🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-05-26T18:48:26-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
FIM DO CALVÁRIO?

O Nubank (NUBR33) já sofreu o bastante na bolsa? O BTG acha que sim. Saiba se chegou a hora de comprar a ação

Os analistas decidiram retirar a recomendação de venda para o Nubank diante da forte queda dos papéis e após os resultados do primeiro trimestre

20 de maio de 2022
9:20 - atualizado às 18:48
Fundadores do Nubank na cerimônia de início das negociações na B3
Fundadores do Nubank na cerimônia de início das negociações na B3 - Imagem: Divulgação

Depois de uma estreia triunfante na bolsa, o Nubank (NUBR33) vive dias difíceis, com uma queda acumulada de mais de 50% das ações em apenas seis meses. Mas o calvário do banco digital no mercado pode estar perto do fim, pelo menos segundo o BTG Pactual.

Os analistas do banco decidiram retirar a recomendação de venda para o Nubank diante da forte queda dos papéis e após os resultados do primeiro trimestre, divulgados na última segunda-feira.

Mas para o BTG ainda não é hora de comprar as ações — a recomendação agora é neutra. Os analistas também reduziram o preço-alvo para os papéis negociados em Nova York de US$ 6 para US$ 4.

Lembrando que o Nubank também é negociado na forma de BDRs (recibos de ações) na B3. No pregão de ontem, os papéis NUBR33 fecharam a R$ 3,49, em alta de 8,39%.

Nubank: uma questão de valor

Os analistas do BTG não escondem a admiração pelo banco digital liderado por David Vélez. “Acreditamos que o Nubank está bem posicionado para possivelmente se tornar a fintech líder da América Latina nos próximos cinco a dez anos”, escreveram, em um relatório a clientes.

O problema está — ou pelo menos estava — no valor que o banco do cartão de crédito roxo era avaliado quando chegou à bolsa.

Os analistas ainda entendem que o Nubank está caro, mas o valor de mercado atual de US$ 19,9 bilhões — abaixo de Itaú, Bradesco, Santander e Banco do Brasil — parece mais razoável.

Para o BTG, o resultado do primeiro trimestre do Nubank veio melhor que o esperado. A fintech atingiu os 60 milhões de clientes, um avanço de 11% no trimestre, com uma taxa de ativação de 78%.

Ao mesmo tempo, a empresa registrou um forte aumento do crédito, e mesmo o avanço da inadimplência no período não preocupou os analistas.

Por outro lado, o fim do período de "lock-up", que impedia a venda das ações por alguns acionistas relevantes do banco digital, pode criar uma pressão vendedora no mercado.

Enfim, diante dos bons números e da forte queda das ações, os analistas do BTG decidiram dar o "benefício da dúvida" e mudar a recomendação para neutra.

Leia também:

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

NOITE CRIPTO

Sem fôlego: bitcoin (BTC) opera em alta, mas ainda não volta para os US$ 20 mil; entenda por quê

Apesar do respiro desta sexta-feira (1), o bitcoin ainda sente todo o peso de um Federal Reserve mais agressivo contra a inflação. A semana também não foi tão positiva assim com o noticiário do universo digital.

VAI TER QUE PAGAR!

Um acordo de milhões: Petrobras (PETR4) se entende com a ANP sobre royalties da operação de xisto no Paraná

Segundo a estatal, o acordo envolve o pagamento de R$ 601 milhões pela companhia — um montante que já foi provisionado nas demonstrações financeiras

CASOU!

Enfim, sós! Localiza (RENT3) e Unidas (LCAM3) consumam combinação de negócios; confira detalhes

Por conta do enlace, hoje foi o último dia de negociação das ações de emissão da Unidas na B3

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa começa julho com o pé direito, o reforço de caixa da MRV (MRVE3) e a semana em cripto; confira os destaques do dia

Que sexta-feira costuma ser o dia da semana favorito de muita gente não é novidade, mas você já reparou na tendência que temos de tentar fazer dele o mais leve de todos para não atrapalhar o descanso do fim de semana? Seja no escritório ou no mercado financeiro, o último dia útil é o momento […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa dá uma pausa nas perdas e sobe 0,29% na semana, mas dólar dispara e chega a R$ 5,32

O começo de julho foi mais animador para o Ibovespa, mas as dificuldades seguem pressionando o câmbio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies