Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-09-09T16:47:28-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
DESTAQUE NEGATIVO

B3 afunda mais de 8% com perspectiva de tempo ruim para os ativos de risco

Nos últimos tempos, as ações da B3 (B3SA3) refletem cautela com a possibilidade de concorrência e taxaçãod e dividendos

8 de setembro de 2021
17:09 - atualizado às 16:47
Sede da B3 em São Paulo
Sede da B3 em São Paulo - Imagem: Shutterstock

A piora do clima político em Brasília tem feito muitas vítimas neste dia de ressaca das manifestações do 7 de setembro (08). 

O tom bélico do presidente Jair Bolsonaro contra o Judiciário e as sinalizações de que os Três Poderes estão em pé de guerra levam o Ibovespa a amargar uma queda generalizada de quase 4%. 

Por volta das 16h45, estatais e bancos recuam fortemente, liderando os piores desempenhos do dia, mas chama atenção também a queda de 8,45% das ações da B3, administradora da bolsa brasileira. Com a percepção de um maior risco político e uma fuga dos ativos de risco, a companhia tem um dia amargo. 

Depois do feriado de 7 de setembro, o dia que foi considerado como divisor de águas para o mercado, as coisas na bolsa continuam ruins, com perspectivas de alta nos juros e cortes de crescimento do PIB. Entenda a situação da bolsa depois do aniversário da independência no post abaixo. Clique abaixo e confira, aproveite para nos seguir por lá para receber, em primeira mão, insights de investimento e conteúdos que impactam o seu patrimônio, basta clicar aqui.

Mas esse não é o único fator que pesa sobre os papéis. Vale lembrar que o texto da reforma do Imposto de Renda, que inclui a taxação de 15% sobre a distribuição de lucros e dividendos, não foi bem recebida pelo mercado e tem um impacto direto na atratividade da bolsa brasileira. 

Após uma forte alta, impulsionada pela entrada expressiva de pessoas físicas e uma longa dila de oferta de ações, a companhia tem derrapado nos últimos tempos - no ano, o papel já acumula uma queda de 33%. 

Para Bruno Madruga, head de renda variável da Monte Bravo Investimentos, o movimento de realização das ações da B3 não é de agora. A instabilidade política adiciona pressão aos rumores de que uma nova empresa poderia entrar no Brasil, criando uma concorrência à única companhia que opera bolsa de valores no país. “Como ela tem liquidez para compra, também tem liquidez para venda, até mesmo em dias que a bolsa estava subindo. Tem muito investidor institucional desmontando posição nessa empresa”, aponta; 

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

seu dinheiro na sua noite

Costurando uma saída

Não faz muito tempo que usei este mesmo espaço para lembrá-lo de como o mercado não gosta de incertezas e a falta de uma leitura clara sobre o futuro acaba prejudicando os negócios na B3. O dia de hoje veio para provar que, mesmo em meio às incertezas, ter uma noção mais clara do caminho que […]

carreira e diversidade

Magazine Luiza abre inscrições para 2º programa de trainees exclusivo para pessoas negras

Programa aceita candidatos formados entre dezembro de 2018 e dezembro de 2021, em qualquer curso superior; fluência em língua inglesa e experiência profissional não fazem parte dos pré-requisitos

pós-brumadinho

Vale (VALE3) muda alto escalão e tenta reforçar discurso ESG

Luciano Siani Pires, que desde 2012 ocupa posição de vice-presidente finanças e RI, assumirá a vice-presidência de estratégia e transformação de negócios, cargo criado em março pela mineradora

Troca de comando

Gustavo Raposo renuncia ao cargo de presidente da Transpetro, subsidiária da Petrobras (PETR4); sucessor já foi escolhido

Com a saída de Raposo, o conselho da empresa deverá deliberar sobre a nomeação do atual diretor de Serviços para o comando

atenção, acionista

Dividendos: WEG (WEGE3) paga R$ 86,8 milhões em juros sobre capital próprio

Valor líquido é de R$ 0,017 por ação; terão direito aos proventos acionistas na base em 24 de setembro, segundo a companhia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies