🔴 AÇÃO QUE JÁ DISPAROU 1.200% E AINDA ESTÁ BARATA – VEJA QUAL

Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
FECHAMENTO DO DIA

Petrobras (PETR4) evita queda maior, mas Ibovespa recua antes de apresentação da PEC da Transição; dólar e juros também caem

Com o volume de negociações menor no Ibovespa, o índice ficou próximo do zero a zero, aguardando detalhes sobre a PEC protocolada apenas no fim da tarde

Jasmine Olga
Jasmine Olga
28 de novembro de 2022
19:09 - atualizado às 18:44
Foto de brasília com céu azul ao fundo
Brasília segue em foco no pregão de hoje - Imagem: Câmara dos Deputados, em Brasília Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Sem grandes divulgações econômicas marcadas para esta segunda-feira (28) e com um jogo da seleção brasileira no início da tarde, o dia foi morno para a B3. 

Assim como no jogo de estreia do time do técnico Tite, as negociações não foram interrompidas enquanto a bola rolava, mas a falta de novidades no cenário político não deram a confiança necessária para que os investidores fizessem grandes mudanças em suas posições. 

Isso porque o dia transcorreu no aguardo de que mais detalhes sobre a PEC da Transição fossem apresentados — o que só ocorreu no fim do dia, com a bolsa já em leilão de fechamento. A perspectiva é de que a repercussão fique para amanhã. 

Apesar de o texto protocolado trazer um gasto extra-teto de quase R$ 200 bilhões por pelo menos quatro anos, as negociações entre governo eleito e Congresso apontam que a cifra final deve ser menor do que a inicialmente pretendida. 

Além disso, o nome de Fernando Haddad para um eventual ministério da Fazenda começa a ser melhor digerido pelos investidores. Com perspectivas mais favoráveis, os juros futuros recuaram, e o dólar à vista encerrou o dia em queda de 0,82%, a R$ 5,3661.

É bem verdade que o clima no exterior não estava dos melhores, já que a onda de protestos contra a política de covid zero na China e a perspectiva de juros elevados por mais tempo nos Estados Unidos levaram as bolsas em Wall Street a fechar o dia no vermelho. 

O Ibovespa, no entanto, escapou de uma queda maior — e chegou a operar a maior parte do dia em alta —, sustentado pelo avanço das ações da Petrobras. O principal índice da B3 recuou 0,18%, aos 108.872 pontos, puxado pelo setor de varejo e uma percepção de vendas fracas durante a Black Friday.

Um pedido de basta

Após semanas de expectativa de que o governo chinês estaria disposto a encerrar a sua política de covid zero, os mercados passaram pela decepção da continuidade da prática. A população chinesa, no entanto, não parece disposta a deixar as coisas como estão. 

Após três anos, as duras medidas de restrição impostas pelo governo da China para deter o coronavírus estão sendo questionadas, e moradores de diversas cidades do país iniciaram um movimento de protestos que pedem até mesmo a renúncia de Xi Jinping. 

De acordo com a imprensa internacional, é difícil quantificar o tamanho das manifestações, mas há movimentação em diversos bairros de grandes metrópoles como Pequim, Xangai e Wuhan, além de outras cidades. Universidades renomadas também se pronunciaram. 

A movimentação injetou cautela no mercado internacional já que não se sabe qual deve ser a postura do governo chinês e das implicações para a atividade econômica. Com isso, as bolsas asiáticas, americanas e europeias tiveram um dia de perdas. 

Uma ameaça?

Além do clima de cautela com os protestos na China, outro gatilho para a aversão ao risco nesta segunda-feira (28) foram declarações de James Bullard, dirigente do Federal Reserve de St. Louis. 

Conhecido por ser mais favorável a um aperto monetário mais firme, Bullard voltou a afirmar que os juros devem se manter elevados em 2023 e 2024, e defendeu um ajuste monetário rápido, indicando que ainda há espaço para a alta da taxa básica. Além disso, o dirigente afirmou que o mercado está menosprezando o risco de o Fomc precisar ser mais agressivo para conter a inflação e não o contrário. 

O resultado foram os principais índices em Wall Street fechando o dia em forte queda:

  • Dow Jones: -1,45%
  • S&P 500: -1,54%
  • Nasdaq: -1,58%

Sobe e desce do Ibovespa

As ações da Petrobras (PETR4) foram destaque nesta segunda-feira. Além da alta do petróleo no mercado internacional, a companhia divulgou ontem uma nota em que reforçou que o pagamento de dividendos extraordinários está previsto em seu plano estratégico, como forma de assegurar o pagamento dos proventos. Além disso, a companhia realizou o primeiro encontro da sua diretoria com a equipe de transição. Confira as maiores altas do dia:

CÓDIGONOMEULTVAR
RAIL3Rumo ONR$ 19,603,65%
PETR3Petrobras ONR$ 28,172,47%
CCRO3CCR ONR$ 11,632,29%
PETR4Petrobras PNR$ 24,362,10%
FLRY3Fleury ONR$ 17,481,86%

A leitura de que a Black Friday rendeu uma receita menor do que a esperada para as maiores varejistas do país acabou pressionando os papéis do setor, mesmo com o recuo dos juros futuros ao longo do dia. Confira também os piores desempenhos da sessão:

CÓDIGONOMEULTVAR
AMER3Americanas S.AR$ 9,89-9,68%
VIIA3Via ONR$ 2,09-6,70%
MRFG3Marfrig ONR$ 9,05-5,93%
CVCB3CVC ONR$ 4,74-5,77%
IRBR3IRB ONR$ 0,74-5,13%

Compartilhe

GRUPO DOS EXCLUÍDOS

B3 enquadra Infracommerce (IFCM3) para abandonar a condição de ‘penny stock’, mas solução ainda não foi encontrada  

23 de maio de 2024 - 10:35

Entre o período de 22 de março e 7 de maio deste ano, a dona da bolsa de valores acompanhou as cotações da companhia

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Apetite ao risco em NY e Petrobras (PETR4) não contagiam e Ibovespa cai; dólar recua

23 de maio de 2024 - 7:23

RESUMO DO DIA: O dia amanheceu nublado para o Ibovespa mais uma vez, enquanto Nvidia impulsiona o apetite ao risco dos investidores em Nova York. Por aqui, o Ibovespa segue sensível a quaisquer novidades sobre a transição de chefia da Petrobras (PETR4). Há a expectativa de que o nome de Magda Chambriard seja aprovado na […]

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa cai 1% e volta aos 125 mil pontos com NY após ata do Fed; dólar sobe a R$ 5,15

22 de maio de 2024 - 17:10

RESUMO DO DIA: Os olhos dos investidores ficaram concentrados no exterior com a ata da última reunião do Federal Reserve (Fed). Por aqui, o Ibovespa acompanhou a deterioração das bolsas de Nova York, além da repercussão do noticiário corporativo local — que segue agitado com o fim da temporada de balanços. O índice terminou o […]

DESTAQUES DA BOLSA

Por que as ações da XP despencam 15% após o balanço do primeiro trimestre?

22 de maio de 2024 - 12:17

A corretora reportou lucro líquido de R$ 1 bilhão no período, alta de 29% ante os R$ 796 milhões registrados no início do ano passado

AÇÃO ESTÁ CARA?

XP tem apenas um motivo para rebaixar a recomendação das ações da Embraer (EMBR3) — e é por causa de uma assimetria

22 de maio de 2024 - 11:54

Para os analistas, a companhia deixou de atravessar os céus abertos e atingiu a ‘altitude de cruzeiro’ neste momento

EM BUSCA DE SALVAÇÃO

Unidas por Lemann? Americanas (AMER3) propõe grupamento de ações para deixar de ser ‘penny stock’ e abre espaço para aumento bilionário de capital

22 de maio de 2024 - 10:35

Na última terça-feira (21), as ações fecharam a R$ 0,53 na B3; veja o que muda para o acionista

DANÇA DAS CADEIRAS

Mudanças no radar: Magda Chambriard se prepara para mexer em diretorias da Petrobras (PETR4) — mas não em todas

22 de maio de 2024 - 10:07

Embora algumas mudanças sejam esperadas, acredita-se que Magda Chambriard preservará parte dos atuais diretores da Petrobras

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Yduqs (YDUQ3) dispara e Ibovespa sustenta os 127 mil pontos na véspera da ata do Fed; dólar sobe a R$ 5,11

21 de maio de 2024 - 17:23

RESUMO DO DIA: Em um dia marcado pela volatilidade na bolsa local e o avanço mais contido em Nova York, faltou combustível para a tentativa do Ibovespa de recuperar as perdas da sessão anterior. O principal índice da bolsa brasileira fechou em baixa de 0,27%, aos 127.411 pontos. Já o dólar à vista ficou a […]

PINGANDO NA CONTA

Dona da bolsa, B3 (B3SA3) mira ETFs pagadores de dividendos em nova versão do índice IDIV

21 de maio de 2024 - 15:36

Nova forma de cálculo do IDIV B3 permite que índice esteja atrelado a ETFs que repassam pagamentos de proventos aos cotistas

DESTAQUE DA BOLSA

Segredo revelado: Yduqs (YDUQ3) apresenta projeções para os próximos cinco anos e ações sobem mais de 10% na B3

21 de maio de 2024 - 13:05

Há uma semana, a companhia educacional reportou os resultados do primeiro trimestre e nada mais

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar