Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-11-16T10:02:56-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
PRIVATIZAÇÃO

Rio Grande do Sul ratifica venda de controle em distribuidora de energia

Processo, conduzido pelo BNDES, prevê privatizar CEEE-D até o final do ano pelo preço mínimo de R$ 50 mil

16 de novembro de 2020
10:02
CPFL, energia
Estação de distribuição da CPFL Paulista, localizada em Marília - Imagem: Shutterstock

O governo do Rio Grande do Sul decidiu seguir em frente com o processo de privatização da distribuidora de energia do Estado, a CEEE-D (CEED4).

Segundo informou a companhia nesta segunda-feira (16), a CEEE-Par, holding que controla a empresa e, por sua vez, é controlada pelo governo gaúcho, ratificou a venda do controle acionário na CEEE-D. O valor mínimo da operação será de R$ 50 mil.

A venda do controle da distribuidora de energia foi indicada pelo Estado no ano passado, mas começou a avançar este ano. Em agosto, o conselho de administração da CEEE-D aprovou mudanças no estatuto social retirando a previsão de o controle estar nas mãos do governo do Rio Grande do Sul.

A expectativa é de que a venda, que está sendo conduzida pelo BNDES, ocorra até o final deste ano.

A CEEE-D é uma das concessionárias dos serviços de distribuição de energia elétrica no Estado do Rio Grande do Sul, atuando nos municípios das regiões Metropolitana (incluindo a capital, Porto Alegre), Centro Sul, Campanha, Litoral Norte e Sul do Estado.

Sua área de concessão ocupa 26% do território do Estado do Rio Grande do Sul. Nessa área, existem 72 municípios, com uma população de cerca de 4 milhões de pessoas, representando 35% da população do estado, atendendo a 1,7 milhão de clientes.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

XP anuncia investimento na edtech Resilia

A Resilia é uma edtech que combina tecnologias que potencializam o aprendizado individualizado e em comunidade com um método de ensino que capacita potenciais talentos de uma forma mais rápida para o mercado digital

Análise

Investir em ações de banco ainda é uma boa? Veja 3 motivos que deixam a XP Investimentos cautelosa

Se no ano passado a postura era otimista, agora os analistas do setor financeiro da XP estão mais cautelosos, já que o cenário é de preços elevados dos ativos e uma concorrência e intervenções regulatórias preocupantes.

REFORMA TRIBUTÁRIA

PIB pode crescer 1,6% com redução de IR para empresas, indica estudo

O cálculo de 20% teve como base comportamento das empresas depois de um dos maiores aumentos na alíquota do imposto sobre dividendos no mundo – na França, em 2013, de 15,5% para 46%

ESG

‘Equidade racial se tornou prioridade dentro da Vivo’, diz presidente

Dentro da extensa agenda ESG, que concentra ações ambientais, sociais e de governança, a Vivo aposta na equidade racial

Clube do livro

Das tulipas ao bitcoin: conheça a história das crises financeiras de uma forma irreverente

O maior trunfo de “Crash”, de Alexandre Versignassi, é nos guiar pela história da economia mundial e brasileira traçando paralelos entre o passado e o presente

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies