Menu
2020-01-12T14:00:25-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Disputa quente

Michael Bloomberg promete gastar US$ 1 bilhão para derrotar Trump nas eleições dos EUA

Magnata prometeu gastar o dinheiro mesmo que ele não seja o candidato oficial do Partido Democrata

12 de janeiro de 2020
12:51 - atualizado às 14:00
Michael Bloomberg, bilionário
Michael Bloomberg - Imagem: Shutterstock

A disputa presidencial nos Estados Unidos oficialmente ainda não começou, mas tem candidato pronto para mover grandes quantias para chegar à Casa Branca.

O magnata Michael Bloomberg, um dos pré-candidatos democratas à Presidência dos Estados Unidos, afirmou neste fim de semana que está disposto a gastar até US$ 1 bilhão para derrotar Donald Trump.

Em declaração ao jornal The New York Times, Bloomberg prometeu tirar o bilhão do próprio bolso mesmo que ele não seja o candidato oficial do Partido Democrata.

O pré-canditato chegou a admitir que financiaria a campanha de outros democratas, como Bernie Sanders e Elizabeth Warren, apesar de suas divergências políticas significativas.

A postura combativa de Bloomberg frente a Donald Trump ficou ainda mais clara quando ele afirmou que não pretende exibir anúncios negativos contra candidatos democratas. Para ele, a grande prioridade é derrotar o atual presidente.

"Eu apoiaria Sanders e Warren, sim, porque, em comparação com Donald Trump, isso é fácil", afirmou.

Alguns milhões já gastos

De acordo com o NYT, Bloomberg já teria gasto mais de US $ 200 milhões em publicidade em apenas dois meses de disputa eleitoral.

O magnata afirmou que estaria disposto a gastar pequenas fortunas nas eleições norte-americanas, mas que suas contribuições vão depender de quão bem o candidato democrata se sai.

"Se [o candidato] está indo muito bem, precisa de menos. Se não estiver, precisará de mais", disse.

*Com informações do jornal The New York Times e site Business Insider.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

coronavírus no país

Covid-19: Brasil tem 1,2 mil novas mortes e 60 mil novos casos

Até o momento, 2.356.640 pessoas se recuperaram da doença

seu dinheiro na sua noite

A questão de Bolsonaro: ser ou não ser liberal

Ser ou não ser liberal. Eis a questão de Jair Bolsonaro. O presidente foi eleito com uma pauta de defesa das reformas, redução do tamanho do Estado e equilíbrio das contas públicas. O fiador desse discurso foi Paulo Guedes, que assumiu o comando da economia. O receituário foi seguido no primeiro ano de mandato, com […]

de olho nos números

Suzano, JBS, B3, Cyrela, Lojas Americanas, B2W, Hering: os balanços que vão mexer com o mercado nesta sexta

Balanços do segundo trimestre devem guiar os negócios no Ibovespa no último pregão da semana

Balanço

B3 tem lucro 28,9% maior no 2º trimestre e aumenta investimento para dar conta do volume da bolsa

A dona da bolsa brasileira registrou lucro líquido recorrente de R$ 1,012 bilhão e pretende investir até R$ 425 milhões em sistemas e novos produtos para o mercado

confiança com capitalização

Para presidente da Eletrobras, saída de Mattar não prejudica privatização

O presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Junior, disse nesta quinta-feira, 13, que a saída do secretário especial de Desestatização, Salim Mattar, não irá prejudicar a capitalização da empresa prevista para o ano que vem, e que confia que após debates com o Congresso Nacional, o processo seja aprovado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements