🔴 RECEBA ANÁLISES DE MERCADO DIÁRIAS: CLIQUE AQUI E SIGA O SEU DINHEIRO NO INSTAGRAM

Jasmine Olga
O melhor do Seu Dinheiro
Jasmine Olga
2022-06-07T20:32:19-03:00
SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Os novos ruídos fiscais, os planos de Lula para a economia e o empurrãozinho da Oi (OIBR3); confira os destaques do dia

Enquanto o presidente Jair Bolsonaro entrava em cena para anunciar a proposta de zerar impostos sobre os combustíveis, as lideranças do Congresso e o ministro Paulo Guedes serviam como fiéis assistentes de palco

7 de junho de 2022
19:27 - atualizado às 20:32
Congresso Nacional Ruído Gráfico
Imagem: Shutterstock, com intervenção de Andrei Morais

Pelo menos por um dia, a segunda-feira (06) teve cara de uma tarde de domingo dos anos 90 em Brasília — e hoje (07) só se falava nisso. 

Enquanto o presidente Jair Bolsonaro entrava em cena, as lideranças do Congresso e o ministro Paulo Guedes serviam como fiéis assistentes de palco. 

Encurralados em uma cabine, sem contrapartidas ou detalhes dos planos do apresentador, os governadores dos 27 Estados da Federação se veem obrigados a responder uma pergunta que pode colocar tudo a perder. 

“Você troca o certo pelo duvidoso? Sim ou não?”, pergunta o presidente. Até agora a resposta tem sido o silêncio, mas a plateia assiste preocupada à gincana de poder. 

Seja lá qual for a saída para a tentativa do governo federal de reduzir o preço dos combustíveis por meio de subsídios, o mais provável é que não exista vencedor nesse jogo. 

Para Carla Argenta, economista-chefe da CM Capital, os Estados devem ser relutantes em  trocar o certo pelo duvidoso e, ainda que aceitem a proposta do governo, a medida está longe de resolver os problemas inflacionários dos combustíveis. 

Isso porque existe uma defasagem de cerca de 40% entre o preço do petróleo no mercado internacional e os reajustes promovidos pela Petrobras — o que significa que mesmo que algum governador aceite reduzir a alíquota ao mínimo possível, ainda há um potencial de alta de 10%. 

O fato da medida ser ineficiente é preocupante, principalmente por comprometer ainda mais a saúde das contas públicas. 

Na análise de Argenta, a alta da arrecadação observada nos últimos meses se apoia na inflação mais elevada e no Estado, que abriu mão dessa receita para fins políticos — com um método de compensação questionável, pode trazer problemas ainda maiores para o presidente Jair Bolsonaro caso ele seja reeleito. 

No momento, boa parte do mercado acha que esse é um blefe para tirar a atenção das mudanças realizadas na Petrobras (PETR4) e tentar ganhar simpatia do eleitorado, mas caso as pesquisas de opinião não reajam, o risco de o governo insistir na proposta traz preocupação. 

Assim, o mercado de juros e o dólar operaram em forte alta nesta sessão, refletindo os temores renovados com o quadro fiscal brasileiro. A moeda americana fechou o dia com avanço de 1,64%, a R$ 4,8742. 

Contrariando o movimento visto no exterior, o Ibovespa recuou 0,11%, aos 110.069 pontos. A queda foi amparada pelo bom desempenho do setor de commodities. 

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta terça-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo e as ações com o melhor e o pior desempenho do Ibovespa.

É HORA DE COMPRAR
XP (XPBR31), PagSeguro (PAGS34), Stone (STOC31) ou B3 (B3SA3)? Saiba qual a ação preferida do UBS no setor — e por quê. Todas elas sentem os efeitos das altas taxas de juros no Brasil — o que deve aumentar a inércia entre os investidores tradicionais de varejo —, mas uma se sobressai entre as demais. 

CRÉDITO APROVADO
Boa Vista (BOAS3) tem potencial de subir 58% neste ano, diz JP Morgan; recomendação é de compra. O preço-alvo foi cortado de R$ 10 para R$ 9; a revisão ocorre após divulgação do resultado do primeiro trimestre, que trouxe números sólidos apesar dos desafios macroeconômicos.

EXPANSÃO DE NEGÓCIOS
Wiz (WIZS3) anuncia criação de joint venture com a Polishop; operação deve movimentar até R$ 51 milhões. Com a parceria, a WIZS3 quer ampliar a oferta de seguros pelos canais de comunicação da varejista; a companhia já firmou outros dois acordos para a expansão dos negócios neste ano.

DE GIGANTE PARA GIGANTE
Compra dos ativos da Oi (OIBR3) dá uma forcinha extra para os negócios da Telefônica Brasil (VIVT3). A análise é da agência de classificação de risco Fitch Ratings, que manteve a classificação de risco da dona da Vivo em ‘AAA(bra)’, a mais alta na escala de risco de crédito.

BEM À ESQUERDA
Diretrizes de Lula para a economia preveem revogação do teto de gastos, da reforma trabalhista e oposição às privatizações, inclusive da Eletrobras. Texto também sugere possível interferência na política de preços da Petrobras e fim da paridade com as cotações internacionais do petróleo. 

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

QUEDA DE APORTES

Crise dos unicórnios e demissões em massa têm explicação: investimentos em startups caíram 44% no primeiro semestre

6 de julho de 2022

Inflação global, escalada da alta de juros e a Guerra da Ucrânia geraram incertezas no mercado e “seguraram” os investimentos; as mais afetadas são as startups de late stage e unicórnios

CARA CADÊ MEU DEFI?

Roubo de criptomoedas com ataque hacker levou US$ 1,3 bilhão de plataformas de DeFi em 2022; maior crime foi de US$ 180 milhões

6 de julho de 2022

Mesmo com a alta do dia, os investidores acompanham os desdobramentos do pedido de falência da Voyager Digital

O FANTASMA DA RECESSÃO

Ata do Fed manda recado: saiba se os próximos passos do BC dos EUA podem tirar o sono dos investidores

6 de julho de 2022

Na reunião de junho, o banco central norte-americano elevou a taxa de juro em 0,75 ponto percentual, o maior aumento desde 1994, na tentativa de conter uma inflação que não dá tréguas; será que vem mais por aí?

Está vindo aí

Risco de recessão volta a assustar, petróleo amplia perdas e petroleiras lideram quedas do dia; Hypera (HYPE3) e Americanas (AMER3) sobem forte

6 de julho de 2022

Com a queda do petróleo no mercado internacional, papéis de commodities no Brasil têm maiores quedas nesta quarta-feira

MAIS DO QUE UMA VOLTINHA

Multiplan (MULT3), Iguatemi (IGTI11), brMalls (BRML3) ou Aliansce Sonae (ALSO3)? Saiba qual é a queridinha do Itaú BBA

6 de julho de 2022

Papéis das administradoras de shoppings operam em alta nesta quarta-feira (06), embalados pela prévia operacional da Multiplan, que sinalizou que novos recordes estão no caminho da empresa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies