Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-07-02T13:26:04-03:00
Estadão Conteúdo
ECONOMIA INTERNACIONAL

EUA deve ampliar estímulos; Trump pede corte de impostos ‘com urgência’

O presidente Donald Trump pediu cortes de impostos “com urgência”, enquanto o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, anunciou mais apoio fiscal a empresas atingidas pela crise do novo coronavírus, embora não tenha detalhado prazos ou valores.

2 de julho de 2020
13:24 - atualizado às 13:26
shutterstock_1276349437
Washington, D.C., 4 de janeiro de 2019: O presidente Donald Trump fala à mídia. - Imagem: Shutterstock

O governo dos Estados deve ampliar seus estímulos à economia. A percepção vem após coletiva de imprensa do alto escalão da Casa Branca, na manhã desta quinta-feira, 2, para repercutir o relatório de empregos do país, o payroll, divulgado mais cedo. O presidente Donald Trump pediu cortes de impostos "com urgência", enquanto o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, anunciou mais apoio fiscal a empresas atingidas pela crise do novo coronavírus, embora não tenha detalhado prazos ou valores.

Apesar de reconhecerem a necessidade de um suporte adicional à economia dos EUA, Trump e Mnuchin elogiaram o processo de reabertura em vigor no país, após o período de quarentena. "Reabertura está acontecendo com segurança, queremos que igrejas reabram logo", disse o presidente. "Teremos um terceiro trimestre incrível na economia americana e 2021 será histórico", completou.

Para o secretário do Tesouro, há maneiras seguras de reabrir a economia. "É o que estamos fazendo", disse Mnuchin.

Mesmo assim, ele reconheceu que é preciso retomar algumas restrições em certos Estados americanos que registram alta nos casos de covid-19, como têm feito os governadores.

Ele ainda declarou que os programas econômicos lançados pelo governo federal estão funcionando e agradeceu ao Congresso, que aprovou as pautas. "Presidente Trump está disposto a fazer o que for preciso para proteger empregos e a economia", completou, em seguida.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

ampliação dos negócios

Cosan (CSAN3) paga R$ 1,5 bilhão por fatia na Radar, gestora de propriedades agrícolas

Companhia já detinha uma participação na Radar; após a conclusão da operação e uma reorganização societária, a Cosan será dona de mais de 50% do capital social

o melhor do seu dinheiro

Caso Lehman Brothers: não vale a pena ver de novo

Se tem um roteiro que o mercado financeiro não quer ver se repetindo, é o de uma crise financeira desencadeada pela quebra de uma grande empresa, como foi o caso da falência do banco Lehman Brothers em 2008, que marcou o início da grave crise dos subprime. Nem mesmo em uma escala menor, como é […]

força do esg

Environmental ESG, da Ambipar, busca IPO de R$ 3 bilhões para dar gás às aquisições

Preço da faixa indicativa está entre R$ 15,50 e R$ 20,50; após IPO, 43,8% do capital social estará em circulação no mercado com as ações

MERCADOS HOJE

Evergrande injeta temor no mercado global e bolsas têm dia de fortes perdas; Ibovespa fecha no menor nível desde novembro

Temor de que os problemas da incorporadora chinesa gerem uma reação em cadeia no mercado global afundou as bolsas nesta segunda-feira (20)

Ruído político

Congresso não participou de debate sobre aumento no IOF, revela presidente da Câmara

Arthur Lira também declarou que quer avançar com a reforma administrativa e uma solução para a questão dos precatórios ainda nesta semana

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies