depp, testemunhas afirmaram que Amber estaria tentando extorquir o artista e que as acusações seriam falsas. O ator alegou que as mensagens que ameaçavam a vida de Heard foram ditas “no calor do momento”.

Já sobre as brigas entre o ex-casal, Johnny afirma serem iniciadas pela atriz, que já chegou a agredi-lo com uma garrafa de vidro durante uma filmagem, o que teria gerado um corte no dedo da mulher. Amber afirma que o machucado foi causado por uma agressão sexual de Depp, que teria jogado a garrafa de bebida em direção a ela.

De acordo com a agência de notícias Reuters, a advogada de Depp, Camille Vasquez, afirmou que as alegações de Heard eram "selvagens, exageradas e implausíveis", manchando a reputação do ator em Hollywood.

Vale destacar que a psicóloga Laurel Anderson, que trabalhou com o ex-casal em 2015, considerou o relacionamento como "abuso mútuo" em depoimento feito em 14 de abril.

Acusações sobre Amber Heard

Apesar de Amber inicialmente ter alegado que nunca agrediu Johnny Depp, a atriz reconheceu depois que bateu no ex-marido em diversas situações. Heard afirma que as agressões aconteceram após "anos sem se defender".

Durante as semanas de julgamento, o júri ainda testemunhou um áudio da atriz dizendo a Johnny que "fica tão irritada que perde a paciência", portanto, não poderia prometer que não usaria a força.

Os jurados ainda viram um trecho escrito pela artista em seu diário que sugerem que Heard estaria se desculpando com Depp. "Desculpe, eu posso perder a cabeça. Sinto muito por ter te machucado. Eu posso ficar ruim quando estou magoada."

A atriz destacou que "é importante pedir desculpas quando você está tentando superar as brigas".

Como os processos podem afetar as carreiras de Amber Heard e Johnny Depp

De acordo com especialistas da indústria de entretenimento entrevistados pela CNN, o apoio do público pode determinar o rumo que as carreiras dos artistas tomará daqui em diante.

Para Darryl Marshak, agente de entretenimento, os estúdios podem hesitar em trabalhar com os atores, pelo menos inicialmente, por conta da batalha judicial travada aos olhos do público.

Apesar de ter sido obrigado a se retirar de papéis relevantes nos últimos anos, Johnny Depp está sob os “bons olhos” da maioria das pessoas nas redes sociais, enquanto Amber Heard é a antítese e se vê sob ataques na internet.

"A equipe de comunicação jurídica e estratégica do Sr. Depp fez um trabalho incrível ao entregar uma mensagem consistente no tribunal e em toda a mídia, o que acredito ter ajudado a obter o apoio de sua base de fãs", disse Amanda Ruisi, fundadora da AKR Public Relations & AKR Ventures, à CNN.

Segundo um assessor próximo de Depp, o apoio recebido pelo artista durante o julgamento pode ser útil daqui em diante.

Amber já está sob risco maior, uma vez que ocupa um lugar escuro no coração dos internautas. “Eu recebo centenas de ameaças de morte regularmente, milhares desde que esse julgamento começou. E vejo pessoas ridicularizando meu depoimento sobre ter sido agredida”, disse Amber.

Um articulista da revista The Cut chegou a questionar: "Aqui está uma mulher contando, em detalhes agonizantes, como um homem extremamente famoso supostamente abusou dela. Por que, em 2022, tantas pessoas parecem odiá-la por isso?"

Já um especialista em relações públicas de Hollywood afirma que ambos saíram desgastados. “Os dois são altamente disfuncionais. O dinheiro é tóxico e a ganância destrói. Ninguém ganha aqui.”

Depp e Heard perderão contratos em Hollywood?

A defesa de Johnny Depp tentou provar no processo que o protagonista em “Piratas do Caribe” teria sido retirado de um potencial sexto filme da franquia por causa das alegações da ex-mulher.

O produtor Jerry Bruckheimer afirmou ao The Times que "o futuro ainda não foi decidido" quando perguntado sobre o envolvimento de Depp caso seja lançado o próximo filme da franquia.

Tracey Jacobs, que trabalhou com Depp por 30 anos, disse durante o julgamento que o ator chegava atrasado diversas vezes durante as gravações nos sets. Jacobs ainda afirmou que o comportamento do intérprete de Jack Sparrow, como o uso de drogas e álcool, estava prejudicando sua carreira.

Um diretor de Hollywood disse em entrevista à CNN que não acredita que o artista protagonizará novamente outra grande franquia. "Acredito que Johnny Depp poderá ser escalado para filmes independentes, mas os estúdios serão mais cautelosos.”

Já para Amber, existe uma petição para que a atriz seja retirada da próxima sequência de “Aquaman”. O filme já foi filmado, e agora está em fase de pós-produção.

Walter Hamada, chefe da DC Films, afirmou que o estúdio nunca planejou tirar Heard do papel de co-protagonista da produção com Jason Momoa no segundo filme, e disse que seu papel não será reduzido.

*Com informações de CNN e BBC

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

FRUTOS DO CASAMENTO

Localiza (RENT3) e Unidas (LCAM3) apresentam relação de troca final de ações; veja quanto os acionistas receberão

Mais cedo, a Superintendência-Geral do Cade aprovou, sem restrições, a venda de parte da frota da Unidas para o Grupo Brookfield, dono da locadora Ouro Verde

NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) faz malabarismo para enfrentar volatilidade e seguir acima de US$ 20 mil; confira cotações

O cenário macroeconômico pesou no universo cripto e se juntou à falta de liquidez, exercendo importante fonte de pressão

AGRO EM ALTA

Governo oferecerá mais de R$ 340 bilhões para produtores rurais no novo Plano Safra; valores entram em vigor em julho

O programa do governo federal prevê o direcionamento de recursos públicos para financiar e apoiar a agropecuária nacional

O SOL HÁ DE BRILHAR MAIS UMA VEZ

Cemig (CMIG4) amplia presença em energia solar em negócio milionário; confira os detalhes do negócio

A transação envolve três usinas fotovoltaicas e reforça a estratégia da companhia de crescimento sustentável no mercado de geração distribuída

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa abaixo dos 100 mil novamente, presidente da Caixa pede demissão e o salvador do mundo cripto; confira os destaques do dia

As últimas semanas parecem ter inaugurado um novo modus operandi no mercado financeiro: não há boa notícia ao amanhecer que perdure até o anoitecer.  Alta de commodities, alívio no cenário fiscal, retomada econômica chinesa. Pode escolher a sua arma, nada parece forte o suficiente para enfrentar o temor de uma recessão global e de um […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies