🔴 5 MOEDAS PARA MULTIPLICAR SEU INVESTIMENTO EM ATÉ 400X – VEJA COMO ACESSAR LISTA

Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
SEGREDOS DA BOLSA

Esquenta dos mercados: avanço da ômicron preocupa investidores na última semana do ano; inflação e desemprego são destaques no Brasil

As principais bolsas da Ásia fecharam o dia em baixa, enquanto na Europa e EUA os índices operam mistos, com o otimismo com a eficácia das vacinas equilibrando os temores por novas infecções

Larissa Vitória
Larissa Vitória
27 de dezembro de 2021
8:03 - atualizado às 8:21
Ibovespa

Com uma agenda de indicadores mais esvaziada na última semana do ano, os mercados repercutem nesta segunda-feira (27) as últimas notícias sobre o avanço da variante ômicron na volta do feriado de Natal.

As principais bolsas da Ásia fecharam o dia em baixa, enquanto na Europa os índices operam mistos, com o otimismo com a eficácia das vacinas equilibrando os temores por novas infecções. 

Vários países do continente já haviam iniciado uma série de restrições antes do feriado, mas, mesmo assim, Reino Unido e França renovaram os recordes diários de infecções no final de semana.

Nos Estados Unidos, os principais índices futuros operam em alta, mas o país observa uma explosão de casos de covid-19 mesmo entre os vacinados. Para evitar o avanço da nova variante, os EUA restringem voos vindos de 8 países do continente africano a partir de 31 de dezembro.

Vale relembrar que essa semana também será mais curta, com as principais bolsas pelo mundo, incluindo a B3, fechadas na sexta-feira (31). Veja o que deve movimentar os mercados:

Ômicron preocupa e atrapalha voos no feriado

A disseminação da variante ômicron entre os funcionários das companhias aéreas provocou o cancelamento de cerca de 5 mil viagens de avião no feriado em todo o mundo, sendo mais da metade delas nos Estados Unidos e na China. 

Nos EUA, que registraram quase 185 mil novos casos de covid-19 apenas no sábado, foram mais de 2 mil cancelamentos no final de semana.

De olho no cenário, o principal conselheiro médico da Casa Branca, Anthony Fauci, já alertou que, mesmo se confirmados os relatos de que a ômicron gera casos mais leves da doença, há o risco de que a cepa sobrecarregue o sistema de saúde norte-americano.

"Não podemos ser complacentes, porque a ômicron ainda pode levar a muitas hospitalizações. O alto número de pessoas contaminadas pode neutralizar o fato positivo da cepa apresentar menor gravidade", declarou no último domingo (26).

Dragão chinês pisa no freio?

Em meio a notícias de que a China pode reduzir para 5,5% a 6% a meta de crescimento do próximo ano, o banco central do gigante asiático se comprometeu, em comunicado divulgado após sua reunião trimestral, a aumentar o apoio à economia real do país.

Além disso, o Banco do Povo da China (PBoC) voltou a tranquilizar os investidores sobre a situação das incorporadoras locais e afirmou que pretende promover o "desenvolvimento saudável" do mercado imobiliário chinês.

Entre os destaques da agenda econômica, na quinta-feira (30) o mercado conhecerá os índices de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) de serviços e industrial da China em dezembro.

Inflação e desemprego

Por aqui, poucos indicadores devem chamar a atenção dos investidores na última semana do ano.

Entre os destaques estão o Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) - mais conhecido como a “inflação do aluguel” -, na quarta-feira (29), e a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na terça-feira (28).

A expectativa é que a pesquisa mostre um recuo na taxa de desemprego do trimestre encerrado em outubro. Vale lembrar que na última sexta-feira (24), o Caged apresentou saldo líquido de emprego formal positivo em 324.112 vagas em novembro.

Também amanhã, o Banco Central divulga o relatório com estatísticas sobre crédito em novembro, com o volume de empréstimos feitos ao longo do mês e a taxa de inadimplência do período.

Já nos dois últimos dias úteis da semana, o Tesouro divulga o resultado fiscal e o consolidado das contas públicas do governo central em novembro, com destaque para o superávit primário e nominal e a relação entre dívida líquida e Produto Interno Bruto (PIB).

Agenda da semana

Terça-feira (28):

  • IBGE: Pnad Contínua Mensal (09h00);
  • Banco Central: Nota de Crédito (09h30);

Quarta-feira (29):

  • FGV: Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) (08h00);
  • Tesouro: Resultado fiscal do governo central;

Quinta-feira (30):

  • Tesouro: Setor público consolidado (09h30);
  • Estados Unidos: pedidos de auxílio-desemprego (10h30);
  • China: PMI Industrial e de Serviços (22h00).

Compartilhe

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Petrobras (PETR4) limita ganhos do Ibovespa; dólar cai a R$ 5,10 e recua mais de 1% na semana

17 de maio de 2024 - 17:35

RESUMO DO DIA: Como uma montanha-russa, o Ibovespa iniciou a semana em alta com a ata do Copom que aliviou, momentaneamente, o temor dos investidores. Mas Petrobras (PETR4) roubou a cena com a demissão repentina de Jean Paul Prates da presidência da estatal. Com isso, o Ibovespa termina a última sessão da semana em baixa […]

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa se recupera do tombo de Petrobras (PETR4) e fecha em alta; dólar cai a R$ 5,13

16 de maio de 2024 - 17:40

RESUMO DO DIA: Após um dia de tensão por conta das mudanças na Petrobras (PETR4), o Ibovespa conseguiu conter as perdas embalado pelas máximas em Wall Street. O principal índice da bolsa brasileira terminou a sessão com alta de 0,20%, aos 128.283 pontos. O dólar fechou a R$ 5,13, com baixa de 0,13% no mercado […]

TEMPOS DE GLÓRIA CHEGARAM?

Nas alturas: Dow Jones ultrapassa os 40 mil pontos pela primeira vez na história 

16 de maio de 2024 - 16:30

Quando começou a operar, Dow Jones era composto apenas por 12 ações. Hoje, o índice tem ações das 30 maiores empresas dos Estados Unidos

DESTAQUES DA BOLSA

De malas prontas: Presidente e dois membros do conselho da CVC (CVCB3) renunciam; ações caem mais de 7% na B3 

16 de maio de 2024 - 13:41

Valdecyr Maciel Gomes renunciou ao cargo depois de três anos na função; movimentação acontece uma semana após balanço do primeiro trimestre

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Petrobras (PETR4) rouba as atenções e Ibovespa fecha em queda em dia de NY nas máximas; dólar sobe a R$ 5,13

15 de maio de 2024 - 17:16

RESUMO DO DIA: Sinal vermelho para os mercados: a repentina demissão de Jean Paul Prates da presidência da Petrobras (PETR4) pegou os investidores de surpresa e as atenções se voltaram para os desdobramentos da mudança no comando da companhia. Dado o peso de Petrobras no principal índice da bolsa brasileira, o Ibovespa terminou o pregão […]

VOLATILIDADE

Opções de venda de ações da Petrobras (PETR4) disparam mais de 1000% com ruído em torno da demissão de CEO

15 de maio de 2024 - 15:06

Investidores com posições em opções de venda de ações da Petrobras lucram com o estrago provocado pelo anúncio da saída de Jean Paul Prates

O QUE VOCÊ PRECISA SABER

Magda Chambriard vai virar a Petrobras (PETR4) de ponta-cabeça? Veja o que pensa a indicada de Lula para suceder Prates

15 de maio de 2024 - 14:06

Compilamos as opiniões da Magda Chambriard sobre os investimentos, os dividendos e o futuro da Petrobras

DANÇA DAS CADEIRAS

Prates não sai sozinho: Petrobras (PETR4) anuncia demissão de CFO e nomeia presidente interina 

15 de maio de 2024 - 13:22

A estatal confirmou Clarice Coppetti, atual diretora executiva de assuntos corporativos, como presidente interina

O DIA QUE NÃO TERMINOU

O que fazer com as ações da Petrobras (PETR4) agora? Saiba se é hora de vender ou se a queda abriu oportunidade

15 de maio de 2024 - 12:42

O ruído em torno da saída de Jean Paul Prates na presidência da estatal já custou a perda de mais de R$ 60 bilhões em valor de mercado

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa avança com ata do Copom, enquanto dólar cai a R$ 5,13; Hapvida (HAPV3) e Natura (NTCO3) chamam atenção após balanços

14 de maio de 2024 - 17:27

RESUMO DO DIA: Dizem que para toda pergunta há uma resposta. Pois bem, o mercado finalmente recebeu a sua hoje, com a divulgação da ata do Copom, após a decisão dividida sobre o corte de 0,25 ponto percentual na taxa Selic. No documento, a explicação foi resumida por uma decisão “técnica”, nada além disso. Afastando […]

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar