⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula, Bolsonaro, Ciro e Tebet querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2020-02-12T18:36:10-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
em audiência

Bitcoin salta 7% e chega a R$ 45 mil, após Fed indicar que estuda criptomoedas

Jerome Powell disse que é importante entender os custos e benefícios das moedas digitais

12 de fevereiro de 2020
11:46 - atualizado às 18:36
Jerome Powell, presidente do Federal Reserve
Jerome Powell, presidente do Federal Reserve -

A cotação do bitcoin deu um salto desde a última terça-feira (11), após o presidente do Federal Reserve (Fed) — banco central dos Estados Unidos —, Jerome Powell, sinalizar que a autoridade monetária está estudando custos e benefícios das moedas digitais.

Das as 5h da manhã de terça às 18h30 desta quarta (horário de Brasília), o bitcoin avançava mais de 7% sobre o real, tendo saltado de R$ 42.171,45 para R$ 45.379. No mesmo período, a cotação em dólares saltou pouco menos de 7%, tornando a romper a faixa dos US$ 10 mil.

Em audiência no Comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos EUA, Powell disse que todo grande banco central está observando atentamente as criptomoedas. "Penso que é muito importante para nós e para outros bancos centrais entender os custos e benefícios associados a uma possível moeda digital".

A declaração de Powell criou uma expectativa de que o mercado das criptomoedas possa ser regulado no futuro. O presidente do Fed também disse que ter o dólar como "coração do sistema financeiro" é algo que os serve bem.

Em ascensão

O bitcoin passa por um processo de ascensão nos últimos meses. Apesar de um desempenho fraco no início de 2019, a criptomoeda deu um gás, chegou a ultrapassar os US$ 13 mil e fechou o ano com uma valorização de 95,62% em reais. A moeda digital foi a melhor aplicação no ranking de 2019.

Só no último mês, o bitcoin cresceu 35% em relação ao real — uma valorização que é explicada em grande parte pelo halving, um evento sazonal que reduz pela metade a recompensa pela mineração do bitcoin.

Ao criar o bitcoin, Satoshi Nakamoto, estipulou que a recompensa pela mineração cairia pela metade a cada quatro anos para controlar o suprimento do ativo. Como a última vez que isso ocorreu foi em 2016, a próxima será neste ano e está prevista para ocorrer perto do dia 24 de maio.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

APURAÇÃO POR ESTADO

Eleições 2022: Veja o resultado da apuração para governador em todos os Estados e no DF

2 de outubro de 2022 - 23:44

Eleições para governador tiveram algumas surpresas. Acompanhe a apuração das eleições por estado aqui no Seu Dinheiro

ELEIÇÕES 2022

Eleições 2022: Bolsa deve reagir bem ao resultado da eleição com equilíbrio entre Lula e Bolsonaro

2 de outubro de 2022 - 23:25

Ações das estatais devem subir com votação acima do esperado de Bolsonaro e Congresso mais à direita; resultado deve forçar ambos os candidatos ao centro

Eleições 2022

Jair Bolsonaro: A população pode ter vontade de mudar, mas às vezes a mudança pode ser para pior

2 de outubro de 2022 - 23:14

Ao comentar o resultado do primeiro turno das eleições, Jair Bolsonaro aparentou serenidade e satisfação com os bons resultados de seus aliados nos estados e seu próprio desempenho na votação

ELEIÇÕES 2022

‘É só uma prorrogação!’, diz Lula sobre o segundo turno

2 de outubro de 2022 - 23:12

Com 48,3% dos votos em primeiro turno, Lula bateu na trave de uma possível vitória sem um tira-teima com Bolsonaro

ELEIÇÕES 2022

Eleições 2022: Acompanhe o resultado da apuração para presidente no exterior

2 de outubro de 2022 - 19:27

A apuração começa depois das 17h, no horário de Brasília. Veja o resultado da eleição de presidente, de acordo com dados do TSE

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies