Menu
Jasmine Olga
O melhor do Seu Dinheiro
Jasmine Olga
Dados da Bolsa por TradingView
2021-08-30T20:06:20-03:00
SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa tem dia morno, mas essa semana ainda promete

30 de agosto de 2021
20:30 - atualizado às 20:06
Gangorra Ibovespa mercads touro urso bear bull
Ibovespa sente peso do exterior e cenário doméstico conturbado e cai após abertura - Imagem: Shutterstock

Os próximos dias prometem ser movimentados para o mercado financeiro. A agenda está cheia, e os investidores devem se manter atentos às divulgações de índices de atividade, PIB e o principal relatório do mercado de trabalho nos Estados Unidos (payroll), mas a semana começou morna para o Ibovespa.

As bolsas americanas voltaram a renovar recordes, e o dólar à vista recuou 0,12%, a R$ 5,1893, ainda ecoando o discurso de Jerome Powell, presidente do Federal Reserve, na última sexta-feira. Já a bolsa brasileira voltou a apresentar comportamento contrário ao de Wall Street, com uma queda de 0,78%, aos 119.739 pontos, devolvendo parte dos ganhos da última semana.

Para os analistas, sem nenhum fator relevante que possa impulsionar os ativos, a tendência que permanece é a de queda, já que o cenário doméstico segue complicado. A indefinição em torno do orçamento do próximo ano e a movimentação política do presidente Jair Bolsonaro antes do feriado de 7 de setembro causam desconforto, mas hoje a crise política teve uma outra cara no noticiário.

A informação de que a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil poderiam deixar a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) após a entidade assinar um manifesto que traria críticas ao governo e cobraria harmonia entre os Poderes gerou ainda mais tensão no mercado.

Em nota, a Febraban esclareceu que o texto em questão não continha ataques ao governo ou oposição à atual política econômica. "O manifesto pedia serenidade, harmonia e colaboração entre os Poderes da República e alertava para os efeitos do clima institucional nas expectativas dos agentes econômicos e no ritmo da atividade", disse a entidade, em nota.

O racha no setor financeiro deve levar a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), idealizadora do documento, a rever o texto, mas a declaração da Febraban foi suficiente para garantir algum alívio nos juros, que embutem o risco da crise político-fiscal.

A divulgação do déficit de R$ 19,829 bilhões do governo central em julho, bem abaixo da mediana das expectativas, também ajudou os principais contratos de DI a terem um dia de alívio, ainda que a crise hídrica traga uma piora de perspectivas para a inflação.

No noticiário corporativo, os destaques principais ficaram com o otimismo dos analistas com as ações da novata Multilaser (MLAS3) e as novas aprovações de processos pendentes feitas pelo Cade.

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta segunda-feira, incluindo os principais destaques do pregão e as ações com o melhor e o pior desempenho.

À ESPERA DA VIRADA
Lucro multiplicado e receitas bilionárias: Veja por que analistas recomendam a compra das ações da Multilaser (MLAS3)
Analistas consideram papel barato nos níveis atuais e projetam bons resultados para a companhia nos próximos cinco anos. Potencial de valorização chega a 70%.

GUERRA DOS ETFS
BlackRock acompanha concorrência e reduz taxa de administração do seu ETF de Ibovespa
O BOVA11, administrado pela BlackRock, é hoje o ETF de Ibovespa mais líquido do mercado, com R$ 14 bilhões sob gestão. 

MAIS VERDE
Em linha com o novo momento: Vibra Energia (BRDT3) fecha parceria para joint venture de etanol
Antiga BR Distribuidora se aliou à Copersucar para comercializar o biocombustível, como parte da sua estratégia ESG.

E-COMMERCE ROXO
Prestes a fazer IPO, Nubank compra fintech de pagamentos Spin Pay
Aquisição de startup focada em pagamentos instantâneos para o e-commerce, incluindo o Pix, marca a chegada do Nubank no varejo eletrônico.

EXILE ON WALL STREET
O paradoxo da diversificação: um diálogo imaginário entre Felipe Miranda, Ray Dalio, Warren Buffett e Nassim Taleb
A diversificação é a maior responsável pela construção patrimonial ao longo dos anos, muito mais do que a escolha específica desta ou daquela ação. O problema é o “como” fazer. Esse é o tema do debate imaginado pelo sócio-fundador e CIO da Empiricus, Felipe Miranda, com três gurus do mercado financeiro.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Parceria digital

Assaí (ASAI3) faz parceria com Cornershop, aplicativo de compras online

A plataforma foi criada para que consumidores comprem produtos de supermercados locais com entregas rápidas ou programadas

Exile on Wall Street

O que faz as empresas falharem? Conheça as cinco “assassinas silenciosas” que podem impactar nos seus investimentos

O verdadeiro início da derrocada de uma empresa não pode ser devidamente noticiado pelas finanças ou pelas operações, mas somente dentro do núcleo de cultura corporativa

CAPTAÇÕES BILIONÁRIAS

Localiza, Unidas e Movida vão a mercado em busca de R$ 5 bilhões com emissões de debêntures

Locadoras de veículos se recuperaram rapidamente da crise da covid-19 e buscam recompor o caixa em meio à escassez de componentes no setor automotivo

De olho no dragão

Ministério da Economia eleva expectativa para inflação em 2021; veja qual a nova projeção

A pasta também atualizou as estimativas para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor, utilizado para a correção do salário mínimo

MERCADOS HOJE

Com precatórios e queda do minério de ferro no radar, Ibovespa opera em queda de 1%; dólar avança

Em Brasília, os investidores acompanham de perto as discussões em torno do pagamento dos precatórios e repercutem mais uma queda expressiva do minério de ferro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies