Menu
2020-06-17T16:09:05-03:00
Estadão Conteúdo
Ministério havia se remodelado em 2016

Anatel diz que decisão de recriar Ministério das Comunicações foi acertada

Desde 2016, o Ministério das Comunicações foi unificado com o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), dando origem ao Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC)

17 de junho de 2020
16:09
Anatel
Anatel - Imagem: Shutterstock

O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Leonardo de Morais, considerou acertada a decisão do governo federal de recriar o Ministério das Comunicações, que terá comando do deputado federal Fábio Faria (PSD-RN) e genro do apresentador e empresário Silvio Santos, do SBT.

"Primeiro, considero que foi muita acertada a decisão do presidente ao recriar ao Ministério das Comunicações. A atual pandemia é reveladora da importância de privilegiarmos a conectividade e os meios digitais", afirmou Morais, por meio de nota.

"Segundo, as expectativas com relação ao ministro Fábio Faria são as melhores. Articulado, dinâmico, agregador, o ministro certamente proporcionará uma grande contribuição ao desenvolvimento das telecomunicações brasileiras", completou Morais.

Desde 2016, o Ministério das Comunicações foi unificado com o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), dando origem ao Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC). Esta pasta continuará com as demais áreas e sob a chefia do ministro Marcos Pontes, militar da reserva.

Sob o Ministério das Comunicações ficam a Anatel, a Telebras e a Empresa Brasil de Comunicações (EBC). Também entrou a Secretaria de Comunicação Social, que estava vinculada à Secretaria de Governo da Presidência da República.

Em sua nota, o presidente da Anatel ressaltou que as soluções digitais têm sido impulsionadas à medida que se revelam eficazes para endereçar os mais variados desafios que a crise impõe.

Na sua avaliação, o confinamento tem ensinado que custos de transação podem ser significativamente reduzidos e ganhos de produtividade logrados a partir do uso mais intensivo e inteligente de mecanismos digitais.

A declaração de Morais está alinhada com a do novo ministro, que no seu discurso de posse, hoje, destacou a necessidade de avançar no processo de inclusão digital e na implementação da infraestrutura da rede 5G.

O ministro afirmou que a tecnologia permitirá um serviço de banda larga móvel de qualidade e "com impacto significativo na economia".

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

O hambúrguer e o câmbio

Está na hora de comprar ou vender dólar? A resposta pode estar no preço do Big Mac

Se levarmos em consideração o preço do sanduíche mais popular do mundo, a moeda norte-americana deveria valer R$ 3,87, segundo o índice calculado pela The Economist

prévias

Eztec tem queda de 48% nas vendas no quarto trimestre

Lançamentos da empresa atingiram R$ 380,8 milhões, chegando a R$ 1,150 bilhão no ano – 85% a mais do que no terceiro trimestre

seu dinheiro na sua noite

2 milhões de mortos, 2 trilhões em estímulos e uma queda de mais de 2%

Se a primeira semana de 2021 nos mercados refletiu o otimismo geral com o novo ano que se iniciava, com perspectivas de vacinação contra o coronavírus e recuperação econômica, na segunda semana do ano, os investidores optaram pela cautela. Por ora, 2020, o ano do qual todos queríamos nos livrar, ainda não ficou para trás. […]

FECHAMENTO

Atritos políticos e covid-19 voltam para assombrar o mercado e Ibovespa recua mais de 2%; dólar sobe forte

Existe uma certa desconfiança de que o plano de US$ 1,9 trilhão apresentado por Biden encontre dificuldades de ser aprovado pelo Congresso, ainda que o democrata tenha conquistado a maioria das duas casas. No Brasil, situação do coronavírus reacende a pressão sobre o cenário fiscal

match com o mercado?

Concorrente do Tinder, Bumble pode levantar US$ 100 milhões em IPO

Ações da empresa estreiam em fevereiro na Nasdaq; companhia, que é dona do Badoo, não deu lucro no ano passado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies