2020-12-19T11:22:17-03:00
Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
Graduado em Jornalismo pela USP, passou pelas redações de Bloomberg e Estadão.
alta expressiva

B3 atinge 3 milhões de investidores pessoa física, aumento de 80% em relação a 2019

No ano passado, bolsa registrava 1,68 milhão de CPFs cadastrados

2 de outubro de 2020
18:02 - atualizado às 11:22
Sede da B3, localizada no centro da capital paulista. - Imagem: Shutterstock

A B3 alcançou uma marca histórica em setembro, ao atingir o total de 3 milhões de pessoas físicas em sua base de investidores, segundo dados atualizados da bolsa brasileira.

O número representa um aumento de quase 80% em relação a 2019, quando a bolsa registrava 1,68 milhão de CPFs cadastrados — e ainda restam dois meses para encerrar o ano.

Desses 3 milhões de investidores, 74,6% (2,3 milhões) são homens, enquanto 25,4% (779,4 mil) são mulheres. Mais de 30% dos CPFs da B3 são provenientes do Estado de São Paulo, o equivalente a 1,2 milhões de pessoas.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

Além dos CPFs, há 31,2 mil pessoas jurídicas investidoras na B3.

O aumento expressivo de pessoas físicas na bolsa ocorre em uma época que tem se provado altamente volátil para a renda variável, em razão da pandemia de coronavírus que chacoalhou os mercados globais principalmente no primeiro trimestre.

O Ibovespa, principal índice acionário da B3, amargou naquele período perdas próximas a 37%.

No segundo trimestre, avançou 30% em relação ao trimestre anterior, mas, no terceiro, ficou perto do zero a zero, acumulando queda de 0,5%. No ano até aqui, o Ibovespa cai 18,7%.

Hoje, o Ibovespa caiu 1,53% para 94.015,68 pontos. Acompanhe a nossa cobertura completa de mercados.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

MELHORA ARTIFICIAL

Pedidos de recuperação judicial caem em 2021 ao menor nível desde 2014

Para os especialistas os números do ano passado não representam uma recuperação econômica, mas uma melhora artificial no ambiente de negócios promovida por políticas públicas pontuais

APOSTA NA SIDERURGIA

A vez da Usiminas: BTG estima alta de mais de 55% para USIM5 nos próximos meses; saiba o que pode impulsionar as ações

Segundo os analistas, a empresa negocia nos múltiplos mais baixos da década e deve surfar na recuperação dos preços do aço

pessimismo nos mercados

Por que a ameaça de conflito entre Rússia e Ucrânia derruba as bolsas mundo afora?

Escalada de tensões entre os dois países levou EUA e Reino Unido a retirarem funcionários de embaixadas na Ucrânia; veja como uma eventual invasão russa ao país pode afetar os mercados

RAIO-X NA CRIPTO

Solana (SOL): De queridinha do mercado à queda de quase 50%; o que está por trás do ‘apagão’ da blockchain da criptomoeda?

A rede vem sofrendo diversos ataques hackers, o que fez as transações ficarem tão lentas a ponto dos investidores acharem que a blockchain estava fora do ar