Menu
2020-03-20T19:56:42-03:00
ECONOMIA

Secretaria de política econômica prevê recessão no Brasil no 1º semestre

Quando há dois trimestres seguidos de queda no Produto Interno Bruto (PIB), um país entra na chamada “recessão técnica”

20 de março de 2020
19:56
Touros e Ursos CAPA – PIB
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

O Brasil passará por uma recessão no primeiro semestre de 2020 devido aos impactos econômicos do avanço do novo coronavírus, prevê a Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia. A atividade econômica vai encolher 0,20% no primeiro trimestre e contrair 2,13% no segundo trimestre, sempre na comparação com os três meses imediatamente anteriores.

Quando há dois trimestres seguidos de queda no Produto Interno Bruto (PIB), um país entra na chamada "recessão técnica". Caso se concretize na magnitude esperada pela SPE, a queda do segundo trimestre de 2020 pode ser a maior desde o segundo trimestre de 2015, quando houve um tombo de 2,2% contra o trimestre imediatamente anterior, segundo a série histórica IBGE.

"O mês de março já sofre com o início das paralisações das atividades da economia, reduzindo as nossas projeções de crescimento. No segundo trimestre ocorre o impacto mais forte, uma vez que é onde deve se concentrar a maior queda do PIB mundial e o maior período de paralisação de atividades econômicas", diz a SPE.

Apesar disso, o órgão projeta uma recuperação a partir do terceiro trimestre, com alta de 1,17% em relação aos três meses imediatamente anteriores. No quarto trimestre, a expectativa é de avanço de 2,03% no mesmo tipo de comparação.

"Destaca-se que a profundidade e duração da crise ainda são difíceis de se estimar, pois trata-se de um evento inédito na história econômica mundial", ressalta a SPE. No entanto, a Secretaria tem ressaltado que o choque deve ser transitório.

"Mantemos avaliação de que os choques pelos quais a economia brasileira está passando são em sua maioria transitórios, o que permitirá uma retomada a partir do segundo semestre deste ano."

Na comparação do trimestre contra igual período de 2019, o período de janeiro a março deve ter uma alta mais tímida que o esperado inicialmente, com avanço de 1,5%. Já no segundo trimestre, a SPE espera uma contração de 1,4%. Se concretizado, será o pior resultado desde o último trimestre de 2016, quando o tombo foi de 2,2% em relação a igual período de 2015.

No terceiro trimestre de 2020, ainda haverá retração de 0,8% em relação a igual período de 2019. Mas, nos últimos três meses do ano, a expectativa é de que haja alta de 0,9%, segundo a SPE.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

efeitos da crise

BCE adia revisão de estratégia política monetária para 2021

Eventos públicos do BCE e dos bancos centrais nacionais do Eurosistema que estavam planejados para o primeiro semestre deverão ocorrer apenas na segunda metade de 2020

Conteúdo Patrocinado

De volta ao jogo: Ivan Sant’Anna retorna para a bolsa

A volta do Ivan é algo como se o Michael Jordan voltasse hoje a jogar na NBA, ou se o Fenômeno retornasse ao futebol nesta semana.

esquenta dos mercados

Esperança com resolução para crise do petróleo anima mercados, mas covid-19 segue no radar

Mesmo com o alívio das bolsas do exterior, os investidores seguem monitorando os números de casos de covid-19 e as medidas do governo para suporte da população

expectativa

Acredito que Rússia e Arábia Saudita farão acordo sobre petróleo, diz Trump

Republicano confirmou que se encontrará com empresas petrolíferas nesta sexta-feira, 3

diante da crise

Câmara aprova projeto que permite adiar recolhimento de INSS de funcionários

Proposta prevê que as companhias deixem de recolher a contribuição previdenciária dos trabalhadores por 60 dias, prorrogáveis por mais 30

medida emergencial

Governo permite redução salarial de até 70% e suspensão de contratos

Governo pagará uma parte do seguro-desemprego a que o trabalhador teria direito se fosse demitido; empresas sob os regimes de lucro real e lucro presumido, com receita bruta acima de R$ 4,8 milhões, serão obrigadas a arcar com 30% do salário do funcionário para poder suspender o contrato

Entrevista exclusiva

Truxt reabre fundos para captação com foco em ações de “sobreviventes” na B3

Queda generalizada de ações abre oportunidade de compra, mas recuperação das bolsas nos EUA deve ocorrer primeiro, me disse José Tovar, CEO da gestora que possui R$ 12 bilhões em patrimônio

IR 2020

Como declarar ações no imposto de renda

Declarar ações no imposto de renda não é trivial, e não é na hora de declarar que você deve recolher o imposto sobre o investimento. Felizmente a pessoa física conta com um limite de isenção. Saiba todos os detalhes sobre como declarar a posse, compra, venda, lucros e prejuízos com ações no IR 2020

Medidas anticrise

Bolsonaro sanciona MP da renda básica emergencial

Nova lei prevê pagamento de R$ 600 a trabalhadores informais

Sem JCP

Localiza adia pagamento de R$ 67 milhões em juros sobre capital próprio para 2021

Adiamento é uma resposta aos impactos do coronavírus nos negócios da companhia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements