Menu
2020-01-23T10:53:16-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
hora da moderação?

As chances não estão do lado do investidor, diz gestor da Oaktree

Fundador da empresa gerenciamento de ativos Oaktree, Howard Marks falou ao Valor Econômico que parte das altas do ano passado foi mero ajuste de perdas de 2018

23 de janeiro de 2020
10:14 - atualizado às 10:53
Howard Marks, fundador e copresidente do conselho da Oaktree
Howard Marks, fundador e copresidente do conselho da Oaktree - Imagem: Oaktree Capital / Reprodução Youtube

Fundador da Oaktree - que tem US$ 122 bilhões em ativos sob gestão -, Howard Marks disse acreditar que o mercado está mais arriscado do que há sete anos. Em entrevista ao Valor Econômico, o americano afirmou que hoje “as chances não estão do lado do investidor”.

No ano passado, o S&P - um dos principais índices da bolsa americana - avançou 29%, impulsionado pela alta das ações das empresas de tecnologia. Em dezembro, a primeira fase do acordo entre Estados Unidos e China contribuiu para sucessivos recordes do indicador - cujos pares acompanharam as altas.

O ambiente externo também foi uma influencia positiva para a bolsa brasileira, além de um maior otimismo com a economia doméstica. No ano, o Ibovespa subiu 30%, aos 115 mil pontos.

Para Marks - que também é considerado uma das referências para o lendário investidor Warren Buffett -, parte dos ganhos de 2019 foi apenas uma recuperação das perdas do quarto trimestre do ano anterior. "Então, é preciso moderar o discurso", disse ao jornal.

O americano lembrou em 2018 houve preocupações com uma possível recessão. A guerra comercial entre China e EUA também foi fator de maior tensão. "Em 2019, esses elementos parecem ter perdido força", disse.

O país asiático e o americano estão na primeira fase de um acordo comercial, anunciado no final do passado. A mera sinalização do diálogo trouxe alívios aos mercados, que há dois anos tinham o embate entre os dois países como foco de tensão.

Marks ainda apontou a atuação do Fed, o Banco Central dos EUA, que reduziu as taxas de juros "e a maioria dos investidores respondeu de maneira positiva".

Questionado pela reportagem do Valor Econômico se a alta das bolsas não se tratava de uma maior confiança na economia, Marks disse que o crescimento das empresas em 2019 foi modesto.

Ele afirmou que o aumento do S&P foi impulsionado pelo ímpeto do mercado e liquidez que elevaram os índices de valuation. "Se o mercado subir 30% com pequenos lucros, você pode dizer que o mercado está se tornando precário", disse ao jornal.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

tensão nos negócios

Varejo raciona e acusa indústria de reajustar preços

Fornecedores, por sua vez, alegam aumento de demanda e questões operacionais para essa alta, como o custo logístico

baixa pelo coronavírus

Latam reduz operações em 95% em abril

Afetada pela pandemia do novo coronavírus, Latam Airlines Brasil diz que continuará voando para 39 destinos com frequências reduzidas

Maior nível em quase um mês

Ações da Petrobras disparam mais de 10% após Trump sinalizar uma trégua na guerra de preços do petróleo

As ações da Petrobras sobem mais de 10%, na esteira da valorização do petróleo — lá fora, cresce a expectativa quanto a um acordo entre russos e sauditas

Não tão rápido...

Pagamento de benefícios não vale para salários de março, afirma secretário do Trabalho

Questionado sobre a nova MP do governo federal, Dalcolmo disse que o pagamento – que complementa a renda de quem tiver o salário reduzido – diz respeito apenas ao mês já trabalhado

Exile on Wall Street

Investimos em conversas que vão longe

São raros os dias em que tudo cai — ou tudo sobe —, e eles sugerem um mercado irracional, que não sabe bem o que está fazendo.

covid-19 no radar

Fitch reduz previsões de preço do petróleo por coronavírus e excesso de oferta

Para 2021, as novas projeções de preços médios da Fitch são de US$ 42 o barril de WTI e de US$ 45 o barril de Brent. Antes, eram de US$ 45 para o WTI e US$ 48 para o Brent.

dados da receita

Arrecadação de impostos soma R$ 116 bilhões em fevereiro

Impulsionada pelo resultado de janeiro, no primeiro bimestre, a arrecadação federal somou R$ 291,421 bilhões, segundo a Receita

novidade do banco central

BC vai editar circular regulamentando empréstimos com letras financeiras

Ainda haverá um prazo para operacionalização do instrumento. O BC não divulgou uma estimativa de quando, de fato, os empréstimos começarão a ser feitos

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quinta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

medida anticrise

Governo calcula que 25 milhões terão salário reduzido para evitar alta acentuada do desemprego; entenda

Num cenário sem as medidas, o governo estima que as demissões poderiam atingir até 12 milhões de trabalhadores; país já tem 12,3 milhões de desempregados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements