Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-04-06T16:38:36-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Tensão em Brasília e na bolsa

Ibovespa perde força após jornal afirmar que Bolsonaro vai demitir Mandetta ainda hoje

O Ibovespa se distanciou das máximas após as primeiras notícias quanto à demissão do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta

6 de abril de 2020
16:38
49686847711_3dde41f413_c
(Brasília - DF, 22/03/2020) Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. - Imagem: Isac Nóbrega/PR

O Ibovespa, que vinha apresentando ganhos expressivos nesta segunda-feira (6), perdeu parte da força após o jornal 'O Globo' afirmar que o presidente Jair Bolsonaro irá demitir ainda hoje o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

O índice brasileiro, que sustentava ganhos de quase 8% durante boa parte do dia, começou a desacelerar a partir de 15h25 — horário de publicação da matéria — e, por volta de 16h25, operava em alta de 4,82%, aos 72.886,14 pontos.

O clima em Brasília já era de bastante apreensão desde o início do dia. Ontem, Bolsonaro disse a apoiadores que a hora de quem está 'se achando' iria chegar — ele não citou nominalmente o ministro da Saúde. Mandetta, ao ser questionado a respeito das declarações, afirmou apenas que estava dormindo.

Segundo 'O Globo', o ato oficial de exoneração de Mandetta estaria sendo preparado nesta tarde, com publicação prevista em uma edição extra do Diário Oficial da União. O deputado Osmar Terra, ex-ministro da Cidadania, seria o mais cotado para ocupara a pasta.

Ibovespa começou a perder força a partir de 15h25, horário de publicação da matéria de 'O Globo'

As tensões entre Bolsonaro e Mandetta vêm aumentando nas últimas semanas, em paralelo ao crescimento na popularidade do ministro da Saúde em meio à crise do coronavírus. Enquanto Mandetta defende as medidas de isolamento e distanciamento social, o presidente alega que é necessário uma retomada das atividades cotidianas 'o mais rápido possível', de modo a não prejudicar a economia.

A queda de braço entre os dois já vinha trazendo cautela ao mercado, que teme uma deterioração ainda maior no cenário político e uma descoordenação nas iniciativas para o combate ao coronavírus, tanto no front econômico quanto no de saúde pública.

No exterior, os mercados globais seguem sem turbulência, o que evidencia que o enfraquecimento do Ibovespa se deve aos fatores domésticos. Nos Estados Unidos, o Dow Jones, o S&P 500 e o Nasdaq continuam exibindo ganhos de cerca de 5%.

Nas redes sociais, a possível demissão do ministro da Saúde já é um dos temas mais comentados. No Twitter, o termo 'Mandetta' aparece no topo dos assuntos do dia, com mais de 170 mil menções; 'Osmar Terra' tem outras 50 mil ocorrências.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Prévia da estatal

Petrobras (PETR4) anuncia produção do terceiro trimestre hoje, mas os dados da ANP já antecipam o que vem por aí; confira

Os dados chegam ao mercado em um momento de fortes críticas à política de preços da companhia e ameaças de desabastecimento

Exile on Wall Street

Quem não tem teto de vidro? As implicações das ameaças ao teto de gastos sobre seus investimentos

Ameaça ao teto fiscal exige atenção redobrada sobre a necessidade de diversificação e algumas proteções para a carteira – e há possíveis bons hedges para o momento

bitcoin (BTC) hoje

É recorde! Bitcoin (BTC) atinge nova máxima histórica com o novo rali das criptomoedas

A aprovação do ETF nos EUA impulsionou a alta do bitcoin, mas a principal criptomoeda do mercado pode subir ainda mais, segundo analistas

MERCADOS HOJE

Ibovespa engata recuperação, mas segue sob pressão do risco fiscal; dólar tem alívio após leilão do BC, mas juros futuros disparam

A agenda local está esvaziada nesta semana, mas os investidores aguardam por um desfecho para a PEC dos precatórios

COLUNA DO JOJO

Bolsa hoje: estaria o governo querendo furar o teto?

Ignorando o bom humor internacional de ontem, nós brasileiros vivemos nossa própria realidade, muito afetados com o vaivém de Brasília, que prejudicou bastante os mercados e que promete prejudicar ainda mais nos próximos dias

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies