Menu
2020-03-24T17:17:21-03:00
GÁS NATURAL

Governo do Rio pede à Petrobras para flexibilizar contrato de gás a concessionária

A empresa concordou em isentar o pagamento de multas e moras nas faturas de competência março/2020, até 30 dias após o seu vencimento, informou o governo

24 de março de 2020
16:37 - atualizado às 17:17
BR distribuidora
BR distribuidora - Imagem: Divulgação

O governo do Estado do Rio de Janeiro pediu à Petrobras a flexibilização de contratos de compra e venda de gás natural junto à Ceg e Ceg Rio, concessionárias operadas pela Naturgy.

Na semana passada, a concessionária negociou com o governo estadual a suspensão, por 30 dias, de cortes e desligamentos em razão da inadimplência dos consumidores pertencentes aos segmentos residencial e comercial de pequeno porte. A empresa concordou em isentar o pagamento de multas e moras nas faturas de competência março/2020, até 30 dias após o seu vencimento, informou o governo.

A proposta é de que a Petrobras postergue temporariamente os prazos de cobrança da parcela de molécula do preço do gás, repassadas pela Naturgy, e considere o cancelamento de eventuais penalidades por menor retirada de gás, em razão dos reflexos decorrentes da redução de consumo devido à pandemia da covid-19.

"A medida visa proporcionar tranquilidade principalmente aos grandes consumidores de gás natural em razão do compromisso de pagamento mínimo da capacidade contratada", explicou o governo em nota.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

socorro ao setor

Ajuda para aéreas será próxima grande medida nos EUA, diz secretário do Tesouro

Steven Mnuchin comentou com otimismo o novo pacote de estímulos lançado nesta manhã em conjunto com o Federal Reserve

entrevista

‘Talvez as grandes empresas tenham de pagar mais tributos’, diz presidente do Bradesco

Octavio de Lazari vê a economia encolhendo até 4% neste ano, pior até que a estimativa do próprio banco, de queda de 1%, e diz que o impacto fiscal terá de ser resolvido a partir de 2021

entrevista

‘Sem liquidez, empresas vão começar a quebrar’, diz presidente da GM na América do Sul

Para Carlos Zarlenga, única saída, diz, é BNDES liberar linhas de curto prazo ou o governo assumir a garantia para empréstimos dos bancos privados

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quinta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

emergência

Auxílio emergencial já pago soma R$ 1,5 bilhão, diz Caixa

Segundo informações do banco, o benefício já foi creditado na conta poupança de 2.150.497 clientes da Caixa, e outros 436.078 lançamentos serão realizados pelo Banco do Brasil ainda nesta quinta

180 dias para pagar

Caixa vai dar carência de seis meses para pagamento de financiamento imobiliário

Opção estará disponível a partir de segunda-feira para a compra de imóveis novos por qualquer linha de crédito; financiamentos em andamento já podiam optar por uma pausa de 90 dias nas prestações

agenda de brasília

Câmara adia votação de projeto de socorro a Estados para dia 13

Além de suspender o pagamento de parcelas de dívidas com a União e bancos, o projeto permite aos governadores tomar crédito novo no limite de até 8% de suas receitas

crise chegando

Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA chegam a 6,61 milhões

Total ficou bem acima da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, de 5 milhões de solicitações

diante da crise

BC autoriza emissão de letra de crédito imobiliário (LCI) por cooperativas

Segundo BC, medida tem potencial para impactar positivamente o setor imobiliário, propiciando condições para aumentar a concorrência e a oferta de produtos e de serviços no sistema financeiro

anticrise

BC libera R$ 3,2 bi em requerimento de capital no crédito para PME

Regra abrange as empresas com receita bruta anual entre R$ 15 milhões e R$ 300 milhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements