🔴 TCHAUZINHO, NUBANK: Itaú BBA revela o nome da ação que pode colocar o roxinho para comer poeira; CLIQUE AQUI  e descubra a resposta no nosso Telegram

2022-09-23T15:28:13-03:00
Liliane de Lima
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formada pela PUC-SP, já passou pelo portal DCI e setor de análise política da XP Investimentos.
'PANE NO SISTEMA'

Aumento surpresa? Bug interno na Amazon faz com que funcionários recém-promovidos recebam salários “errados”

A Amazon informou que o problema já foi corrigido; segundo o comunicado interno, o erro se deu por uma falha num software que reajusta os salários conforme os preços da ações da companhia

23 de setembro de 2022
15:28
Fachada de vidro da Amazon com logo à frente
Amazon - Imagem: Sundry Photography/Shutterstock

Um dos benefícios de ser promovido no emprego é receber um salário maior. No caso dos funcionários da Amazon, contudo, conquistar uma remuneração melhor pode vir acompanhada de uma preocupação a mais. 

A empresa de tecnologia revelou nesta semana, em um e-mail interno, que muitos colaboradores recém-promovidos estavam recebendo um aumento maior do que o pré-definido pela Amazon. Ou seja, o aumento, na verdade, não é tão alto quanto os funcionários previam. 

A Amazon informou ainda que é provável que os salários informados pelos gerentes no momento da promoção poderão ser menores. 

Supostamente, o erro se deu por uma falha num software da empresa — o cálculo para reajuste dos salários tem como base os  preços das ações da companhia na Nasdaq. 

Sendo assim, o programa levou em consideração um período em que os papéis estavam mais altos e “exagerou” nos bônus — a empresa não informou qual intervalo de tempo foi levado em conta . 

Vale lembrar que as ações da Amazon caíram 28,2% nos últimos seis meses. Nesta sexta-feira (23), por exemplo, os papéis têm queda de 3,11%, sendo negociados a US$ 113,66. 

Por fim, não se sabe quantos funcionários foram afetados pelo erro. Segundo o portal Business Insider, ao menos 40% dos recém-promovidos foram impactados por esse problema no último trimestre. 

Amazon vs Funcionários 

Com o erro, a “guerra” entre a Amazon e seus funcionários voltou à tona. Jeff Bezos, o dono da empresa de tecnologia, já foi eleito o pior chefe do planeta. 

A “coroação” que poucos empresários desejam aconteceu em 2014, em um congresso mundial da Confederação Internacional de Sindicatos (ITUC, na sigla em inglês), em Berlim, na Alemanha. 

Isso porque os empregados da Amazon no país alegam que o chefe os tratava como robôs e não escondia que desejava substituí-los por máquinas. Mas o prêmio não mudou a relação entre Bezos e os seus funcionários. 

Nos últimos dois anos, durante a pandemia de coronavírus, a Amazon enfrentou sérias críticas dos senadores dos EUA e do público em geral quanto ao péssimo tratamento aos funcionários nos centros de distribuição. 

A empresa foi “forçada” a parar e cumprir a quarentena, em meio aos inúmeros casos positivos e à falta de equipamentos adequados de proteção individual. 

A última batalha teve como cenário a volta aos escritórios. Seguindo o exemplo de outras gigantes de tecnologia, como a Apple e o Google, a Amazon cogitou o retorno ao trabalho presencial no ano passado. 

Em outubro de 2021, Andy Jassy, CEO da empresa, disse que a Amazon deixaria para os gerentes decidirem a frequência de idas aos escritórios dos funcionários, após ser criticado por defender o retorno a uma “cultura centrada no escritório”. 

Já no início deste mês, o executivo voltou a falar sobre o tema, em uma conferência em Los Angeles. Na ocasião, Jassy afirmou que a companhia não planeja retornar às atividades presenciais em breve e que a Amazon está “mais aberta” a recrutar profissionais de qualquer local, em vez de concentrar apenas em áreas onde tem escritórios. 

*Com informações de Business Insider

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

DIVIDENDO E CAPITAL

Localiza (RENT3) vai colocar R$ 346 milhões no bolso dos acionistas, mas pode “tirar” uma parte em outra operação; entenda

26 de setembro de 2022 - 10:34

Localiza (RENT3) vai distribuir juros sobre o capital próprio (JCP), mas chama acionistas para aumento de capital que pode chegar a R$ 150 milhões

é hora de comprar?

XP inicia cobertura da Eletrobras (ELET3) com recomendação de compra e acredita que o papel pode subir 55%

26 de setembro de 2022 - 10:14

Para a XP, potencial de valorização da Eletrobras (ELET3) tem relação com forte geração de caixa e mudanças trazidas pela privatização

SEM CALMA ANTES DA TORMENTA

Fundador da Terra (LUNA) é procurado em 195 países e bitcoin (BTC) aguarda dados dos EUA: saiba o que movimenta as criptomoedas esta semana

26 de setembro de 2022 - 10:00

Caça ao fundador da Terraform Labs não interfere diretamente nas cotações da Terra (LUNA): o token LUNA salta 5,77% na manhã desta segunda-feira (26)

DÚVIDA CRUEL

Os analistas preferem as ações de shoppings, enquanto os gestores apostam em fundos imobiliários do setor — qual ativo é o ideal para a sua carteira?

26 de setembro de 2022 - 9:34

A retomada do segmento alimenta o otimismo do mercado, mas desperta dúvidas sobre qual é a melhor maneira de aproveitar o bom momento

MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Ibovespa opera em queda acima de 1% enquanto exterior recupera perdas; dólar tem forte alta e atinge R$ 5,30

26 de setembro de 2022 - 9:04

RESUMO DO DIA: As bolsas internacionais operam em tom negativo nesta segunda-feira (26). Com a agenda esvaziada, os investidores mantêm-se cautelosos com a recessão global no radar, além da expectativa da divulgação de importantes dados macroeconômicos ao longo da semana, entre eles o índice de gastos com consumo pessoal (PCE), que mede a inflação nos […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies