Menu
2020-05-30T09:09:32-03:00
Larissa Santos
ao infinito e além

A SpaceX, de Elon Musk, e a Nasa prometem levar o homem de volta ao espaço

A parceria já está em órbita faz tempo: os foguetes de Elon Musk levam carga espacial para a agência americana e deseja ir além

30 de maio de 2020
9:00 - atualizado às 9:09
SpaceX em Marte
A SpaceX, do bilionário Elon Musk, revelou novidades em seus planos para levar pessoas a Marte - Imagem: SpaceX / Instagram

A SpaceX, empresa de foguetes do bilionário Elon Musk, fará um lançamento histórico em parceria com a Nasa neste sábado, às 16h22, pelo horário de Brasília. É a primeira vez que um foguete projetado e fabricado por uma empresa privada, o Falcom 9, irá ao espaço como parte de uma missão da Nasa.

Anteriormente, o lançamento estava previsto para a última quarta feira, 27 de maio, mas teve de ser adiado devido ao mau tempo no Centro Espacial Kennedy na Flórida. No momento, estavam presentes o presidente Donald Trump com a primeira dama e o vice-presidente Mike Pence.

O destino dos astronautas Robert Behnken e Douglas Hurley é a Estação Espacial Internacional, onde a cápsula Crew Dragon chegará 20 horas após o lançamento. Se você quiser assistir a este momento histórico ao vivo, você pode acessar ao site da Nasa e acompanhar a live ou assistir através da SpaceX, no seu canal do youtube .

Sonho de bilionário

A Space Exploration Technologies Corp., chamada comumente de SpaceX foi fundada em 2002, por Elon Musk e sua vontade de colonizar Marte. Que? Isso mesmo. O bilionário sul africano tinha o sonho de baratear as viagens para o espaço e conseguir levar os seres humanos para o planeta vermelho. Cada um com seus sonhos, baby.

A empresa desenvolveu a família de veículos de lançamento Falcon e a família de nave espacial Dragon. Em uma outra parceria com a Nasa, a SpaceX envia suprimentos básicos para a Estação Espacial Internacional (ISS).

A SpaceX acumula algumas conquistas nos seus 18 anos de funcionamento: foi a primeiro foguete com combustível líquido a orbitar a Terra. Outro destaque foi conseguir reutilizar um foguete em 2017, o Falcon 9, a realização pode baratear as viagens ao espaço.

Em 2017, o sucesso no lançamento do Falcon Heavy foi mais um passo para a exploração espacial. Quando lançado, o foguete não tripulado carregava um Tesla Roadster rumo a Marte.  No mesmo ano, Musk anunciou que a SpaceX foi contratada para um atendimento particular, levando os contratantes para dar uma 'voltinha' em torno da Lua, um passo para o tão cobiçado turismo espacial. 

Corrida espacial bilionária

Diferente dos anos 70, onde a Guerra Fria liderada por Rússia e Estados Unidos levaram o homem à Lua, agora a corrida espacial tem novos protagonistas. Desta vez, a iniciativa privada formada por bilionários correm entre si para colocar o homem de novo no espaço.

Os principais avanços vem da SpaceX que conseguiu progressos notáveis nos últimos anos e ainda tem um contrato de US$ 500 mi para construir uma rede de satélites para fornecer internet para a Terra inteira. Além da pretensão de colonizar Marte, o novo papai na área deseja ele mesmo ir até o planeta vermelho assim que as condições para a viagem forem possíveis. 

Um pouco mais modestos, Jeff Bezzos e Richard Branson também estão na corrida. Branson, fundador da Virgin Galactic, deseja também começar o turismo espacial. No começo de 2019, a companhia foi ao espaço pela primeira vez com o modelo VSS Unity. Já o atual homem mais rico do planeta também criou sua própria empresa, a Blue Origin. Seus voôs teste tem obtido sucessos nos últimos anos  e já realizou parceria com a Nasa para carga de suprimentos. A empresa mira ir à Lua em 2023.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

em meio à pandemia

Financiamento imobiliário cresce 58% em 2020 e bate recorde histórico

Expansão do crédito imobiliário em 2020 foi puxada, principalmente, pela liberação de financiamentos para a pessoa física fazer a compra de moradias

balanço

Contas externas têm saldo negativo de US$ 12,5 bi em 2020, diz BC

Brasil viu as importações de produtos caírem, enquanto as exportações se mantiveram em níveis elevados, puxadas pela venda de alimentos para outros países

sob pressão

Bolsonaro apela para caminhoneiro não realizar greve e avalia medidas no diesel

Presidente confirmou a intenção do governo de reduzir tributos sobre o diesel para aliviar a pressão do reajuste do combustível sobre o bolso dos caminhoneiros

pandemia

AstraZeneca e Blackrock negam, mas empresas reafirmam negociar vacina

Grupo de empresários brasileiros reafirmou que continua a negociar 33 milhões de doses do laboratório

Possível bolha?

Como a GameStop, que era tida como um fracasso em potencial, virou a ação mais quente (e perigosa) de Wall Street?

A companhia de 37 anos virou o foco de uma batalha estilo Davi e Golias (ou na “gíria gamer”, estilo Kratos e Cronos, da franquia God Of War) entre um exército de pequenos investidores e Wall Street.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies