Menu
2020-08-25T14:02:18-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
discussões em brasília

Imposto sobre transações digitais vai na contramão do quer o BC, diz COO do Mercado Livre

Executivo se diz pessimista com a discussão sobre “nova CPMF” em Brasília e vê mais tributação sendo encaminhada

21 de agosto de 2020
14:47 - atualizado às 14:02
Sem título
Stelleo Tolda, COO e Vice-Presidente do Mercado Livre - Imagem: Reprodução /Youtube Santander

O vice-presidente e COO do Mercado Livre, Stelleo Tolda, disse estar pessimista com a discussão sobre a reforma tributária em Brasília. Para ele, o que está se desenhando é um aumento de impostos.

"A simplificação tributária não está acontecendo", afirmou. "A gente está reduzindo alguns tributos federais, mas tem uma série de impostos que é cobrada, principalmente no âmbito estadual e que no meu entender deveria estar contemplada na proposta do governo".

O executivo também criticou a adoção do imposto sobre transações digitais, como defende o ministro da Economia, Paulo Guedes. "Me soa como algo despropositado e vai na contração de tornar o sistema mais aberto e mais competitivo como quer o BC", disse.

A declaração foi dada uma uma conferência online promovida pelo Santander nesta sexta-feira (21), com participação do CEO da Via Varejo, Roberto Fulcherberguer.

Para o executivo da dona da Casas Bahia, a revisão tributária é algo que tem de ser feito. No entanto, ele evitou entrar em detalhes sobre a discussão em Brasília. "Temos de avaliar se haverá sobretaxação", disse.

Via Varejo e Mercado Livre são donos de carteiras digitais - respectivamente, Banqi e Mercado Pago -, que atuam como intermediários entre vendedor e comprador.

Reforma tributária

A primeira fase da reforma tributária foi enviada pelo governo ao Congresso no mês passado, embora já existissem PECs em discussão entre deputados e senadores. O projeto por enquanto não prevê a criação de um imposto digital, mas é uma ideia defendida pelo Ministério da Economia.

Em um primeiro momento o governo propõe a unificação das cobranças do PIS (programa integração social) e Cofins (contribuição da seguridade social) - criando a Contribuição Social sobre Operações com Bens e Serviços (CBS).

Ainda devem ser pautadas pelo executivo mudanças no IPI e alteração na cobranças do Imposto de Renda com a tributação de dividendos, por exemplo.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

esquenta dos mercados

Vacina e possibilidade de novos estímulos sustentam ânimo dos investidores em dia de payroll

Em dia de agenda fraca, a atenção do investidor brasileiro fica em voltada para Brasília, onde a disputa política em torno da eleição para as presidências da Câmara e do Senado promete atrapalhar a votação das reformas

follow on

Ânima levanta R$ 918 milhões em oferta restrita de ações

Recursos levantados serão destinados a financiar parte da aquisição dos ativos do grupo americano de educação Laureate no Brasil

na briga

Em meio a IPO da Rede D’Or, Dasa adquire rede de hospitais em SP por R$ 1,77 bi

Com Leforte, companhia passa a ter cinco hospitais na região metropolitana de São Paulo e expande número de leitos de internação para 2,6 mil

Entrevista exclusiva

Meta da Mitre é lançar cerca de R$ 1,5 bi por ano e pagar ‘bastante dividendo’, diz CEO

Com queda de cerca de 20% no preço das ações desde o IPO, a construtora Mitre Realty entregou bons resultados no 3º trimestre e atingiu 75% da meta inicial de lançamentos para o ano; a partir de 2021, objetivo é estabilizar em seu “tamanho ideal” e focar em rentabilidade e dividendos, diz o presidente Fabrício Mitre.

Sextou com o Ruy

Compre ações de empresas que ganham junto com o cliente

A Pagseguro e a Stone são ótimos exemplos dessa mudança. Elas surgiram com o propósito de melhorar a experiência para os clientes insatisfeitos com os serviços da Cielo e da Redecard

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies