🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-05-18T18:25:41-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Ação ficou barata?

Após desabar 17% na bolsa, Hapvida (HAPV3) reforça a defesa e amplia recompra de ações

Agora a Hapvida poderá adquirir até quatro vezes mais ações do que no programa anterior, aprovado em outubro do ano passado; papéis sobem hoje na B3

18 de maio de 2022
11:09 - atualizado às 18:25
foto de prédio da Hapvida (HAPV3)
Prédio da Hapvida - Imagem: Divulgação

A Hapvida (HAPV3) agiu rápido para conter os danos depois do tombo de quase 17% das ações no pregão de ontem em reação ao balanço do primeiro trimestre. A operadora de saúde aprovou a ampliação do programa de recompra dos papéis do mercado.

Agora a empresa poderá adquirir até 400 milhões de ações — quatro vezes mais do que no programa anterior, aprovado em outubro do ano passado.

Em comunicado, a Hapvida afirma que a mudança reflete o maior número de ações em circulação após a incorporação da Notre Dame Intermédica. O número total da recompra "turbinada" representa quase 10% dos papéis no mercado e terá duração de até 18 meses.

Hapvida (HAPV3) está barata?

A Hapvida informa ainda que o novo programa tem como objetivo atender ao futuro exercício dos planos de remuneração baseada em ações da companhia e “maximizar a geração de valor para os acionistas”.

Em outras palavras, a administração da empresa enxerga as próprias ações como uma boa opção de investimento para o dinheiro disponível em caixa. Ou seja, para a Hapvida os papéis estão baratos.

A companhia não revelou o que fará com as ações que forem recompradas além daquelas que forem usadas nos programas de remuneração aos executivos.

Mas se os papéis forem cancelados, os acionistas ficam proporcionalmente com uma participação maior, o que pode se reverter em dividendos mais gordos no futuro. Outra possibilidade é a venda com lucro das ações no futuro, que contribui para os resultados e para os dividendos.

Balanço para esquecer

Com a recompra, a Hapvida também ganha munição para defender as ações no mercado. Os papéis da operadora desabaram 16,84% no pregão de ontem da B3 em reação ao balanço do primeiro trimestre.

No primeiro resultado com os números da NotreDame Intermédica, a Hapvida apresentou um prejuízo líquido de R$ 182 milhões entre janeiro e março deste ano. No conceito ajustado, a empresa teve lucro líquido de R$ 78,1 milhões, um recuo de 70% frente ao mesmo período do ano passado.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi de R$ 284,4 milhões, queda de 39,1%. Os números não animaram os analistas, mas eles seguem otimistas com as perspectivas da companhia após a união com a Intermédica.

No pregão desta quarta-feira, as ações HAPV3 estão entre os destaques de alta. Por volta das 10h55, os papéis subiam 6%, cotados a R$ 41,34. Ao longo da sessão, a alta perdeu um pouco de força e as ações encerraram o dia com avanço de 4,45%. a R$ 6,81.

Leia também:

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

GALINHA DOS OVOS DE OURO

Subsidiária da MRV (MRVE3) nos EUA garante mais de R$ 1 bilhão para construtora com venda de empreendimentos na Flórida

A Resia vendeu dois conjuntos localizados na Flóridas e a negociação rendeu cerca de R$ 375 milhões aos cofres da incorporadora

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

A quadrilha triste do Ibovespa e o nascimento de uma nova gigante; confira os destaques do dia

O mês de junho vai chegando ao fim, mas o mercado financeiro parece longe de se juntar às alegres festividades juninas espalhadas pelo país.  Na B3 e em Wall Street, os investidores dançam uma quadrilha pra lá de triste e cheia de obstáculos.  Não estamos falando de uma ponte quebrada, uma cobra perdida ou uma […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa despenca mais de 11% e tem o pior mês desde março de 2020; dólar sobe a R$ 5,23

O início do aperto monetário do Federal Reserve levou os ativos globais a ter um semestre para esquecer – e o Ibovespa não escapou disso

Proventos

Dividendos: Rede D’Or (RDOR3) e Raia Drogasil (RADL3) vão distribuir quase R$ 300 milhões em juros sobre capital próprio; veja detalhes

Pagamento de nova leva de proventos aos acionistas está previsto para o dia 16 de julho, no caso da Rede D’Or

ALTAS E BAIXAS

Destaques da bolsa: Fleury (FLRY3) e Hermes Pardini (PARD3) disparam com fusão; TC (TRAD3) e Light (LIGT3) despencam

A nova consolidação no setor de saúde mexeu com o segmento nesta quinta; a renúncia do CEO da Light pesou sobre as ações da empresa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies