Menu
2020-06-20T11:42:04-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
efeito coronavírus

Sob pressão, bilionário Elon Musk deve adiar encontro da Tesla

Há demanda para que a atual presidente da companhia não seja reeleita; mas motivo do adiamento é a pandemia

20 de junho de 2020
11:18 - atualizado às 11:42
O bilionário Elon Musk, CEO da Tesla
Elon Musk, CEO da Tesla - Imagem: Wikimedia Commons

O bilionário Elon Musk deve adiar a reunião anual de acionistas da Tesla, que estava marcada para o dia 7 de julho. "Não tenho certeza de qual seria a nova data, mas acredito cerca de um mês depois", disse no Twitter, em resposta a uma seguidora.

A Tesla está sob pressão das empresas de serviços de consultoria em proxy Glass Lewis e Institutional Shareholder Services (ISS). Segundo o site CNBC, ambas pedem aos acionistas que votem contra a reeleição de Robyn Denholm para a presidência da montadora.

Os consultores expressam preocupação quanto a alta remuneração da Tesla para diretores, adotada desde a nomeação de Denholm. Eles também destacam o aumento de ações prometidas pelos diretores e executivos da Tesla, incluindo Elon Musk.

A executiva assumiu a presidência do Conselho depois de o bilionário, que então ocupava o cargo, ser acusado de fazer declarações falsas com potencial de prejudicar os investidores da Tesla. À época, Elon Musk afirmou ter "fundos garantidos” para fechar o capital da montadora.

Coronavírus e Elon Musk

A mudança de data da reunião acontece por causa do novo coronavírus, que ainda demanda distanciamento social como forma de amenizar o contágio. Os Estados Unidos tem 2,2 milhões de casos e 119 mil mortes de covid-19, segundo a Universidade de Johns Hopkins.

O país lidera os números de contágios e mortes pela doença, mas o bilionário Elon Musk demonstrou em diversas ocasiões uma descrença quanto ao potencial letal do vírus e a necessidade de isolamento social.

Ele chegou a ameaçar tirar a Tesla da Califórnia depois de autoridades locais impedirem a retomada da produção devido à pandemia.

No primeiro trimestre, a montadora do bilionário registrou lucro de US$ 16 milhões. Houve um aumento de 33% nas entregas de automóveis e o faturamento chegou a US$ 5,99 bilhões, segundo informações da empresa.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Informalidade

País tem taxa de informalidade de 39,5% no trimestre até dezembro, mostra IBGE

Em apenas um trimestre, mais 2,391 milhões de pessoas passaram a atuar como trabalhadores informais

A combinação perfeita

Depois da cerveja e do hambúrguer, Lemann faz grande aposta em educação

Agora, um dos donos da cervejaria ABInBev está no caminho de ter em sua carteira de investimentos, na qual já figuram empresas como Lojas Americanas, Burger King e Kraft Heinz

Banco Central

Superávit nominal do setor público soma R$ 17,928 bi em janeiro, mostra BC

O resultado nominal representa a diferença entre receitas e despesas do setor público, já após o pagamento dos juros da dívida pública

PNAD contínua

Taxa de desemprego fecha 2020 sendo a maior da série histórica e renda familiar cai

Os dados da PNAD Contínua mostram uma queda nos postos de trabalho e taxas de desemprego históricas

novata na bolsa

Assaí vai estrear na B3 após ver lucro alcançar R$ 1 bilhão em 2020

Atacarejo foi separado das outras operações do Pão de Açúcar para destravar valor e permitir melhor acesso a financiamento

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies