Menu
2020-07-14T16:36:22-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência CMA, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico.
Mercados hoje

Ibovespa se firma em alta, puxado por Vale e Petrobras; dólar vira e cai a R$ 5,34

Os mercados globais seguem preocupados com a explosão de novos casos de Covid-19 nos EUA e com dados não tão fortes na Europa. Por outro lado, o fortalecimento da economia na China e o início da temporada de balanços em Wall Street traz ânimo aos investidores

14 de julho de 2020
10:29 - atualizado às 16:36
Selo Mercados AGORA Ibovespa dólar
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

A onda de cautela que tomou conta das bolsas globais no fim da sessão anterior continua influenciando os investidores nesta terça-feira (14): o Ibovespa teve um início de sessão instável, ainda repercutindo o aumento dos casos de Covid-19 nos EUA. Essa prudência, no entanto, foi neutralizada pelo bom desempenho das ações da Vale e da Petrobras.

Logo após a abertura, o Ibovespa chegou a cair 0,41%, aos 98.288,81 pontos, mas, por volta de 16h35, já subia 1,66%, aos 100.339,67 pontos. Fenômeno semelhante foi visto no câmbio: o dólar à vista bateu os R$ 5,4538 mais cedo (+1,21%), mas, agora, cai 0,90%, a R$ 5,3401.

  • Eu gravei um vídeo para explicar um pouco melhor a dinâmica por trás dos mercados nesta terça-feira. Veja abaixo:

No exterior, o clima é ligeiramente mais cauteloso nos mercados acionários: as bolsas da Europa fecharam em baixa, mas, nos EUA, o Dow Jones (+1,22%) e o S&P 500 (+0,47%) sobem, enquanto o Nasdaq (-0,04%) segue em ligeira baixa; na Europa, as principais praças fecharam em queda.

Há uma série de fatores trazendo desconforto aos agentes financeiros nesta terça-feira. Em primeiro plano, aparece a preocupação em relação ao forte aumento nos novos casos de coronavírus nos EUA — um cenário que, ontem, fez o estado da Califórnia determinar um novo fechamento de bares, restaurantes e outros estabelecimentos.

A medida aumenta os temores do mercado quanto a um retrocesso de grande porte nos esforços para reabertura da economia americana, o que, se concretizado, provocaria um forte impacto sobre o nível de atividade do país — e, consequentemente, do mundo.

Soma-se a esse panorama preocupante uma série de dados econômicos mais fracos que o esperado na Europa: a produção industrial na zona do euro e o PIB do Reino Unido avançaram num ritmo menos intenso que o projetado por analistas, o que reduz o entusiasmo em relação à recuperação rápida da economia do continente.

Por outro lado, também temos notícias mais animadoras no front internacional: nos EUA, o início da temporada de balanços do segundo trimestre mostrou resultados não tão fracos quanto o imaginado do JPMorgan, Wells Fargo e Citi, o que foi visto como um bom sinal pelos investidores.

Há ainda um quadro mais benéfico na China: por lá, a balança comercial de junho mostrou uma tendência positiva para a economia, com exportações e importações surpreendendo — um contexto que dá força às ações ligadas ao setor de commodities, já que o gigante asiático é o principal consumidor global de produtos como petróleo e minério de ferro.

A somatória desses fatores dá origem a essa sessão cheia de nuances: o noticiário referente ao coronavírus inspira alguma cautela aos investidores e ainda segura o dólar acima dos R$ 5,30; por outro lado, os bons dados da China animam papéis como Vale ON (VALE3) e Petrobras ON (PETR3), enquanto a surpresa marginalmente positiva com o balanço dos bancos nos EUA dá forças aos índices acionários.

IBC-Br acelera

No Brasil, destaque para o resultado do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), que registrou alta de 1,31% em maio em relação a abril — um indicador de que o PIB do país voltou a crescer no mês. O dado, contudo, ficou muito aquém do esperado pelo mercado, que trabalhava com uma estimativa de avanço de mais de 4%.

Assim, o mercado de juros futuros opera em baixa nesta terça, ajustando-se ao cenário de recuperação econômica mais lenta que a projetada — o que abre espaço para mais cortes na Selic no curto prazo e para a manutenção das taxas em níveis baixos por mais tempo:

  • Janeiro/2021: de 2,07% para 2,05%;
  • Janeiro/2022: de 3,05% para 3,01%;
  • Janeiro/2023: de 4,14% para 4,10%;
  • Janeiro/2025: de 5,65% para 5,60%.

Top 5

Veja abaixo os cinco papéis de melhor desempenho do Ibovespa nesta terça. Assim como ontem, ações do setor de commodities, como Vale e Petrobras, têm desempenhos positivos, na esteira da recuperação do mercado chinês:

CÓDIGONOMEPREÇO (R$)VARIAÇÃO
VALE3Vale ON61,03+5,86%
BRAP4Bradespar PN40,26+5,53%
PETR3Petrobras ON23,46+2,67%
UGPA3Ultrapar ON18,64+5,31%
PETR4Petrobras PN22,63+2,12%

Confira também as cinco maiores baixas do índice:

CÓDIGONOMEPREÇO (R$)VARIAÇÃO
BPAC11BTG Pactual units82,25-2,69%
CIEL3Cielo ON4,86-2,41%
CMIG4Cemig PN11,43-2,06%
ABEV3Ambev ON13,72-2,00%
EMBR3Embraer ON8,02-1,72%
Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

o melhor do seu dinheiro

Efeito Lula livre na bolsa – 2022 já começou?

No Brasil morre-se de tudo – inclusive morre-se muito de covid -, mas não se morre de tédio. Os mercados locais começaram o dia castigados pelos temores dos investidores em relação ao avanço da pandemia no país, hoje no seu pior momento. Como se todas as incertezas em relação ao combate ao coronavírus por aqui […]

balanço 4º tri

Magazine Luiza vê lucro ir a R$ 219 milhões no 4º tri e supera expectativas do mercado

A varejista Magazine Luiza encerrou o quarto trimestre de 2020 superando as expectativas do mercado. A companhia divulgou na noite desta segunda-feira (08) o seu resultado trimestral, com umacom alta de 30,6% no lucro líquido, para R$ 219,5 milhões. No acumulado do ano passado, o resultado encolheu 57,5%, para R$ 391,7 milhões. No critério “ajustado”, […]

Desidratação à vista?

Bolsonaro: Lira e relator vão discutir PEC Emergencial, podem criar PEC paralela

Na entrevista, Bolsonaro afirmou que a PEC deve ser votada pela Câmara na quarta-feira, 10. De acordo com ele, ao votar a medida, os deputados federais darão o sinal verde para retomada do auxílio emergencial em cinco dias

Fechamento do dia

São tantas emoções! ‘Efeito Lula’ aprofunda incertezas locais e faz Ibovespa cair 4%; dólar fecha a R$ 5,77

Mercado doméstico já operava em queda firme antes da decisão do ministro Fachin; aumento das incertezas pesou sobre bolsa, dólar e juros

REVIRAVOLTA

Ibovespa recua 3% e dólar vai a R$ 5,78 após STF anular condenações de Lula na Lava Jato

Diante de um cenário já negativo, a decisão aumenta o nível de incertezas domésticas, segundo analistas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies