Menu
2020-08-31T19:22:22-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Disputa judicial

B3 vai pagar R$ 140 milhões em acordo com massa falida da corretora Spread

A disputa judicial se arrastava há uma década e, diante da possibilidade de perda provável, a dona da bolsa já havia feito uma provisão de R$ 379 milhões

31 de agosto de 2020
18:58 - atualizado às 19:22
Sede da B3
Sede da B3 - Imagem: Shutterstock.com

A B3 fechou um acordo e concordou em pagar aproximadamente R$ 140 milhões para acabar com uma disputa judicial com a massa falida da corretora Spread Commodities Mercantil e Corretora de Mercadorias.

O litígio se arrastava havia uma década e, diante da possibilidade de perda provável, a dona da bolsa já havia feito uma provisão de R$ 379 milhões. A B3 não informou se vai reverter a diferença entre esse valor e o que vai ser efetivamente desembolsado.

A massa falida da Spread entrou na Justiça contra a dona da bolsa por entender ter direito a valores relacionados a títulos patrimoniais de emissão da Associação BM&F, correspondentes, atualmente, a 4.908.015 ações da B3 — equivalente a quase R$ 290 milhões, nas cotações dos papéis nesta segunda-feira — mais os dividendos pagos desde 2007.

A atual B3 é fruto da fusão da antiga Bovespa, operadora do mercado de ações, com a BM&F, responsável pela negociação de derivativos. Ambas eram entidades sem fins lucrativos e passaram por um processo de desmutualização em 2007 antes de abrirem o capital. A ação judicial da Spread remete a esse processo.

No ano seguinte, as duas bolsas anunciaram uma fusão, formando a BM&FBovespa. Em 2017, a empresa comprou a Cetip e adotou o atual nome de B3.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Roubando a cena

Dólar dispara mais de 2% com aversão ao risco e tem 4ª sessão seguida de alta; bolsa cai

Dólar passou voando pela marca de R$ 5,50 e por pouco não bateu R$ 5,60; Ibovespa acompanhou sinal negativo vindo de Wall Street e perdeu piso de 96 mil pontos

eric rosengren

Presidente do Fed de Boston defende necessidade de novo pacote fiscal, mas se diz pessimista com acordo

O presidente da distrital de Boston do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Eric Rosengren, reiterou hoje, durante seminário virtual, a necessidade de novas medidas de estímulos fiscais para acelerar a recuperação da atividade econômica dos Estados Unidos

DURAS CRÍTICAS

Para Doria, saída de investidores do Brasil ocorre por questões ambientais e negacionismo

Governador de SP não citou nominalmente o presidente Jair Bolsonaro, criticado por discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas

INJEÇÃO DE RECURSOS

EUA precisarão de mais ajuda fiscal para recuperar economia, diz Powell

Presidente do BC americano afirma que ainda há 16 milhões de pessoas desempregadas no país, ou trabalham em período parcial

programa de R$ 2,4 bi

Mercedes-Benz vê cenário de incerteza, mas diz que mantém investimentos no país

O programa de investimentos da montadora no Brasil prevê R$ 2,4 bilhões entre 2018 e 2022, com recursos destinados, principalmente, à atualização de plataformas e produto

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements