🔴 TCHAUZINHO, NUBANK: Itaú BBA revela ação que pode colocar o roxinho para comer poeira; CLIQUE AQUI  e descubra a resposta no nosso Telegram

2022-09-23T12:47:32-03:00
Ana Carolina Neira
Jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero com especialização em Macroeconomia e Finanças (FGV) e pós-graduação em Mercado Financeiro e de Capitais (PUC-Minas). Com passagens pelo portal R7, revista IstoÉ e os jornais DCI, Agora SP (Grupo Folha), Estadão e Valor Econômico, também trabalhou na comunicação estratégica de gestoras do mercado financeiro.
REVENDO PORTFÓLIO

O setor que não para: Aliansce Sonae (ALSO3) vende shopping em Uberlândia de olho na sonhada fusão com brMalls (BRML3)

Venda do ativo pode reduzir o potencial de riscos avaliados pelo Cade na fusão entre Aliansce Sonae (ALSO3) e brMalls (BRML3)

22 de julho de 2022
10:46 - atualizado às 12:47
escadas rolantes de shopping center | brMalls Aliansce shoppings construtoras Itaú BBA
Imagem: Shutterstock

A Aliansce Sonae (ALSO3) já é uma gigante do setor de shopping centers. A fusão com a brMalls (BRML3) a tornará ainda maior. Mas ainda restam alguns passos para a conclusão do negócio. E um deles acaba de ser dado.

A Aliansce Sonae anunciou a venda total de sua participação no Uberlândia Shopping, no Triângulo Mineiro, por R$ 195 milhões.

Não há informações disponíveis sobre o comprador.

O valor corresponde a um cap rate de 8,2%.

Cap rate é o indicador por meio do qual é calculada a média de retorno de capital investido em um imóvel.

O número baseia-se na receita operacional líquida da Aliansce (ALSO3) projetada para 2022.

Uberlândia Shopping já estava na lista de desinvestimentos da Aliansce Sonae (ALSO3)

A Aliansce Sonae já havia sinalizado que o Uberlândia Shopping estava na lista de possíveis desinvestimentos, já que era avaliado como um ativo de menor qualidade quando comparado a outros empreendimentos do portfólio da Aliansce.

Alguns analistas também apontavam a necessidade de venda do Uberlândia Shopping para a conclusão da desejada fusão entre a Aliansce e a brMalls, mas eu te conto sobre isso um pouco mais adiante.

Para efeitos de comparação, a receita de aluguel do shopping era de R$38 por metro quadrado por mês no primeiro trimestre deste ano. Os demais shoppings da carteira obtinham R$ 88 por metro quadrado por mês no mesmo período.

Em relatório, o banco JP Morgan vê o negócio como positivo e espera uma reação positiva das ações hoje, mas ressalta que o preço por metro quadrado da negociação está entre os mais baixos observados nas últimas transações do setor.

Aliansce Sonae (ALSO3) não era única dona

Em março deste ano, a brMalls (BRML3) vendeu 30% de sua participação no Uberlândia Shopping para os sócios atuais, por um total de R$ 307 milhões. Assim, a empresa permaneceu com apenas 21% de participação no empreendimento, além de exercer as funções de administradora e comercializadora.

Os analistas do Bank of America estimam que a operação deve impactar positivamente no balanço da brMalls (BRML3) referente ao segundo trimestre do ano, com divulgação prevista para 11 de agosto.

A equipe do banco acredita que as administradoras de shopping centers devem registrar mais um trimestre de recuperação do aluguel, deixando os descontos da pandemia para trás e caminhando rumo ao repasse total da inflação.

Os planos de fusão

Paralelamente, Aliansce Sonae (ALSO3) e brMalls (BRML3) tentam há meses concluir uma combinação de seus negócios - ainda pendente de aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). No início de junho, os acionistas deram aval à fusão.

A ideia é que o negócio aconteça por meio da incorporação de ações da brMalls.

Vale lembrar que, em conjunto com o fundo canadense CPPIB, a Aliansce já é a maior acionista individual da brMalls, com quase 11% do capital.

No mesmo relatório, a equipe do JP Morgan comenta que venda da participação no Uberlândia Shopping deve ajudar na fusão, reduzindo o potencial de riscos avaliados pelo Cade, uma vez que a brMalls ainda detém 21% de participação no empreendimento de Minas Gerais.

Se tudo der certo, irá nascer um gigante do setor de shoppings na América Latina.

Mas esse final feliz demorou para acontecer.

Ciente de que outras empresas do setor tinham interesse em seus ativos, a brMalls chegou a recusar essa fusão duas vezes antes de seguir em frente.

Para receber o sonhado "sim", a Aliansce Sonae aceitou pagar R$ 1,25 bilhão em dinheiro aos acionistas e mais 326.339.911 em ações.

Além disso, ainda incluiu no acordo cláusulas para aceleração dos planos de stock options — opções que dão direito à compra ações por parte dos funcionários de uma empresa.

Já os executivos da brMalls terão um pacote indenizatório em caso de desligamento involuntário e sem justa causa.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

União que deu resultados

Com fome de aquisições e dois sócios grandes por trás, Dimensa acirra a disputa pelo mercado de software financeiro e mira IPO

27 de setembro de 2022 - 7:00

A Dimensa é fruto de uma joint venture entre a Totvs (TOTS3), maior companhia de sistemas de gestão do país, com a B3 (B3SA3), a dona da bolsa de valores brasileira

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Um setor para prestar atenção nos próximos 4 anos: por que o lítio precisa estar presente na carteira de investidores sofisticados

27 de setembro de 2022 - 6:32

Também chamado de ‘petróleo branco’, o lítio vai além das baterias de veículos elétricos e do armazenamento de energia renovável

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Medo de recessão derruba o Ibovespa, o que deu errado no The Merge e as chances de Lula no primeiro turno; confira os destaques do dia

26 de setembro de 2022 - 19:29

Não é de hoje que o mercado financeiro pesa o risco de que a economia global enfrente uma grave recessão como efeito colateral das medidas para o controle inflacionário, mas nos últimos dias os investidores aumentaram as apostas de que esse é, de fato, um caminho inevitável.  A preocupação que antes estava quase que restrita […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa cai mais de 2% com temor de recessão na Europa e nos EUA; dólar vai a R$ 5,38

26 de setembro de 2022 - 19:03

A fuga de capital e a busca por ativos de proteção fez com que o dólar à vista fechasse o dia em alta de 2,53%, a R$ 5,3814. A valorização da moeda americana pressionou o petróleo e ajudou o Ibovespa a registrar um recuo de 2,33%

HÁ VAGAS

Embraer abre 300 vagas de estágio; saiba como se inscrever

26 de setembro de 2022 - 17:19

A empresa está recrutando estudantes de qualquer curso técnico ou superior para as áreas de tecnologia, corporativo e operações e engenharia; as inscrições vão até 14 de outubro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies