Menu
O melhor do Seu Dinheiro
Victor Aguiar
2021-05-17T19:19:00-03:00
O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Os três mosqueteiros do varejo e outros destaques da noite

17 de maio de 2021
19:17 - atualizado às 19:19
Three,Sword,Wearing,Musketeers,With,Hats
Imagem: Shutterstock

Na bolsa e no setor de varejo, a máxima do "um por todos e todos por um" não se aplica. Empresas competem umas com as outras e investidores buscam as melhores aplicações — o "cada um por si" tem bem mais adeptos.

Mas, quem diria, três mosqueteiros juntaram suas espadas para comemorar os bons resultados do primeiro trimestre: no papel de Porthos, apareceu Luiza Trajano, do Magalu; como Athos, veio Ilson Mateus, do Grupo Mateus; e, vestido de Aramis, estava Roberto Jatahy, do Grupo Soma.

As três companhias, afinal, se destacaram num ambiente altamente competitivo. O setor de varejo — seja ele alimentar, de vestuário ou de e-commerce — é difícil, tem margens estreitas e competidores agressivos.

Mas, nessa briga de espadas, os três mostraram-se mais habilidosos que a concorrência. Venderam mais, preservaram mais as margens, ganharam participação de mercado — enfim, saíram vitoriosos da batalha.

E, ainda mais curioso: cada um tem seu estilo próprio na luta. O Magalu continuou avançando no e-commerce, mostrando que não há espadachim igual; o Grupo Soma teve lucro e vendeu mais, apesar do momento duro do varejo de vestuário; o Grupo Mateus cresceu forte tanto no atacarejo quanto nos supermercados comuns.

O Kaype Abreu encarnou Alexandre Dumas e contou a história dos três mosqueteiros do varejo na bolsa — e explica por que seus resultados trimestrais foram tão positivos. A edição completa do best seller está aqui.

MERCADOS

 Ajudado novamente pelo minério de ferro, que puxou a cotação da Vale e siderúrgicas para cima, o Ibovespa fechou em alta e ficou a um triz dos 123 mil pontos. Já o dólar teve um dia de sobe e desce e terminou em leve baixa.

 Mais uma vez, bastou um tweet para que o bilionário Elon Musk perturbasse o frágil equilíbrio do universo cripto. O CEO da Tesla deu a entender que a fabricante de carros elétricos poderia se desfazer dos bitcoins que adquiriu e levou a moeda digital ao menor patamar desde fevereiro.

 O Getninjas se juntou hoje a uma lista que vem crescendo nas últimas semanas: a de empresas que, além de precisarem de descontos para emplacar seus IPOs, estrearam em queda na B3.

 Porém, algumas empresas seguem acreditando que podem superar as adversidades do mercado e buscam a abertura de capital. É o caso da Multilaser e da Invest Tech, que protocolaram pedidos de IPO na CVM nos últimos dias.

EMPRESAS

 Na reta final da temporada de balanços do primeiro trimestre, a Cosan divulgou lucro líquido 28% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado. Saiba mais sobre o resultado da empresa, que agora inclui também os números da Rumo.

 A guerra dos streamings ganhou mais um capítulo hoje: a norte-americana AT&T está se armando para enfrentar Disney e Netflix e confirmou um acordo para a fusão de seu braço de mídia, a WarnerMedia, com a Discovery. Veja os detalhes do acerto.

ECONOMIA

 O BTG Pactual continua acreditando no bitcoin, independente dos tweets do Elon Musk. O banco de investimentos lançou um fundo com alocação de até 100% na moeda digital e sem taxa de performance.

 O boletim Focus desta semana trouxe de volta aos holofotes uma velha conhecida dos brasileiros. Os analistas consultados pelo Banco Central aumentaram novamente a previsão para o IPCA, índice oficial da inflação, em 2021 e 2022. Confira as projeções.

POLÍTICA

 A reforma administrativa deu mais um passo hoje com a leitura do parecer do relator na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. O texto barrou a possibilidade de extinção de autarquias por decreto e ainda deve passar por uma comissão especial antes de ir à votação.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

atenção, acionista

Carrefour paga R$ 175 milhões em juros sobre capital próprio e altera valor de dividendos

Cifra equivale a R$ 0,088148225 por ação em circulação; também anunciou uma modificação do valor por ação dos dividendos aprovados em abril, de R$ 0,382372952 para R$ 0,382361396

maior apetite por risco

Empresas do Brasil captam US$ 4,6 bilhões; montante deve aumentar com ofertas de Stone e Light

Emissores brasileiros haviam paralisado planos de captar no exterior nos últimos meses, em meio à turbulência interna com a pandemia e o aumento do juro norte-americano

em meio ao aumento de consumo de frango

SuperFrango, de Goiás, retomará IPO de R$ 1 bilhão

Após resolver adiar a operação, a empresa fará uma apresentação mais cuidadosa de seu negócio aos analistas; oferta é estimada entre R$ 1 bilhão e R$ 1,5 bilhão

levantamento

Estatais descumprem critérios do marco do saneamento

GO Associados calculou que as companhias públicas do Rio Grande do Norte, Santa Catarina, Alagoas, Maranhão, Amazonas, Pará, Piauí, Roraima, Rondônia e Amapá não atendem a todos os critérios da “etapa 1” do decreto – que prevê o cumprimento de índices mínimos dos indicadores econômicos-financeiros

questionamentos em brasília

Novo marco de saneamento é alvo de ofensiva no Supremo e no Congresso

No Supremo, mais de 20 empresas estatais que prestam hoje serviços no setor querem a volta da possibilidade de fechar os chamados “contratos de programa”, diretamente com as Prefeituras e sem licitação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies