Menu
O melhor do Seu Dinheiro
Victor Aguiar
Dados da Bolsa por TradingView
2022-01-07T09:07:37-03:00
O melhor do Seu Dinheiro

O Quarteto Fantástico versus o Dr. Risco, payroll, inflação na Zona do Euro, dividendos da Petrobras e outros destaques do dia

Em tempos duros para o investimento em ações, os papéis defensivos como Vale, Gerdau, Itaú e Suzano são as melhores alternativas; entenda

7 de janeiro de 2022
8:46 - atualizado às 9:07
quarteto fantástico foto-Fox-reprodução 2
Imagem: Fox - Reprodução

Um supervilão ameaça o mundo da renda variável como o conhecemos. Encoberto por uma aura de mistério, ele usa seus poderes psíquicos para entrar na mente dos investidores, causando um rastro de destruição na B3.

Dr. Risco, o destruidor de carteiras, é um velho inimigo do mercado de ações. Só que, desta vez, ele parece forte como nunca: raios de inflação, bombas de PIB fragilizado, bolas de fogo de juros — o arsenal é vasto.

E olha que ele ainda nem usou sua arma secreta: a metralhadora de incerteza política está carregada e pronta para ser disparada a qualquer momento em 2022.

Mas, nada tema, nobre cidadão: o Quarteto Fantástico da bolsa está aqui para proteger o seu portfólio. Em tempos duros para o investimento em ações, os papéis defensivos estão sempre a postos para salvarem o dia.

Vale, Gerdau, Itaú e Suzano, cada um com suas forças e particularidades, se juntam para fazer frente aos perigos que rondam o mercado. E, trabalhando em equipe, são capazes de minimizar os danos causados pelo Dr. Risco — e, se tudo der certo, até vencê-lo.

As quatro heroínas foram as mais indicadas pelos analistas ouvidos pelo Seu Dinheiro em janeiro, aparecendo como as melhores alternativas para quem busca uma carteira sólida em meio ao tumulto.

A Larissa Vitória entrou em contato com diversas corretoras e explica os superpoderes do Quarteto Fantástico — e de outras ações que também podem ter destaque nessa saga. A matéria completa, com o ranking da Ação do Mês em janeiro, está aqui.

O que você precisa saber hoje

ESQUENTA DOS MERCADOS
Bolsas operam mistas antes do payroll dos EUA e paralisação dos auditores da Receita pressiona governo federal. O Ibovespa ainda registra queda na casa dos 3% no acumulado do ano e o exterior morno não deve ajudar o índice brasileiro.

SEXTOU COM O RUY
Previsões, bolsa volátil e juros altos: o que você precisa saber para investir bem em 2022. A grande maioria das matérias sobre o que esperar da bolsa no ano são negativas e enchem o investidor de medo. Mas as previsões e a realidade nem sempre conversam entre si.

BALANÇO DO ANO
Mesmo com bolsa em queda, fundos de ações fecham 2021 com captação positiva; veja os fundos que se saíram melhor em retorno e captação no ano. Fundos de renda fixa foram os campeões de captação e rentabilidade, com migração de recursos da renda variável e alta dos juros.

ADEUS, LIQUIDEZ?
Raízen (RAIZ4) anuncia recompra de até 40 milhões de ações e redução no número de papéis em circulação; veja o que muda para os acionistas. A empresa dará início a um programa de recompra de até 18 meses e também reduzirá o percentual mínimo de ativos em circulação até o final deste ano.

COFRINHO MAGRO
Poupança volta à remuneração máxima, mas, com saques trilionários, saldo fica negativo em 2021; entenda por quê. Após um recorde de captação em 2020, o saldo na aplicação, que é uma das preferidas dos brasileiros, ficou negativo em R$ 35,5 bilhões no ano passado.

MONEY TIMES
Com petróleo mais caro, dividendos da Petrobras podem render 27% em 2022. A petroleira pode pagar US$ 18 bilhões em proventos, um dividend yield de quase 30%, neste ano, impulsionada pela alta do preço do petróleo Brent, segundo o Credit Suisse.

MEMÓRIAS DO CAOS
Um ano após a invasão do Capitólio, Biden ataca Trump em discurso e volta a empolgar analistas. Presidente norte-americano chama antecessor de mentiroso e perdedor em um dos discursos considerados mais duros de sua gestão.

Uma ótima sexta-feira para você!

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

O respiro da bolsa brasileira, o tropeço do bitcoin e o vazamento de dados do PIX: confira as principais notícias do dia

Para quem não aguentava mais ver a bolsa brasileira apanhando enquanto Wall Street renovava recordes, este início de ano está sendo o momento da revanche. Ou melhor, de o Ibovespa “correr atrás do prejuízo”. Nesta terceira semana de janeiro, o principal índice da B3 mais uma vez contrariou o exterior e enfileirou altas, enquanto as […]

Fechamento da semana

Ibovespa tem dia morno com exterior negativo, mas termina semana com ganho de 1,88%; dólar fecha em alta, mas acumula queda de 1,05% no período

Bolsa terminou o dia em baixa, com dólar e juros em alta, com piora no exterior e preocupações fiscais

CASOS DE FAMÍLIA

Elon Musk pega pesa pesado com o Twitter após integração de NFTs; veja o que o bilionário falou

Rede social passou a permitir que usuários do iOS, sistema da Apple, utilizassem os chamados tokens não fungíveis como fotos de seus perfis

Renda fixa

Nubank lança fundo para reserva de emergência que busca retorno entre 100% e 105% do CDI – mas tem uma pimentinha

Nu Reserva Imediata é o primeiro fundo de renda fixa da família Nu Reserva; embora seja de baixo risco, ele tem opção de investir em títulos privados

FIQUE DE OLHO

Agenda de indicadores: Inflação domina semana recheada de balanços de empresas de tecnologia em Wall Street; saiba o que esperar

Depois de uma semana em que o Ibovespa caminhou na contramão do mundo, inflação volta ao centro da agenda local na semana em que os EUA divulgam prévia do PIB de 2021

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies