Menu
2020-06-20T11:42:04-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
efeito coronavírus

Sob pressão, bilionário Elon Musk deve adiar encontro da Tesla

Há demanda para que a atual presidente da companhia não seja reeleita; mas motivo do adiamento é a pandemia

20 de junho de 2020
11:18 - atualizado às 11:42
Elon Musk, CEO da Tesla
Elon Musk, CEO da Tesla - Imagem: Wikimedia Commons

O bilionário Elon Musk deve adiar a reunião anual de acionistas da Tesla, que estava marcada para o dia 7 de julho. "Não tenho certeza de qual seria a nova data, mas acredito cerca de um mês depois", disse no Twitter, em resposta a uma seguidora.

A Tesla está sob pressão das empresas de serviços de consultoria em proxy Glass Lewis e Institutional Shareholder Services (ISS). Segundo o site CNBC, ambas pedem aos acionistas que votem contra a reeleição de Robyn Denholm para a presidência da montadora.

Os consultores expressam preocupação quanto a alta remuneração da Tesla para diretores, adotada desde a nomeação de Denholm. Eles também destacam o aumento de ações prometidas pelos diretores e executivos da Tesla, incluindo Elon Musk.

A executiva assumiu a presidência do Conselho depois de o bilionário, que então ocupava o cargo, ser acusado de fazer declarações falsas com potencial de prejudicar os investidores da Tesla. À época, Elon Musk afirmou ter "fundos garantidos” para fechar o capital da montadora.

Coronavírus e Elon Musk

A mudança de data da reunião acontece por causa do novo coronavírus, que ainda demanda distanciamento social como forma de amenizar o contágio. Os Estados Unidos tem 2,2 milhões de casos e 119 mil mortes de covid-19, segundo a Universidade de Johns Hopkins.

O país lidera os números de contágios e mortes pela doença, mas o bilionário Elon Musk demonstrou em diversas ocasiões uma descrença quanto ao potencial letal do vírus e a necessidade de isolamento social.

Ele chegou a ameaçar tirar a Tesla da Califórnia depois de autoridades locais impedirem a retomada da produção devido à pandemia.

No primeiro trimestre, a montadora do bilionário registrou lucro de US$ 16 milhões. Houve um aumento de 33% nas entregas de automóveis e o faturamento chegou a US$ 5,99 bilhões, segundo informações da empresa.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

comércio eletrônico

Desde o início da pandemia, e-commerce brasileira já ganhou 135 mil lojas

Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), desde o início da pandemia mais de 135 mil lojas aderiram às vendas pelo comércio eletrônico para continuar vendendo e mantendo-se no mercado

atualização dos dados

Brasil tem 1,66 milhão de casos confirmados do novo coronavírus

Foram 1.254 novas mortes e 45.305 novas pessoas infectadas registradas nas últimas 24 horas, conforme atualização do Ministério da Saúde divulgada hoje

destravando o crédito

Banco do Brasil atinge R$ 3,3 bilhões em empréstimos no Pronampe em dois dias

Banco do Brasil se aproxima, assim, da meta de esgotar os recursos da iniciativa, aposta do governo Bolsonaro para destravar o crédito, ainda nesta semana

Prévia operacional

MRV bate recorde de vendas no 2º trimestre, totalizando R$ 1,81 bi e 11,5 mil unidades

Segundo prévia operacional, companhia também bateu recorde de volume de repasses, graças à regularização do Minha Casa Minha Vida

seu dinheiro na sua noite

A bolsa cheia e um restaurante vazio

Depois de quase quatro meses em home office, voltei a pisar hoje na redação do Seu Dinheiro. Foi uma passagem de um único dia para tratar de alguns assuntos com a Marina Gazzoni. Ela já retomou a rotina de vir ao nosso escritório duas vezes por semana, enquanto eu sigo na equipe que está em home […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements