🔴 TCHAUZINHO, NUBANK: Itaú BBA revela o nome da ação que pode colocar o roxinho para comer poeira; CLIQUE AQUI  e descubra a resposta no nosso Telegram

O melhor do Seu Dinheiro
Ricardo Gozzi
2022-09-20T08:18:54-03:00
O MELHOR DO SEU DINHEIRO

O valor de um aceno: ânimo pós-Meirelles, Super Quarta, taxação dos dividendos e outras notícias que mexem com os seus investimentos hoje

Os investidores não têm como desviar a atenção da Super Quarta. No Brasil e nos Estados Unidos, os diretores do Banco Central e do Fed abrem hoje suas reuniões de política monetária

20 de setembro de 2022
8:18
Henrique Meirelles
Henrique Meirelles - Imagem: Estácio Pessoa/Estadão Conteúdo

A semana não tinha começado bem para os mercados financeiros. Os negócios eram dominados pela perspectiva de uma nova alta de 75 pontos-base na próxima reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), marcada para a quarta-feira.

Eis que o principal índice da bolsa brasileira virou por conta própria perto da hora do almoço e manteve o rali até fechar em alta de 2,33% ontem. O que mudou o ânimo dos investidores foi a participação de Henrique Meirelles, ex-presidente do Banco Central e ex-ministro da Fazenda, em um evento no qual oito ex-candidatos à Presidência da República manifestaram apoio à candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva.

Não é que Lula tenha declarado adesão ao “chama o Meirelles”, slogan do ex-banqueiro central em sua campanha para presidente em 2018. Também não se pode dizer que o apoio de Meirelles por si só atraia um caminhão de votos para Lula. Em 2018, a votação no ex-emedebista, agora no União Brasil, mal chegou a 1,2% dos votos válidos.

Entretanto, a duas semanas do primeiro turno das eleições, a aproximação entre Lula e Meirelles pode representar o aceno que faltava para quebrar o gelo entre o ex-presidente e setores do empresariado, da Faria Lima e da classe média refratários a um eventual retorno do petista ao Palácio do Planalto. A questão agora é mensurar o fôlego desse aceno.

Enquanto isso, os investidores não têm como desviar a atenção da Super Quarta. No Brasil e nos Estados Unidos, os diretores do Banco Central (BC) e do Fed abrem hoje suas respectivas reuniões de política monetária.

Em sua coluna de hoje, o Matheus Spiess esmiúça em detalhes o que devemos esperar da Super Quarta - e também das ações dos muitos bancos centrais com decisão de juro marcada para esta semana.

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua manhã". Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

O que você precisa saber hoje

ESQUENTA DOS MERCADOS
Ibovespa deve destoar do exterior mais uma vez com eleições no radar enquanto bolsas internacionais seguem no vermelho mais um dia. Os investidores aguardam a ‘Super Quarta’, com perspectiva de que os Bancos Centrais elevem os juros ainda mais.

EM BUSCA DE REESTRUTURAÇÃO
Com dívidas de R$ 600 milhões, Rossi (RSID3) entra com pedido de recuperação judicial. O processo da incorporadora será conduzido pela Justiça de SP; em paralelo às dívidas, a empresa vive um mau momento operacional.

EXPANDINDO OS NEGÓCIOS
CVC (CVCB3) está de olho na plataforma de viagens Ōner Travel. A empresa anunciou a intenção de compra nesta segunda-feira e o prazo para avaliação da aquisição é de 60 dias. Entenda o que brilhou aos olhos da companhia de viagens.

INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE
Braskem (BRKM5) cria hub de negócios com investimento de US$ 150 milhões. Saiba como a Oxygea vai atuar. Do aporte total, US$ 50 milhões serão destinados à unidade de incubação e US$ 100 milhões para a de investimento.

ESTRATÉGIA?
Demissões seguem à vista: Credit Suisse desliga 21 funcionários no Brasil. Segundo o banco, o corte no quadro de funcionários está “em linha com a estratégia de fortalecer e simplificar” o plano operacional.

ELEIÇÕES 2022
Lula vai a 47% no Ipec e aumenta chance de ganhar em primeiro turno. Enquanto o petista ganhou um ponto porcentual em relação à rodada anterior, o presidente Jair Bolsonaro permaneceu com 31% das intenções de voto.

O LEÃO VEM AÍ
Imposto de renda sobre dividendos é só questão de tempo? Lula, Bolsonaro, Ciro e Tebet são a favor da taxação. O Seu Dinheiro inicia hoje uma série de reportagens sobre as propostas dos principais candidatos à Presidência que podem afetar diretamente os investidores. Confira!

Uma boa terça-feira para você!

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Impactos dos juros

Aperto monetário global é novo entrave para crescimento da economia brasileira

24 de setembro de 2022 - 16:53

Com vários países endurecendo a política monetária, o mundo tende a crescer menos, com impactos sobre o comércio global

Eleições 2022

Líder das pesquisas, Lula decide faltar a debate do SBT e ouve críticas de adversários

24 de setembro de 2022 - 14:08

Candidato Ciro Gomes (PDT) disse que Lula “tem muito a esconder”, enquanto o presidente Jair Bolsonaro (PL) chamou a decisão de “estratégia”

Eleições 2022

Pesquisa Ipespe/Abrapel mostra Lula oscilando para cima e Bolsonaro estável

24 de setembro de 2022 - 11:41

Pesquisa mostrou que votos brancos e nulos também subiram, assim como o número de eleitores que não souberam ou preferiram não responder

Tax the rich!

Imposto sobre heranças vai aumentar? Saiba quais candidatos à presidência são a favor de tributá-las ou de taxar grandes fortunas

24 de setembro de 2022 - 10:00

A discussão sobre o aumento de impostos sobre os ricos ou os “super-ricos” é tendência mundial, e no Brasil não é diferente. Mas nem todos os candidatos à presidência têm propostas nesse sentido

Banho mais caro

Tarifa de energia elétrica deve subir mais do que toda a inflação projetada pelo Banco Central em 2023, dizem especialistas

24 de setembro de 2022 - 9:47

Reajuste das tarifas chegaria a 5% em 2023, enquanto a projeção do Banco Central para a inflação é de 4,6%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies