Menu
2020-05-04T13:42:33-03:00
Larissa Santos
Clã Kardashian fazendo história

O mais novo e polêmico bilionário da Forbes: bem-vindo ao clube, Kanye West

O rapper americano agora integra o seleto grupo de bilionários reconhecidos pela revista. Mas como estamos falando do Kanye West é claro que tem uma polêmica no caminho

4 de maio de 2020
13:42
Kanye West
Imagem: Shutterstock

O clã Kardashian tem mais um integrante bilionário. Kanye West, marido da socialite Kim Kardashian, foi reconhecido com o título de bilionário pela Forbes na última semana. Ao lado da cunhada Kylie Jenner, primeira a alcançar a marca na família , agora Kanye acumula uma fortuna de U$1,3 bilhão, de acordo com a publicação americana.

Mas é claro que quando se trata do cantor teria que ter uma polêmica envolvida. Kanye estava reclamando seu lugar na lista de bilionários desde 2019. Em agosto do ano passado, quando West estampou a capa da revista, a publicação comentou o sucesso da coleção de tênis Yeezy, criada em parceria com a Adidas. A matéria diz que a marca rendeu muito dinheiro para o cantor, mas não o cita como bilionário.

Desde então, Kanye fez diversas reclamações para a imprensa e diretamente para a Forbes sobre merecer entrar na famosa lista de bilionários. Entre as declarações, o compositor acusou a matéria de "desrepeitosa" e acusou ser "desprezado de propósito".

Como Kanye nunca cansa de uma confusão, quando a lista de bilionários anual da Forbes foi publicada no mês de abril, o cantor voltou a reclamar por não fazer parte do clube de elite.

A empresa de Kanye entrou em contato com a revista e enviou os dados financeiros do cantor, que provavam que ele havia ultrapassado a marca do 1 bilhão de patrimônio. Assim, a Forbes anunciou que o cantor tinha uma fortuna de US$1,3 bi, um pouco mais de R$7 bilhões, e finalmente entrava em sua lista de bilionários.

Quem acha que o título seria suficiente achou errado, West voltou à público para criticar o valor declarado pela publicação. "Não é um bilhão, são US$ 3,3 bi. Já que ninguém na Forbes sabe contar", declarou.

A marca de roupas e calçados Yeezy rendeu boa parte da fortuna do rapper, além de uma longa carreira como rapper, que lhe rendeu 21 grammys e turnês milionárias e por se tornar produtor da Roc-A-Fella Records, do cantor de hip hop Jay-Z.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

NA MODA

Grupo Soma fecha acordo por marca de blogueira e ações sobem mais de 9%

Acordo prevê que montante a ser pago, parte em dinheiro e outra em ações, equivalerá a sete vezes o Ebitda da empresa de Nati Vozza

Novidade na B3

Com novo modelo, ações da Track&Field estreiam no pregão da B3 após IPO

Oferta da empresa de vestuário e calçados esportivos inaugura modelo em que as ações preferenciais terão direito econômico — incluindo os dividendos — 10 vezes maior que o das ordinárias

MAIS POLÊMICA

B3 critica multa no acordo da Stone pela Linx

Penalidade também valeria caso os acionistas da Linx não aprovem saída da empresa do Novo Mercado, como quer a Stone

Exile on Wall Street

Por que decidimos lançar um MBA?

O problema é geral. Não há cursos de MBA de qualidade dados por praticantes

BALANÇO

Dólar ajuda e atrapalha Klabin no terceiro trimestre

Moeda americana eleva vendas no período, mas pesa em suas despesas financeiras e no endividamento

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies