Menu
O melhor do Seu Dinheiro
Renato Carvalho
Dados da Bolsa por TradingView
2021-06-29T10:05:41-03:00
O melhor do seu dinheiro

O dólar e seus mistérios, medo da inflação na bolsa e outros destaques

29 de junho de 2021
10:03 - atualizado às 10:05
Dólar
Imagem: Shutterstock

Antes do início da pandemia de covid-19, há pouco mais de um ano (apesar de parecer uma década), era muito comum ser questionado por amigos sobre o dólar.

Isso porque em boa parte da minha carreira, eu cobri o mercado financeiro, o dia a dia de Bolsa e câmbio. Eles estavam planejando uma viagem internacional, de férias, e queriam saber o melhor momento para comprar dólares.

Geralmente, eu fugia de responder a essa pergunta, mesmo querendo ajudar meus amigos. Para mim, os caminhos do câmbio sempre foram um mistério. Claro que há uma lógica, mas traçar um cenário futuro sempre foi difícil.

Se voltarmos um pouco no tempo, para 2018, logo após a última eleição presidencial, não havia qualquer sinal de que o dólar chegaria a valer R$ 5,80 menos de três anos depois.

E agora, com a moeda norte-americana voltando a ser cotada abaixo de R$ 5, o que pode acontecer?

Na coluna Insights Assimétricos, Matheus Spiess explica por que responder diretamente a esta pergunta é tão complicado. Mas ele joga uma luz sobre o tema, listando os fatores que influenciam e ainda vão influenciar a variação do câmbio.

Além disso, ele dá dicas sobre como os investidores podem se posicionar e mudar a mentalidade em relação ao dólar. Vale a leitura desta verdadeira aula sobre câmbio.

Outro tema bastante discutido atualmente é o volume de ataques cibernéticos sofridos por grandes empresas. Somente nas últimas semanas, companhias como JBS e Fleury tiveram seus sistemas invadidos por hackers.

O meu colega Renan Sousa ouviu especialistas sobre o assunto e mostra como não só as grandes corporações, mas todos nós, podemos nos prevenir para evitar os ransomwares, como são conhecidos estes ataques hackers, e todos os prejuízos que eles podem causar, principalmente financeiros.

O que você precisa saber hoje

MERCADOS

O que mexe com os mercados hoje? Investidores devem ficar de olho na nova bandeira tarifária da conta de luz, que deve colocar ainda mais pressão em cima da inflação brasileira. O exterior opera sem direção única, à espera das falas de dirigentes do Fed e da divulgação dos dados de emprego no final da semana.

EMPRESAS

A Suzano continua inovando nas formas de captar recursos. A fabricante de papel e celulose fez a primeira emissão externa da América Latina atrelada ao compromisso de maior diversidade e inclusão. A meta principal é aumentar a proporção de mulheres em cargos de liderança. 

A Ambipar intensificou sua corrida atrás de oportunidades, e na noite desta segunda, anunciou a aquisição do controle total da Suatrans, que atua na área de emergências ambientais. A compra é complementar à da Disal, fechada dias antes.

Temos empresas inovando na bolsa norte-americana. A gestora ARK Invest entrou com pedido para abertura de um ETF de bitcoin; o objetivo da iniciativa é rastrear o desempenho da criptomoeda tendo como parâmetro o S&P Bitcoin Index. 

A Marfrig irá emitir R$ 1,2 bilhão em debêntures em até duas séries. Os títulos da primeira tranche devem pagar a taxa interna de retorno do Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais, com vencimento em 2028, acrescida de sobretaxa de 0,85% ao ano.

ECONOMIA

Vai ter apagão? Na tentativa de evitar qualquer problema elétrico decorrente da crise hídrica, o ministro Bento Albuquerque pediu para que a população poupe água e energia e apresentou medidas que o governo estuda para enfrentar essa situação. Confira os detalhes aqui.

As estimativas para licitação do bloco 3 da Cedae estão crescendo. Prevista para acontecer em novembro, seu valor deve atingir R$ 3 bilhões contra os R$ 900 milhões previstos inicialmente. O bloco tinha apenas 7 municípios engajados, e agora já soma mais de 20. 

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua manhã". Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Mostrando confiança

BR Distribuidora resolve antecipar R$ 554 milhões em remuneração aos acionistas referente a 2021

Empresa vai pagar os proventos em forma de Juros sobre Capital Próprio, divididos em duas datas, em setembro e em dezembro deste ano

Nova tentativa

Guedes afirma que programa de emprego para jovens terá crédito extraordinário de até R$ 3 bilhões

Segundo ministro, a alternativa foi pensada como forma de enfrentar os efeitos da pandemia no nível de desocupação de jovens, que aumentou no período

SEXTOU COM O RUY

Big Bang, a teoria: As leis da Física e a tributação dos dividendos

As empresas são organismos vivos, que precisam se adaptar às mudanças para sobreviver, como na recente proposta de tributação de dividendos

dinheiro no caixa

Petrobras vende participação em companhias de energia por R$ 160 milhões

Estatal assinou contratos para a venda de suas participações de 20% na Termelétrica Potiguar (TEP) e de 40% na Companhia Energética Manauara (CEM) para a Global Participações Energia S.A. (GPE)

seu dinheiro na sua noite

Mais micro, menos macro: quando os balanços são o destaque na bolsa

Como investidores, sabemos que os mercados estão sujeitos às mudanças no cenário macroeconômico – e, no caso do Brasil e outros países emergentes, os pregões são particularmente suscetíveis também ao noticiário político. Mas, no fim do dia, a bolsa reflete o desempenho das companhias que ali são negociadas. Nas temporadas de balanços trimestrais, analistas e […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies