🔴 AÇÃO QUE JÁ DISPAROU 1.200% E AINDA ESTÁ BARATA – VEJA QUAL

Ana Carolina Neira
Ana Carolina Neira
Jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero com especialização em Macroeconomia e Finanças (FGV) e pós-graduação em Mercado Financeiro e de Capitais (PUC-Minas). Com passagens pelo portal R7, revista IstoÉ e os jornais DCI, Agora SP (Grupo Folha), Estadão e Valor Econômico, também trabalhou na comunicação estratégica de gestoras do mercado financeiro.
Expert XP

Brasil pode ser protagonista na transição energética, dizem BNDES, B3 e Sigma

Transição energética limpa foi tema de painel durante a Expert XP 2022, evento do mercado financeiro acontece em São Paulo

Imagem mostrando painéis de energia solar e pás de geração eólica, simbolizando a transição energética para fontes renováveis | Gerdau
Imagem: Shutterstock

Diante das preocupações sobre a crise de energia que afeta a Europa por causa da guerra da Rússia contra a Ucrânia, o tema da transição energética voltou a ganhar destaque. E, conforme a diversificação de fontes de energia também entra em pauta, o Brasil pode ser um dos protagonistas dessa mudança.

Durante a Expert XP 2022, esse debate ocupou um dos painéis desta quarta-feira (3). Apesar do conflito já durar cinco meses, alguns especialistas acreditam que os altos preços dos combustíveis e a escassez de petróleo e gás natural podem acelerar a transição energética da Europa — um movimento que poderá ser replicado mundo afora.

Na avaliação de Ana Cabral Gardner, Co-CEO da Sigma Lithium, mineradora canadense que opera no Brasil, o país é candidato natural a liderar esse tipo de esforço de transição energética, especialmente pela capacidade de produção de biocombustíveis.

"O Brasil é candidato natural a atrair indústrias interessadas nessa agenda, principalmente quando pensamos no nosso ambiente regulatório, que agora nos torna mais competitivos", disse.

Uma guerra na Europa — algo impensável até poucos meses atrás — acendeu um alerta que inclui não apenas as discussões sobre fornecimento de energia, mas também de produção de alimentos, lembra Gustavo Montezano, CEO do BNDES.

Veja também: Saldão dos FIIs e os fundos imobiliários mais baratos para investir no 2º semestre

"A necessidade de um fluxo financeiro relevante capaz de sustentar a produção de alimentos e energia, além das preocupações climáticas, é algo essencial para o mundo sair do outro lado do túnel após a guerra", disse.

Montezano aproveitou para comentar que o BNDES venceu, no fim do mês de julho, o prêmio Euromoney Awards for Excellence na categoria de melhor “transformação bancária” da América Latina.

A premiação reconhece, entre outras coisas, mudanças estratégicas recentes feitas pelo banco de fomento.

"Recursos financeiros são um meio para o fim, não podemos emprestar por emprestar sem causar impacto positivo. O BNDES tem obrigação de seguir uma agenda ESG em diversos aspectos, inclusive esse."

O papel do mercado de capitais

Os participantes também discutiram a função do mercado de capitais como indutor dessas transformações, papel ressaltado por Gilson Finkelsztain, presidente e CEO da B3.

Para ele, o falso dilema entre preservação ambiental e rentabilidade ainda está presente, mas a bolsa brasileira tem se posicionado como defensora dessas mudanças.

"É preciso lembrar que discutir ESG não é algo passageiro ou uma área específica que daqui um ano vai ser curioso pensar a respeito. É um negócio em si", defende.

Um exemplo comentado durante o painel é da própria Sigma, liderada por Ana Cabral-Gardner. A companhia, que produz baterias de lítio sustentáveis, foi listada na Nasdaq em setembro de 2021. A bolsa americana é um exemplo de exigências em termos ESG.

Compartilhe

LOTERIAS

Mega-Sena decepciona de novo, mas Lotofácil faz um novo milionário no interior de SP

24 de maio de 2024 - 5:54

Lotofácil continua fazendo jus à fama de loteria menos difícil da Caixa; prêmio da Mega-Sena já está em R$ 47 milhões

APÓS FALA DE HADDAD

Inflação acima da meta não assusta — mas um outro desafio macroeconômico se impõe sobre o Brasil, diz André Esteves, do BTG Pactual

23 de maio de 2024 - 19:26

O economista avalia que o mercado “não precisa perder o sono”, mas sim manter a disciplina em relação ao sistema de metas de inflação

LEVANTAMENTO

Motoristas e entregadores de aplicativo ganham menos e trabalham mais, aponta Ipea

23 de maio de 2024 - 17:10

Entre 2012 e 2015, os motoristas tinham rendimento médio mensal de R$ 3.100. Em 2022, o valor auferido era inferior a R$ 2.400, uma queda de 22,5%

FAÇA SUAS APOSTAS

Em quanto tempo a inteligência artificial vai ultrapassar a humana? Elon Musk fala em 2 anos, mas CEO de big tech chinesa vê evolução lenta da IA

23 de maio de 2024 - 15:00

Enquanto CEOs norte-americanos avaliam que a Inteligência Artificial irá ultrapassar a humana em breve, bilionário chinês projeta mais de 10 anos para o feito acontecer

O MERCADO TAMBÉM ERRA

CEO do JP Morgan não descarta pouso forçado da economia dos EUA, mas alerta para uma possibilidade ainda pior

23 de maio de 2024 - 11:11

Jamie Dimon, o CEO do JP Morgan, não descarta a possibilidade de os juros voltarem a subir antes de o Fed iniciar um ciclo de cortes

SE PREPARA

Rock in Rio 2024 abre hoje a venda de ingressos. Veja como comprar sua entrada para o festival e confira o line-up completo

23 de maio de 2024 - 8:59

O festival de música acontecerá entre os dias 13 e 22 de setembro de 2024, no Parque Olímpico, no Rio de Janeiro

LOTERIAS

A máquina de milionários voltou! Lotofácil tem 5 acertadores; Dupla Sena sai para bolão

23 de maio de 2024 - 5:48

A Lotofácil continua fazendo novos milionários pelo Brasil, mas ontem teve companhia; Mega-Sena corre hoje valendo R$ 42 milhões

A VOLTA DO “DPVAT”

Governo tem folga de R$ 2,5 bilhões para aumentar gastos após “jabuti” no novo DPVAT liberar crédito bilionário

22 de maio de 2024 - 19:16

Com a inclusão dos R$ 15,8 bilhões no PL que retomou o seguro de veículos, o governo agora tem folga em relação ao limite de gastos do arcabouço fiscal

LOTERIAS

Solidão que nada! Lotofácil faz um novo milionário em SP; Mega-Sena acumula e prêmio sobe ainda mais

22 de maio de 2024 - 6:48

Lotofácil continua fazendo novos milionários pelo Brasil; depois de sair na segunda-feira, Quina volta a acumular

Ainda o país da renda fixa

Investidor prefere renda fixa no 1º trimestre mesmo com juros mais baixos – e títulos isentos como LCI, LCA, CRI e CRA foram as estrelas

21 de maio de 2024 - 18:14

Crescimento do volume alocado em títulos de renda fixa isenta se destacou ante o desempenho de ações e fundos mais arriscados; poupança perdeu participação no volume investido pela pessoa física

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar