Menu
2020-10-02T10:32:33-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
NOVIDADE NA BOLSA

Em meio à volatilidade do mercado, Boa Vista capta R$ 2,17 bilhões em IPO

Enquanto outras empresas estão encontrando dificuldades para emplacar suas ofertas, birô encontrou boa receptividade do mercado

29 de setembro de 2020
7:48 - atualizado às 10:32
boa vista
Imagem: YouTube

O birô de crédito Boa Vista conseguiu se desvencilhar da volatilidade que acomete a bolsa nos últimos dias e definiu o preço das ações em sua oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) no centro da faixa indicativa.

A empresa levantou R$ 2,17 bilhões com a operação, ao colocar a oferta base de R$ 1,9 bilhão e o lote suplementar. A faixa indicativa de preços ia de R$ 10,80 a R$ 13,60. As ações estão previstas para estrear na B3 na quarta-feira (30), com o código “BOAS3”.

Parte dos recursos da oferta primária, que vão para o caixa da companhia, será utilizada para aquisições, além de pagamento antecipado de contratos financeiros, de acordo com o prospecto, que traz os detalhes do IPO.

Enquanto outras empresas estão encontrando dificuldades para emplacar IPOs dentro de suas expectativas, a Boa Vista encontrou boa receptividade do mercado. Fontes ouvidas pelo jornal Valor Econômico disseram que o birô conseguiu quase cinco vezes de demanda em relação ao que colocou à venda.

A empresa, controlada pela Associação Comercial de São Paulo e o fundo TMG, apresentou o registro de IPO em fevereiro, mas acabou interrompendo o processo em abril. A oferta foi retomada em julho.

A Boa Vista é o segundo maior nome do segmento de gestão e análise de dados de crédito, ficando atrás da Serasa Experian. Ela registrou no primeiro semestre um lucro líquido de R$ 23,5 milhões, queda de 26,3%, com queda de 4% da receita líquida, para R$ 303 milhões. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado recuou 5%, a R$ 128,5 milhões.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Segredos da bolsa

Com PIB brasileiro em foco, investidores monitoram juros futuros americanos e tensão em Brasília

O grande evento da semana é a divulgação dos números do Produto Interno Bruto brasileiro no ano passado, mas os investidores também monitoram o clima político em Brasília e os sinais de “superaquecimento” da economia americana

Novos tempos

Alvo de Bolsonaro, home office avança no setor público

Bolsonaro usou trabalho remoto para atacar presidente da Petrobras

Mais uma na área

FDA autoriza uso emergencial de vacina de dose única nos EUA

Imunizante é produzido pela Johnson & Johnson

Contra a pandemia

Matéria-prima para produção de 12 milhões de doses de vacina chega ao Rio

Total de efetivamente imunizados não chega a 1% da população brasileira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies