Menu
2020-03-11T06:42:28-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
após coronavírus...

Bradesco revisa Selic para 3,75% e prevê PIB de 2,0% em 2020

Para o IPCA a alteração foi de 3,6% para 3,3% ainda este ano. O banco também alterou a previsão para o câmbio para R$ 4,30

11 de março de 2020
6:42
PIB

A equipe de economistas do Bradesco divulgou relatório nesta terça-feira (10) no qual revisa a projeção de Selic de 4,25% para 3,75% ao ano no fim de 2020. Também foram revisadas para baixo as expectativas para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), de 2,5% para 2,0%,.

Para o IPCA a alteração foi de 3,6% para 3,3% ainda este ano. O banco também alterou a previsão para o câmbio no fim do ano. Agora, estima dólar a R$ 4,30 no fim de 2020. Em relatório divulgado em fevereiro, a projeção era de R$ 4.

A piora da estimativa para o PIB, explica o Bradesco, leva em consideração "informações recentes externas e domésticas". "Há três elementos determinantes para o cenário, todos com viés baixista para a atividade global: a China, seus canais de contágio e a reação própria de cada país", diz o relatório, que ressalta que a economia chinesa representa 20% do PIB global.

Mesmo com as revisões, o banco destaca, no texto, que a epidemia do coronavírus torna as projeções mais incertas. "A reação dos mercados tem sido intensa; a China está retomando muito lentamente de sua paralisação e há alguns relatos de interrupções em cadeias de fornecimento. Tudo isso tem levado a uma piora nas projeções para o crescimento. Esse quadro, obviamente, afeta o Brasil", afirma.

Sobre a Selic, o Bradesco acredita que, após o choque do coronavírus e a reação do Federal Reserve, com corte extraordinário de 0,50 ponto porcentual nos juros básicos dos Estados Unidos, o Comitê de Política Monetária (Copom) praticamente decretou nova redução de juros se não houver mudança relevante do cenário na próxima semana.

"Por isso, reavaliamos nossa expectativa de Selic para 3,75%, mas muito dependente do comportamento do câmbio e dos preços de ativos nos próximos meses", afirma o banco.

A inflação, por sua vez, será produto desse cenário, diz o banco. "A nossa percepção, de baixo contágio, tem se confirmado, refletindo a elevada ociosidade na economia e expectativas bem ancoradas", diz.

Para o câmbio, os economistas do Bradesco avaliam que, com a dissipação dos choques atuais, haverá espaço para alguma apreciação do real. "Contudo, a frustração com o crescimento e o movimento de realocação de recursos limitam esse espaço. Trabalhamos agora com uma taxa de câmbio de R$ 4,30 no final do ano", afirma.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

DRAGÃO COM FOME

Comida pressiona inflação até o fim do ano, dizem analistas

Dólar em alta, oferta escassa por causa da entressafra e o auxílio emergencial estão provocando o aumento dos preços

CCR: Alerj recomenda retomar concessão de rodovia, mas governo é contra

Assembleia quer retomada da rodovia para reduzir tarifas, consideradas altas devido a irregularidades no contrato de concessão

TRETA

Maia e Alcolumbre criticam Salles após atrito com Ramos

Presidente da Câmara diz que ministro do Meio Ambiente resolveu destruir o próprio governo

SE PROTEJA

Títulos de renda fixa atrelados ao IPCA viram opção

Alta da inflação em outubro faz investidores e gestores avaliarem novas formas de proteção de patrimônio

SELEÇÃO DE NOTÍCIAS

BDR, bitcoin, shopping: o melhor do Seu Dinheiro na semana

O fim de semana chegou com uma notícia bastante esperada pelos investidores: a volta do Ibovespa ao patamar de 100 mil pontos. O principal índice da B3 foi impulsionado esta semana por dois acontecimentos. O primeiro deles foi o alívio das preocupações em torno do risco fiscal brasileiro, com políticos e governo demonstrando compromisso com a manutenção do teto de gastos. Outro tema foi a esperança de aprovação de um pacote de estímulos […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies