Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-03-23T09:22:39-03:00
Letícia Flávia Pinheiro
Letícia Flávia Pinheiro
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista em formação pela Universidade de São Paulo, trabalhou com jornalismo cultural, assessoria de imprensa e marketing na Jornalismo Júnior (ECA - USP) e com produção de conteúdo na Agência Estufa.
RADIO CASH

Quais as tendências para o varejo brasileiro? Entenda a visão de José Galló, a cabeça responsável pelo sucesso da Renner no Brasil

Considerado um dos executivos que mais entende de varejo no Brasil, Galló foi CEO da Renner (LREN3) por 20 anos e hoje é presidente do conselho; no podcast RadioCash, ele fala sobre perspectivas para o varejo, investimentos, startups e dá dicas para pequenos empreendedores se diferenciarem no mercado

23 de março de 2021
9:22
José Galló
Presidente da varejista Renner, José Gallo - Imagem: Léo Caldas/Estadão Conteúdo

E se você pudesse saber o que os maiores players do mercado têm em mente para superar os desafios do momento? Essa é a proposta do RadioCash, o podcast de mercado financeiro produzido pela Vitreo e Empiricus. Nesta semana, o convidado é José Galló, que foi CEO da Renner (LREN3) por 20 anos e é uma das maiores referências no varejo brasileiro. 

A gestão do empresário foi responsável por transformar a Renner, antes com oito lojas e valor de mercado de menos de R$ 1 milhão, na líder no segmento de varejo de vestuário no Brasil. Hoje, a companhia vale mais de R$ 34 bilhões, e muito de seu sucesso é atribuído ao belo trabalho de Galló e a sua fórmula de ‘encantamento do cliente’.

Em 2019, o executivo deixou de ser CEO para assumir a presidência do Conselho de Administração da companhia. Na entrevista dada ao RadioCash, Galló comenta suas previsões para o setor e quais são suas apostas para os investimentos e para o Brasil. Você pode acompanhar a entrevista completa no link abaixo. É só dar o play: 

Mas, se preferir, pode ficar comigo. Abaixo eu escrevo sobre algumas das principais questões abordadas na conversa, guiada pelos analistas Felipe Miranda (estrategista-chefe da Empiricus), Jojo Wachsmann (CIO da Vitreo) e pela jornalista especializada em mercado financeiro Ana Westphalen.

Quais as perspectivas do Varejo no Brasil? 

“Quando as coisas se estabilizarem, teremos um momento muito bom para o varejo”, comenta o ex-CEO da Renner. Ele acredita que à medida que o processo de vacinação evoluir, haverá uma onda de euforia de consumo no mercado brasileiro, semelhante ao que ocorre na Flórida hoje, que já está com mais de 25% de sua população vacinada. 

Mas, até o Brasil chegar lá, será um grande desafio. “Estamos bastante atrasados e com um péssimo planejamento em relação às vacinas, o que gera instabilidade”. Diante disso, Galló enxerga ser fundamental a aprovação das reformas em Brasília para criar ânimo no setor privado. “Isso traria uma esperança altamente necessária.”  

Para Galló, a retomada do funcionamento sólido do varejo presencial dependerá da curva de desenvolvimento da pandemia e da vacinação. No entanto, ele vê chances de melhoria no setor por volta do quarto trimestre de 2021. “Não é infinito nosso sofrimento”.  

O executivo também traz um panorama geral de outros setores da economia brasileira, como o de serviços, logística e commodities. 

Para saber a percepção macro de uma das maiores lideranças do país, que também é membro do Conselho Administrativo da Ultrapar e do Itaú, recomendo que escute esse episódio do podcast na Íntegra. É uma verdadeira lição de empreendedorismo, varejo e investimentos:

Aumento da Selic impacta o setor? 

Embora o desempenho do varejo seja fortemente influenciado pela taxa de juro, de acordo com o atual presidente do conselho da Renner, o aumento da Selic anunciado na última reunião do Copom ainda não afeta o varejo de maneira significativa. 

“Quando o juro atingir 4% ou 5% ao ano, talvez as varejistas sejam impactadas. Mas por enquanto, esse aumento não é relevante para o crediário. O vestuário tem prazos curtos”, diz Galló, que imagina que os juros afetem mais os setores de automóveis e eletrodomésticos, por exemplo.     

Mudança de hábito do varejo para o e-commerce: novas tendências

Para José Galló, é certo que o varejo online é uma tendência que vem crescendo em ritmo acelerado no Brasil. Basta olhar para grandes marketplaces generalistas que crescem cada dia mais, como Magazine Luiza e Mercado Livre. 

No entanto, o executivo também acredita que outra tendência está por vir: os marketplaces verticais, isto é, especializados em algum segmento específico. Um exemplo disso é a Enjoei, que é especializada em moda.

“Ninguém consegue agradar a todos. O grande desafio é criar uma experiência encantadora na loja, seja ela física ou virtual. Não acredito que o marketplace generalista seja capaz de criar experiências únicas e personalizadas ao cliente”.

Outra perspectiva de Galló é que as lojas físicas não deixarão de existir ou de serem consumidas pela sociedade após o término da pandemia. “O varejo físico envolve socialização, emoção e entretenimento". Para o executivo, as pessoas vão às lojas mais do que para simplesmente comprar, mas sim, para ter uma experiência. 

Nesse ponto da discussão, Galló embarca no seu conceito de encantamento do cliente, o motor que impulsionou a Renner a se tornar referência de crescimento no mercado de varejo brasileiro. O executivo até mesmo escreveu um livro sobre isso, chamado “O poder do encantamento”.

Se eu fosse você, não deixaria de dar uma conferida na experiência que o executivo dividiu com os ouvintes no RadioCash. Afinal, para ser um investidor maduro e com uma visão 360º sobre o que está acontecendo nas entrelinhas do mercado, é obrigatório entender que ações são pedacinhos de empresas e vale a pena conhecer os cases de sucesso. Isso é dar valor ao seu dinheiro investido. Por isso, deixo aqui o convite para você escutar na íntegra a entrevista completa:

Startups, investimentos e um sopro de esperança  

Ao longo do podcast, José Galló também comenta sobre os seus próprios investimentos. Então, se você quiser saber onde e como investe um dos maiores executivos do país, sugiro que escute esse episódio. Mas, na realidade, existem outras razões pelas quais você deveria escutá-lo também:

Uma delas é que Galló traz o nome das principais startups que ele vê no radar como grandes oportunidades no futuro. São empresas tanto nacionais quanto internacionais, com crescimento fervilhante.    

Outra é que o executivo dá uma verdadeira aula de como encantar o cliente. Se você é um micro ou pequeno empreendedor, ou conhece alguém que seja, vale muito a pena aprender a fórmula do sucesso que fez as Lojas Renner serem o que são hoje: uma referência de varejo de vestuário no país. Galló dá exemplos práticos de como aderir ao conceito, transformar seu negócio e se diferenciar no mercado. 

Por último (e mais importante, na minha opinião) é que escutar o ex-CEO da Renner é muito mais do que aprender sobre empreendedorismo ou saber quais as tendências do varejo no Brasil. As falas de Galló transmitem o otimismo necessário para nós, investidores, que sentimos desesperança frente ao cenário atual do Brasil. 

O executivo, sem deixar de ser realista, passa uma mensagem de calma e esperança em seu discurso. Por isso, deixo aqui meu convite para você conferir a entrevista completa com uma das mentes mais brilhantes e competentes desse país. Garanto que você não vai se arrepender: 

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Crise dos chips

Sem carro zero no mercado, preço de usados sobe até 20% e vendas disparam – carro usado chega a custar mais que um novo

Mercado enfrenta escassez de semicondutores, demanda alta por veículos e prazos longos para a entrega

sem escassez

Fábrica da Tesla em Xangai deve terminar setembro com 300 mil carros produzidos em 2021

Marca será atingida mesmo em meio a uma escassez global de semicondutores, disseram duas fontes da montadora à Reuters

Fim da pandemia

CEO da Pfizer prevê que voltaremos à vida normal dentro de um ano, mesmo com novas variantes do coronavírus

Albert Bourla acredita que vacinação contra a covid-19 se tornarão anuais, para cobrir novas variantes, e que vacinas durarão um ano

ainda não acabou

Controladores da Alliar (AALR3) contratam XP para vender o negócio, diz jornal

Empresa de diagnósticos foi alvo, recentemente, de disputa pelo controle pela Rede D’Or e fundos ligados ao empresário Nelson Tanure

Mais recursos

Democratas aprovam pacote de US$ 3,5 tri no Comitê de Orçamento da Câmara dos EUA

Recursos serão destinados à rede de segurança social e programas relacionados a mudanças climáticas. Obtenção de quase unanimidade para aprovação no Congresso é desafio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies