Menu
2020-02-02T22:27:15-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
TEMPORADA DE BALANÇOS

Bradesco, Lojas Renner e Klabin divulgam resultados do 4º trimestre; saiba o que esperar

Resultados prometem trazer uma boa temperatura de como vários setores da economia se comportaram no quarto trimestre deste ano e também em 2019 como um todo

3 de fevereiro de 2020
6:06 - atualizado às 22:27
análise relatório balanço
Imagem: Shutterstock

Um banco, uma varejista e uma produtora de papel e celulose. A segunda semana da temporada de balanços das empresas que fazem parte do Ibovespa promete trazer uma boa temperatura de como vários setores da economia se comportaram no quarto trimestre deste ano e também em 2019 como um todo.

Quem dá o "start" é o Bradesco, que apresenta os seus resultados já na quarta-feira (5). Na sequência, vem a Lojas Renner e a Klabin que divulgam os seus balanços na quinta-feira (6).

Mesmo com a expansão das fintechs, aumento da competição, o Bradesco não fará feio nesta temporada.

Segundo as estimativas dos analistas compilada pela Bloomberg, o banco deve apresentar um crescimento de 13,7% em seu lucro líquido ajustado no quarto trimestre em relação ao mesmo período do ano passado. Com isso, o lucro líquido pode passar de R$ 5,7 bilhões para R$ 6,5 bilhões.

A combinação do avanço da carteira de crédito pessoal, consignado e de financiamento de veículos, retornos ainda altos e inadimplência controlada devem ser alguns dos fatores que devem ajudar manter os lucros do Bradesco ainda bem fortes no trimestre.

As operações de seguros, previdência e capitalização também devem dar um boom extra para o lucro do banco, assim como fizeram no último trimestre.

E mesmo diante de um cenário de queda de juros e crescimento da concorrência, o retorno anualizado sobre o patrimônio líquido médio (ROAE, na sigla em inglês) do Bradesco deve fechar o quarto trimestre em 20,05% e manter o movimento de alta visto nos últimos trimestres.

Apenas para fins de comparação, o indicador fechou em 20,2% no terceiro trimestre de 2019 e em 19,7% no quarto trimestre de 2018.

Apesar do ambiente mais desafiador, o potencial de alta para as ações continua chamando a atenção dos analistas, ainda que o desempenho dos papéis recentemente tenha sido ruim. Hoje, os papéis preferenciais do Bradesco (BBDC4) possuem 14 recomendações de compra, cinco de manutenção e uma de venda. E segundo as estimativas dos analistas compilada pela Bloomberg, o preço-alvo para as ações em 12 meses é de R$ 43,76.

Lojas Renner: voltando a ver alta no lucro

Depois de dois períodos consecutivos de recuo na última linha do balanço, a Lojas Renner vai finalmente ver uma alta no lucro líquido do quarto trimestre. Pelo menos é isso o que esperam os analistas ao apresentar as estimativas para a companhia.

Para o quarto trimestre, os especialistas acreditam que o lucro líquido ajustado da empresa possa chegar a R$ 531,6 milhões, ante os R$ 443 milhões reportados um ano antes, o que representa uma expansão de 20,0%.

De olho na perspectiva de bom desempenho das vendas nas mesmas lojas (SSS, na sigla em inglês), que considera as unidades abertas há pelo menos um ano, além do potencial de ganho de participação de mercado (market share) e de aumento da presença no meio digital, os analistas esperam que a companhia apresente melhoras também na receita líquida.

Segundo as estimativas compiladas pela Bloomberg, os especialistas aguardam um incremento de 13,3% na receita líquida fazendo com que o indicador chegue aos R$ 3,238 bilhões no quarto trimestre.

O Ebtida (lucro antes de juros, amortização, depreciação e impostos), por sua vez, também vai apresentar alta de 14% e ficar em R$ 846,3 milhões.

A ação é hoje uma das queridinhas de casas como o BB Investimentos. Em sua carteira mensal, o braço de ativos do Banco do Brasil manteve a recomendação de compra para os papéis.

Segundo a instituição financeira, a companhia deve continuar entregando uma receita consistente e crescimento de margem, por meio das suas iniciativas digitais.

Entre os destaques está o fato de que a Renner apresentou quatro pilotos de lojas em que há autopagamento (self checkout) e que as vendas por essa forma de pagamento já representam 20% do total, assim como o uso de inteligência artificial para prever modelos e melhorar a transição das coleções entre as estações.

Hoje, os papéis da Lojas Renner (LREN3) possuem 15 recomendações de compra e cinco recomendações de manutenção. De acordo com os dados compilados da Bloomberg, o preço-alvo para o papel em 12 meses é de R$ 60,68.

Klabin: um tombo no lucro

Após ver o seu lucro líquido dobrar no terceiro trimestre do ano passado, a Klabin deve reportar uma situação bastante diferente no último trimestre de 2019.

Segundo o compilado de estimativas da Bloomberg, os analistas esperam uma queda acentuada de 57% no lucro líquido ajustado da empresa, que deve fechar o trimestre em R$ 356,8 milhões.

Mesmo com o recuo drástico na última linha do balanço, a companhia deve mostrar uma melhora em relação ao terceiro trimestre, quando o lucro líquido ficou em R$ 207 milhões.

Outro indicador da Klabin que também deve vir com contração expressiva é o Ebitda. De acordo com as estimativas dos analistas, ele deve cair 23,7% e ficar em R$ 864,3 milhões.

Uma das possíveis razões para a queda está no fato de que os preços da celulose melhoraram, mas ainda sim ficaram perto dos menores níveis já vistos nos últimos anos.

Seguindo na mesma linha, a receita líquida também deve recuar 8,1% no quarto trimestre ante o mesmo período de 2018. Nas estimativas dos analistas, o indicador deve fechar em R$ 2,6 bilhões no último trimestre do ano passado.

A queda ainda é fruto do menor volume de vendas e efeito da contração nos preços nos mercados de celulose e kraftliner ocorrida no ano passado.

Hoje, a Klabin possui sete recomendações de compra, sete de manutenção e duas de venda. Segundo o compilado das estimativas feito pela Bloomberg, o preço-alvo dos papéis em 12 meses é de R$ 20,34.

Confira as projeções para os balanços:

Bradesco

  • Lucro líquido ajustado: R$ 6,505 bilhões (+13,8%)
  • Receita líquida: 27,667 bilhões (+9,9%)
  • Retorno anualizado sobre o patrimônio líquido médio: 20,05%

Lojas Renner

  • Lucro líquido: R$ 531,667 milhões (+20,0%)
  • Receita líquida: R$ 3,238 bilhões (+13,3%)
  • Ebitda: R$ 846,333 milhões (+14,0%)

Klabin

  • Lucro líquido ajustado: R$ 356,840 milhões (-57,0%)
  • Receita líquida: R$ 2,559 bilhões (-8,1%)
  • Ebitda: R$ 864,333 milhões (-23,7%)

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

dados da receita

Arrecadação de impostos soma R$ 116 bilhões em fevereiro

Impulsionada pelo resultado de janeiro, no primeiro bimestre, a arrecadação federal somou R$ 291,421 bilhões, segundo a Receita

novidade do banco central

BC vai editar circular regulamentando empréstimos com letras financeiras

Ainda haverá um prazo para operacionalização do instrumento. O BC não divulgou uma estimativa de quando, de fato, os empréstimos começarão a ser feitos

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quinta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

medida anticrise

Governo calcula que 25 milhões terão salário reduzido para evitar alta acentuada do desemprego; entenda

Num cenário sem as medidas, o governo estima que as demissões poderiam atingir até 12 milhões de trabalhadores; país já tem 12,3 milhões de desempregados

crise nos eua

EUA registram 6,648 milhões de pedidos de auxílio-desemprego, novo recorde

Leitura da semana anterior, que até então havia sido recorde, foi revisada de 3,283 milhões para 3,307 milhões de pedidos

Destoando do exterior

Alta do petróleo impulsiona o Ibovespa, mas cautela com o coronavírus limita os ganhos

O Ibovespa destoa das bolsas externas e opera em alta, sustentado pelo bom desempenho das ações da Petrobras em meio ao salto nas cotações do petróleo. No entanto, a cautela por causa da Covid-19 pressiona os ativos globais e impede que os ganhos sejam maiores por aqui

diante da crise

Cortes de emprego nos EUA disparam em março com coronavírus

Número saltou de 56.660 em fevereiro para 222.288 em março

dinheiro no caixa

Petrobras fecha acordo com Sete Brasil e vai reverter provisão de R$ 634 milhões

Anúncio dá mais fôlego para a companhia, que deve ter uma redução de receitas por conta da crise do coronavírus e da disputa de preços

tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

12 notícias para você começar o dia bem informado

Se o coronavírus colocou a população sob isolamento domiciliar, também levou quem estava “isolado” a abrir as portas. Estou falando de diversos fundos de investimento que estavam fechados para novos investidores e agora estão reabrindo para captação. Uma das gestoras que entrou nessa onda foi a Truxt, que tem R$ 12 bilhões na carteira. Em […]

efeitos da crise

BCE adia revisão de estratégia política monetária para 2021

Eventos públicos do BCE e dos bancos centrais nacionais do Eurosistema que estavam planejados para o primeiro semestre deverão ocorrer apenas na segunda metade de 2020

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements