Menu
2021-01-15T18:31:25-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
números promissores

Aura Minerals projeta crescimento de até 42% da produção em 2021

Desempenho neste ano deve ser puxado por mina em Honduras, que deve ser manter como principal fonte de minério

15 de janeiro de 2021
10:43 - atualizado às 18:31
aura minerals mineração
Imagem: Divulgação

Depois de bater recorde de produção no quarto trimestre e ver um aumento de 15% no acumulado de 2020, a Aura Minerals, que tem recibos de ações (BDRs) negociados na B3, anunciou que o volume total em 2021 deve ficar entre 250 mil e 290 mil onças equivalentes de ouro (GEO).

As projeções representam um aumento de 22,4% e 42% em relação às 204.230 GEO alcançadas em 2020, respectivamente – GEO são calculadas pela conversão da produção de prata e cobre em produção de ouro através da razão entre os preços desses metais e o do ouro.

A expectativa é de que a área de Esperanza, da mina de San Andres, em Honduras, se mantenha como principal fonte de minério para 2021.

Longo prazo

Além das projeções de produção para 2021, a Aura Minerals anunciou as metas para a produção no período de 2022 a 2024.

Segundo o comunicado, a administração definiu uma meta de produção de 400 mil a 480 mil GEO que deve ser atingida em 2024.

O CEO da companhia, Rodrigo Barbosa, informou que o objetivo de mais do que dobrar a produção anual até 2024 será alcançando por meio da expansão de projetos já existentes (brownfield) e com o início das operações de novas unidades (greenfield), “sem incluir quaisquer eventuais aquisições”.

Os investimentos previstos para 2021 devem ficar entre US$ 94 milhões e US$ 104 milhões. Ela planeja iniciar a construção do projeto greenfield de Almas, mina de ouro localizada no Tocantins, desenvolver um estudo de viabilidade prévio para o projeto de ouro Matupá, em Mato Grosso, e expandir a capacidade de Aranzazu, mina subterrânea de ouro, prata e cobre, localizada em Zacatecas, México.

A administração da Aura Minerals pretende ainda expandir a vida útil das minas em suas unidades de negócio. Assim, em 2021 ela pretende investir de US$ 24 milhões a US$ 28 milhões em projetos neste sentido.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Queda brusca

Produção de veículos recua 3,5% em fevereiro em comparação anual, diz Anfavea

Frente a janeiro, a produção caiu 1,3%, levando o volume acumulado no primeiro bimestre para 396,7 mil unidades.

Gestora sobe o tom

Fundo Verde se protege no câmbio e diz que governo “falhou miseravelmente” em comprar vacinas

O atraso em proteger a população aparece a olhos vistos, e tem consequências óbvias tanto em termos de vidas quanto em termos econômicos, escreveu a gestora de Luis Stuhlberger

IR 2021

Quer saber quando vai receber sua restituição de IR? Confira o calendário de 2021

Restituição do imposto de renda será, mais uma vez, paga em cinco lotes, entre maio e setembro. Veja o calendário válido para 2021

Vendas no Varejo

Varejo cresce 3%, ativado pelo setor de construção e supermercados

Conforme os dados da Fecomércio, o setor da construção registrou, ao final de 2020, crescimento de 18,7% no faturamento, fechando o ano em R$ 67,6 bilhões

expandindo a produção

PetroRio aumenta participação em campo no pré-sal e ações sobem mais de 4%

Empresa passa a deter 64,3% da concessão, que tem potencial para produzir mais de 140 milhões de barris de óleo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies