Menu
2020-08-31T19:22:22-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Disputa judicial

B3 vai pagar R$ 140 milhões em acordo com massa falida da corretora Spread

A disputa judicial se arrastava há uma década e, diante da possibilidade de perda provável, a dona da bolsa já havia feito uma provisão de R$ 379 milhões

31 de agosto de 2020
18:58 - atualizado às 19:22
Sede da B3
Sede da B3 - Imagem: Shutterstock.com

A B3 fechou um acordo e concordou em pagar aproximadamente R$ 140 milhões para acabar com uma disputa judicial com a massa falida da corretora Spread Commodities Mercantil e Corretora de Mercadorias.

O litígio se arrastava havia uma década e, diante da possibilidade de perda provável, a dona da bolsa já havia feito uma provisão de R$ 379 milhões. A B3 não informou se vai reverter a diferença entre esse valor e o que vai ser efetivamente desembolsado.

A massa falida da Spread entrou na Justiça contra a dona da bolsa por entender ter direito a valores relacionados a títulos patrimoniais de emissão da Associação BM&F, correspondentes, atualmente, a 4.908.015 ações da B3 — equivalente a quase R$ 290 milhões, nas cotações dos papéis nesta segunda-feira — mais os dividendos pagos desde 2007.

A atual B3 é fruto da fusão da antiga Bovespa, operadora do mercado de ações, com a BM&F, responsável pela negociação de derivativos. Ambas eram entidades sem fins lucrativos e passaram por um processo de desmutualização em 2007 antes de abrirem o capital. A ação judicial da Spread remete a esse processo.

No ano seguinte, as duas bolsas anunciaram uma fusão, formando a BM&FBovespa. Em 2017, a empresa comprou a Cetip e adotou o atual nome de B3.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

seu dinheiro na sua noite

A chance do Pão de Açúcar de focar no seu negócio principal

Nessa nova experiência de home office que muitos de nós estamos vivendo, parcial ou integralmente, um dos desafios é conseguir manter o foco durante todo o expediente. Algumas pessoas dizem conseguir se concentrar muito melhor trabalhando de casa, onde é mais silencioso e confortável. Outras, como eu, encontraram bastante dificuldade para não procrastinar e acabar […]

Falta só a sanção

Câmara aprova prorrogação do prazo de entrega do Imposto de Renda até 31 de julho

Além de dar mais 90 dias de prazo, o texto também limitou o pagamento do imposto a, no máximo, seis parcelas

FECHAMENTO

Ibovespa engata segunda alta consecutiva, mas tempo segue fechado em Brasília

O Orçamento segue empacado e a situação fiscal preocupa, mas NY e as commodities vieram para salvar o dia e fazer o Ibovespa fechar a sessão no azul

Clássicos repaginados

Hasbro se une à plataforma de games Roblox para lançar novos produtos

A gigante dos brinquedos anunciou uma série de itens das linhas Nerf e Monopoly em parceria com a novata Roblox

Bom momento

Construtoras apresentam prévias operacionais fortes, apesar de restrições por causa da pandemia

Apesar dos lançamentos fracos, Cyrela viu crescimento nas vendas líquidas em comparação ao mesmo período do ano anterior; Direcional e Moura Dubeux bateram recordes de vendas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies