Menu
2021-03-15T18:35:08-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
SOB NOVA DIREÇÃO

IMC troca CEO em meio à disputa envolvendo contrato de franquia com KFC

Dona da rede de restaurantes Frango Assado escolhe ex-presidente da rede de restaurantes Popeye’s para o lugar de Newton Maia

15 de março de 2021
10:17 - atualizado às 18:35
frango assado IMC
Frango Assado - Imagem: Facebook/Divulgação

Em meio à disputa com a americana Kentucky Fried Chicken International Holdings (KFC) a respeito da repactuação do contrato de master franquia, a International Meal Company (IMC) (MEAL3) decidiu trocar seu CEO.

A dona da rede de restaurantes Frango Assado anunciou que Alexandre Santoro assumirá o comando da empresa no lugar de Newton Maia em 1º de abril.

Santoro foi presidente global da rede de restaurantes Popeye’s, que pertence à Restaurant Brands International (RBI), empresa investida pela 3G Capital, grupo de investimento cofundado pelo bilionário brasileiro Jorge Paulo Lemann. A Popeye’s é rival da KFC no segmento de restaurantes especializados em frango frito nos Estados Unidos.

Ele também atuou como CEO, presidente e vice-presidente de logística para a ALL (América Latina Logística) e em posições de liderança na Ambev e na Danone.

Maia ficou por quatro anos no comando da IMC e foi responsável por reestruturar a empresa, adotando medidas como a revitalização e retomada do crescimento das marcas Frango Assado e Margaritaville, implementação da cozinha central, fortalecimento do portfólio de marcas, com a adição das marcas Pizza Hut e KFC, e a expansão do número de lojas de 254 para 481 até o final do ano passado.

Briga de galo

A gestão de Maia à frente da IMC não foi marcada apenas por sucessos. Por conta da pandemia, a empresa iniciou um processo de revisão de determinados termos de acordos de master franquia firmados com Pizza Hut International e KFC, para alterar as metas e prazos de abertura de lojas previstos, diante dos efeitos que a crise teve no setor de alimentação.

Enquanto chegou a um acordo com a Pizza Hut, a IMC não acertou a repactuação do contrato com a KFC, por conta de divergências quanto à aplicação de penalidades e à revisão de prazos e metas para abertura de lojas.

A KFC acabou denunciando a IMC na Justiça por quebra de contrato no começo do ano. No final de fevereiro, o Juízo da 2ª Vara Empresarial e Conflitos de Arbitragem da Comarca de São Paulo indeferiu os pedidos da KFC de revogação da exclusividade da KSR Master Franquia, subsidiária da IMC, na administração das operações da KFC no Brasil.

Por outro lado, ele permitiu que a empresa americana negocie um contrato de master franquia com outros interessados, mas a KFC precisará destacar a existência da disputa com a IMC aos eventuais interessados. A autorização vigerá até a constituição de tribunal arbitral, em que o juízo analisará o mérito da disputa entre as partes.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

em meio à crise

Em reunião com empresários, Bolsonaro defende vacinação e diz não ter preocupação com CPI da Covid

Presidente e ministros participaram de uma videoconferência com o grupo que reúne os 50 maiores grupos privados do País

seu dinheiro na sua noite

Ação da Moura Dubeux caiu 50% desde o IPO. Ficou barata?

O ano de 2020 começou promissor para a economia brasileira e com boas perspectivas para a chegada de novas empresas à bolsa. A temporada de IPOs se iniciou nos primeiros dias de fevereiro, com a estreia da construtora Mitre, seguida da empresa de tecnologia Locaweb. Mais para meados do mês, vimos a abertura de capital […]

ampliação de sortimentos

Lojas Americanas compra Imaginarium e prevê aumentar marcas próprias

Companhia anunciou aquisição do Grupo Uni.co, mas não revelou valores; com negócio, Americanas avança sobre varejo especializado em franquias

FECHAMENTO

Mercado olha desconfiado para Orçamento e Ibovespa acompanha queda do exterior; dólar fica estável

Com a agenda de indicadores esvaziada e a véspera de feriado, os investidores acabaram optando pela cautela

Prioridade na Casa

Câmara aprova requerimento de urgência sobre projeto de privatização dos Correios

A medida permite que a proposta “fure” a fila de votação de projetos e pode agilizar o processo de desestatização

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies